dissertações

Quadriênio 2020 - 2017

Total de dissertações defendidas: 127

DISSERTAÇÕES DEFENDIDAS EM 2020

Total de dissertações defendidas: 32

Ana Carolina Araujo Soares

Título da dissertação: O reflexo do canto de Antígona na poesia política de Sophia de Mello Breyner Andresen

Orientador(a): Sofia Maria de Sousa Silva

Ano da defesa: 2020

Páginas: 77

Resumo:

Este trabalho tem como tema os ecos da voz de Antígona na obra da poeta portuguesa Sophia de Mello Breyner Andresen (1919-2004). Buscamos trabalhar esse eco como um reflexo nos poemas políticos da poeta, mais especificamente em Livro sexto (1962) e Dual (1972). O primeiro é considerado um livro de viragem na obra de Sophia, uma vez que nele sua escrita, antes caracterizada por Eduardo Lourenço como “um mundo de evidências aurorais”, passa a ser definida por Gustavo Rubim, como um oposto do que foi dito por Lourenço, como “um mundo de evidências apocalípticas expostas com pouca complacência”. Buscamos pensar o reflexo a partir de duas perspectivas: enquanto mera repetição de uma imagem ou de um objeto e como reflexão, como forma de pensamento.

Palavras-chave: Sophia de Mello Breyner Andresen; Antígona; Reflexos

Abstract:

This work has as its theme the echoes of Antígone’s voice in the work of the Portuguese poet Sophia de Mello Breyner Andresen (1919-2004). We seek to work this echo as a reflection in the poet’s political poems, more specifically in Livro sixto (1962) and Dual (1972). The first is considered a turning point in Sophia’s work, since her writing, previously characterized by Eduardo Lourenço as “a world of auroral evidence”, is now defined by Gustavo Rubim, as an opposite of what was said by Lourenço, as “a world of apocalyptic evidence exposed with little complacency”. We seek to think about reflection from two perspectives: as a mere repetition of an image or an object and as reflection, as a way of thinking.

Keywords:Sophia de Mello Breyner Andresen; Antigone; Reflection

André Felipe Nunes Klojda

Título da dissertação: A angústia na poesia sacra de Gregório de Matos

 Orientador(a): Ronaldes de Melo e Souza

Ano da defesa: 2020

Páginas: 88

Resumo:

Poeta mais célebre do barroco brasileiro, Gregório de Matos é, ainda hoje, estudado principalmente em suas facetas erótica e satírica. Apesar de alguns dos seus poemas sacros serem amplamente difundidos, o aspecto religioso é, não raramente, preterido na análise do cânone. A leitura atenta dessa poesia, contudo, revela-nos traços que identificamos como expressão de autêntica angústia – emoção que entendemos como ontológica, e não meramente psicológica – associada, especialmente, à busca pela salvação da alma. Propomos um afastamento da abordagem do Boca do Inferno como um satirista com momentos de insincera emoção cristã, para enxergá-lo sob o prisma da harmonia dos opostos, da qual surge tanto a angústia religiosa quanto o próprio drama da existência. Para além dos artifícios, a poesia torna-se, assim, uma forma de conhecimento do ser humano e das suas emoções e reflexões. Em nossa investigação, compreendemos as emoções como suportes primevos da vida, entendendo-as como fundamento da grande literatura desde a Antiguidade (SOUZA, 2017), e levamos em conta a visão dramática da obra de GM detalhada por Espínola (2000). Quanto à angústia, partiremos de Kierkegaard (2013), que a vincula ao pecado – tema também recorrente na poesia de Gregório –, concebendo-a como inerente à condição humana. A fim de oferecer uma visão compreensiva do corpus selecionado, também trazemos à baila outros pensadores-poetas, como Unamuno (2013), e autores da tradição católica, à qual GM está vinculado. Nossa análise será direcionada conforme preconiza Dámaso Alonso (1960): selecionaremos tipologicamente os poemas trabalhados – mesmo em suas particularidades, cada texto guarda semelhanças com outros –, para, então, conquistá-los pela intuição, munidos do painel dramático-poético-filosófico traçado. É na união da sistematização com a intuição que devemos, nas palavras de Alonso, dar o “salto final”.

Palavras-chave: Gregório de Matos; angústia; poesia sacra; barroco.

Abstract

The most famous poet of the Brazilian Baroque, Gregório de Matos is, even today, studied mainly regarding his erotic and satirical facets. Although some of his sacred poems are widely known, the religious aspect is often overlooked in the analysis of the canon. A careful reading of this poetry, however, reveals traits that we identify as an expression of authentic anxiety – an emotion that we understand as ontological, and not merely psychological – associated, especially, with the search for the salvation of the soul. We propose to move away from the approach of Boca do Inferno as a satirist with moments of insincere Christian emotion, to see him through the perspective of the harmony of the opposites, from which both religious anxiety and the very drama of existence arise. Beyond the artifices, poetry thus becomes a form of knowledge of the human being and his emotions and reflections. In our investigation, we see emotions as primeval foundations of life, understanding them as the basis of the great literature since ancient times (SOUZA, 2017), and we take on account the dramatic perspective of GM’s work detailed by Espínola (2000). As for anxiety, we will begin with Kierkegaard (2013), who links it to sin – a theme that is also recurrent in Gregório’s poetry –, conceiving it as inherent to the human condition. In order to offer a comprehensive view of the selected corpus, we also summon other thinkers-poets, such as Unamuno (2013), and authors of the Catholic tradition, to which GM is attached. Our analysis will be directed as recommended by Dámaso Alonso (1960): we will typologically select the poems – even in their particularities, each text has similarities with others –, and then conquer them by intuition, equipped with the dramatic-poetic-philosophical panel drawn. It is in the union of systematization with intuition that we must, in Alonso’s words, take the “final leap”.

Keywords: Gregório de Matos; anxiety; sacred poetry; baroque.

 

Anna Beatriz Cavalcante de Melo da Cruz

Título da dissertação: Os efeitos da restrição à ordem VS no PB: estratégias gramaticais de focalização

 Orientador(a): Silvia Regina de Oliveira Cavalcante

Ano da defesa: 2020

Páginas: 117

Resumo:

Neste trabalho apresentamos um estudo sobre os efeitos das mudanças na posição do sujeito no PB nas estratégias gramaticais de foco, a partir da análise de cartas escritas por brasileiros nascidos entre 1800 e 1975. Diversos estudos descrevem o PB como uma gramática de ordem SV rígida e ordem VS restrita a contextos gramaticais específicos, como construções inacusativas e inversões locativas, e os trabalhos diacrônicos também mostram as mudanças no condicionamento linguístico de VS. Ao longo do tempo, o estatuto informacional do sujeito perde relevância como fator favorecedor de VS e os fatores gramaticais, como o tipo de verbo, se consolidam como os principais condicionadores. Sendo assim, o sujeito focalizado deixa de ser codificado por ordem VS e é esperado que outras estratégias gramaticais cumpram tal função. Levanta-se a hipótese da emergência da clivagem como a estratégia que o PB dispõe para focalizar o sujeito, considerando as restrições à ordem VS. Nesse sentido, investigamos em que medida essas restrições repercutem na marcação do sujeito focalizado. Controlamos construções de sujeitos antepostos, pospostos e clivados, buscando observar qual(is) tipo(s) de foco(s) é veiculado pelas construções e se é possível observar mudanças ao longo do tempo. Para a análise do estatuto informacional, adotamos uma metodologia baseada nas propostas de Zubizarreta (1998) e Kiss (1998). Acreditamos que a ordem VS, de fato, deixe de ser uma estratégia adotada para marcar o sujeito focalizado; por outro lado, acreditamos que a clivagem só substitui VS até certo ponto, pois está associada à contrastividade. Os dados coletados foram submetidos ao GoldVarb X, para observar os padrões estatístico e a interação dos fatores, e também realizamos testes de qui-quadrado, para testar a hipótese de que a clivagem é especializada em marcar foco contrastivo. Os resultados confirmam nossas expectativas e mostram que, com as mudanças na posição do sujeito, ocorreram mudanças na marcação do foco. Ao longo do tempo, a ordem VS deixa de ser adotada como estratégia para marcar sujeitos que veiculam informação nova e a ordem SV passa a ser ainda mais produtiva nesse contexto. Em sujeitos que apresentem traços de contraste/exaustividade, atestamos que os sujeitos clivados, ao longo do tempo, se especializam como estratégia para marcar foco contrastivo.

Palavras-chave: posição do sujeito; estatuto informacional; foco contrastivo.

 

Abstract

In this work, we present a study about the effects of changes in subject position on the grammatical strategies of focus marking. Our analysis is based on letters written by Brazilians born between 1800 and 1900. Studies describe Brazilian Portuguese (BP) as grammar with a strict Subject-Verb order, in which Verb-Subject order is restricted to specific contexts, such as unnacusative constructions and locative inversions. Diachronic studies also show changes in linguistic constraints of VS order. Over time, subject information status loses strengtht as factor favouring VS and grammatical factors, such as verb type now take its place. Therefore, focused subjects are no longer marked by VS order and we expect other grammatical strategies to fulfill that function. Our hypothesis is that clefts emerge as a BP’s strategy for focusing on the subject, since VS order is restricted. In this regard, we investigate in which extent this restriction affect the marking of focused subjects. We control preverbal, postverbal and also cleft subjects as we aim to observe which types of focus are conveyed by these constructions and if it is possible to note changes across time. For the information status analysis, we adopted a methodology based in the proposals of Zubizarreta (1998) and Kiss (1998). We believe that VS order is, indeed, no longer a strategy for marking focused subjects; on the other hand, we believe that clefts only replace VS to a certain extent, as it is associated to exhaustiveness. We submitted our data to GoldVarb X in order to observe statistical patterns and factors interaction and we also performed chi-squared tests to verify if clefts are specialized in marking contrastive focus. The results confirm our expectations and show that, with the changes in subject position, changes in focus marking have occurred. Over time, VS order is no longer used for marking subjects which are new information and SV order becomes even more productive in such contexts. Concerning subjects with contrast/exhaustive interpretation, we verify that cleft subjects specialize as a mark of contrastive focus.

Keywords: suject position; information status; contrastive focus.

 

Anna Lyssa do Nascimento Donato Machado

Título da dissertação: A diacronia da ordem VS no PB: estatuto informacional e outros fatores condicionadores

 Orientador(a): Silvia Regina de Oliveira Cavalcante

Ano da defesa: 2020

Páginas: 104

 

Resumo:

Neste trabalho, buscamos contribuir para os estudos acerca da posição do sujeito no Português Brasileiro e do estatuto informacional do sujeito, analisando a ordem Sujeito-Verbo, mas mais especificamente a Verbo-Sujeito. Estudos anteriores sobre posição do sujeito no PB mostram uma diminuição na frequência de ordem VS em diversos contextos, ficando restrita às construções inacusativas e de inversão locativa (COELHO, 2000; KATO et al., 2006; PILATI, 2006; CAVALCANTE 2014, entre outros). Dentre os contextos em que a produtividade diminui significativamente, temos a VS relacionada ao estatuto informacional do sujeito, considerando a perda da tendência à posposição quando o sujeito tem status de informação nova. O trabalho tem perspectiva diacrônica e aborda as duas construções, SV e VS, em cartas pessoais pertencentes a famílias brasileiras que escrevem ao longo dos séculos XIX e XX. Buscamos analisar, além do estatuto informacional do sujeito, outros fatores considerados condicionadores para a ordem dos constituintes, como o tipo de verbo e o tipo de sentença. Para o controle do estatuto informacional, utilizamos a categorização proposta por Prince (1981), que se baseia em uma escala de assumed familiarity, composta por três grandes categorias, new, evoked, inferrable e suas subcategorizações. Assim, nossos objetivos são (i) observar o status informacional do sujeito em construções SV e VS; (ii) controlar os fatores condicionadores da ordem VS e (iii) relacionar os resultados encontrados com as hipóteses de mudança no padrão de ordenamento dos constituintes do PB e da restrição da ordem VS. Os resultados de nossa análise estão organizados em sete períodos de tempo, com intervalos de 25 anos, considerando o ano de nascimentos dos missivistas, conforme os pressupostos da Teoria de Competição de Gramáticas.

Palavras-chave: Ordem VS; mudança linguística; competição de gramáticas.

 

Abstract

In this work, we aim to contribute with the studies about subject position in Brazilian Portuguese and subject information status, analyzing order SV and VS, but more specifically the last. Previous works show a decrease in the rates of VS order in various contexts, as this order is now restricted to unaccusative and locative inversion contexts (COELHO, 2000; KATO et al., 2006; PILATI, 2006; CAVALCANTE 2014, and others). VS order related to subject informational status is one of the contexts which show a significant rate decrease, considering the loss of the tendency of subject postposition when it corresponds to new information. Our perspective is diachronic and addresses SV and VS order in personal letters of Brazilian families, written over the nineteenth and twentieth centuries. Besides subject information status, we analyze other variables related to subject position, such as verb and sentence type. For controlling subject information status, we use the taxonomy proposed Prince (1981), which is based in a scale of assumed familiarity, composed by three classes, new, evoked, inferrable and its corresponding subclasses. With this work we seek (i) to observe subject information status in SV and VS orders; (ii) to control and analyze the factors that condition VS and (iii) to relate our results to the hypotheses of the change in subject position pattern and the restriction of VS. Our results are organized in seven periods of time, with an interval of 25 years considering the birth year of writers, in accordance with the assumptions of the theory of Grammar Competition.

Keywords: VS order; linguistic change; grammar competition;

 

Carla Tais dos Santos

Título da dissertação: Pirilampos contra o esquecimento: a literatura de ficção inspirada nos campos de reeducação em Moçambique

 Orientador(a): Nazir Ahmed Can

Ano da defesa: 2020

Páginas:131

 

Resumo:

Ao longo de três capítulos, a partir de uma abordagem interdisciplinar, esta dissertação analisa a literatura de ficção inspirada nos campos de reeducação em Moçambique. Na introdução, delimita-se Campo de Trânsito (2007), de João Paulo Borges Coelho, e Entre As Memórias Silenciadas (2013), de Ungulani Ba Ka Khosa, como corpus literário da pesquisa. No primeiro capítulo são investigadas noções de geografia e história do país africano a fim de compreender como as relações entre passado e presente impactam na atual análise dos campos de reeducação. No segundo capítulo, conceitua-se, no campo da filosofia, o que é história e literatura, os entrelaçamentos destas com a ficção, e a relação das obras literárias com a história dos campos de reeducação. Por fim, no terceiro capítulo, com o auxílio da teoria literária e de análises na área das literaturas africanas de língua portuguesa, aprofunda- se o tema dos narradores e como a forma das obras contribuiu para a constituição de seus múltiplos sentidos. Entre outros resultados, conclui-se que enquanto o romance de Khosa questiona a história única apresentada pelo Estado, a narrativa de Coelho interroga as contradições de indivíduos diante do poder. Além disso, as duas obras apresentam narradores desestabilizadores que produzem uma estética da decepção que convida o leitor a coescrever o fim dos romances com os seus autores.

Palavras-chave: João Paulo Borges Coelho. Ungulani Ba Ka Khosa. Narradores. Campos de Reeducação. Moçambique.

 

Abstract:

We analyze the fictional literature inspired by the re-education fields in Mozambique throughout three chapters and from an interdisciplinary approach. In the introductory chapter, we restrict ourselves to Campos de Trânsito (2007), by João Paulo Borges Coelho, and Entre as memórias silenciadas (2013), by Ungulani Ba Ba Khosa, our literary corpus. In the first chapter, we investigate geographic and historic notions of the aforementioned African country to try to understand how past and present relations may influence our analysis of the re- education fields. In the second one, we attempt to philosophically conceptualize history and literature, their intertwining with fiction, and the relationship between literary works and the history of the re-education fields. Finally, in the third chapter, we employ help from literary theory and analysis of African literatures in Portuguese to deepen the narrators theme and shed more light on the ways the work’s form may contribute to the constitution of multiple meanings. Among other results, we conclude that, while Khosa’s novel questions the only story presented by the State, Coelho’s narrative challenges the individual’s contradictions in the face of power.

Keywords:Entre as memórias silenciadas. Campo de Trânsito. João Paulo Borges Coelho. Ungulani Ba Ka Khosa. Reeducation Fields. Mozambique.

 

Carlos Henrique Soares Fonseca

Título da dissertação: Vias de um labirinto textual: A casa eterna, de Hélia Correia

Orientador(a): Monica do Nascimento Figueiredo

Ano da defesa: 2020

Páginas: 92

 

Resumo:

Apesar de uma obra expressiva, Hélia Correia é um nome da ficção portuguesa contemporânea que permanece pouco estudado pela crítica. É traço comum em sua literatura o constante diálogo entre a Literatura e a História, como podemos nitidamente perceber neste aclamado romance, ainda que os estudos sobre a sua obra permaneçam numericamente incipientes. Nossa dissertação, portanto, se baseia na análise da relação entre o discurso literário e o discurso histórico a partir de uma de suas mais aclamadas narrativas: A Casa Eterna (1991), privilegiando aquilo que acreditamos ser um processo de subversão do modelo da narrativa policial, consolidada no século XIX por Edgar Allan Poe e, tradicionalmente, pouco difundida em Portugal. Esta subversão do modelo do romance policial acaba por evidenciar um traço constante na obra de Hélia Correia: o recorrente uso da intertextualidade na composição de narrativas que propõem uma releitura crítica e estética de discursos anteriormente produzidos, resultando em uma produção compromissada em manter o diálogo com a memória da tradição. sem esquecer de procurar para si a sua forma de narrar. Ademais, a subversão do percurso de Ulisses, presente na trajetória do protagonista Álvaro Roíz, e as relações mantidas com o espaço, principalmente o da casa, visto como principal “cenário” deste suposto romance policial, são temas em destaque em nossa dissertação, que pretende contribuir para a divulgação da obra de uma das mais instigantes vozes da literatura portuguesa contemporânea.

Palavras-chave: Hélia Correia; Intertextualidade; Literatura Contemporânea; Romance Policial.

 

Abstract

 Despite an expressive work, Helia Correia is a writer of contemporary portuguese ficction that remains less studied by critics. A constant feature of her literature is the constant dialogue between Literature and History, as well we can clearly see in this acclaimed novel, although the studies of her work remain numerically incipient. This thesis, therefore, is based on the relationship between literary and histological discourse based on one of her most acclaimed narratives: A Casa Eterna (1991), privileging here what we believe to be a process of subversion of the crime narrative model, consolidated in the 19th century by Edgar Allan Poe and isn’t tradionally widespread in Portugal. This subversion of the crime novel model ends up showing a constant featyra of Hélia Correia’s work: the recurring use of intertextuality in the composition of narratives that propose a critical and aesthetic reinterpretation of previously produced discourses, resulting in a production committed to maintaining dialogue with the memory of tradition without forgetting to look for its own way of writing. In addition, the subversion of Ulysses, present in the trajectory of the protagonist Álvaro Roíz, and the relations maintained with the space, specially that one of the house, seen as the main “scenario” of this supposed crime novel, are themes highlighted in our thesis, which intends to contribute for the dissemination of the work o fone of the most exciting voices in contemporary portuguese literature.

Keywords: Hélia Correia; Intertextuality; Contemporary Literature; Crime Novel.

 

Drisana de Moraes Oliveira Santos

Título da dissertação: Trabalho e viagem, arte e política: uma leitura em arabesco de Jalan jalan

 Orientador(a): Gurmercinda Gonda

Co-orientador(a): Luciana dos Santos Salles

Ano da defesa: 2020

Páginas: 90

 

Resumo:

“Jalan significa rua em indonésio, disse-me. Também significa andar. Jalan jalan, a repetição da palavra, que muitas vezes forma o plural, significa, nesse caso, passear. Passear é andar duas vezes.”. Assim apresenta Afonso Cruz o título de seu livro lançado ao fim de 2017. O autor português contemporâneo, que é também músico e ilustrador de livros infantis, caracteriza sua nova obra como uma leitura de mundo e nos convida a uma viagem estética a partir de sua própria viagem (ao oriente) e às suas reflexões. Com uma disposição de páginas que se aproxima e expande a proposta de Jogo da Amarelinha, de Julio Cortázar, o autor nos convida a depreender um caminho particular, podendo ou não ser em linha reta, sobre as trilhas por ele abertas nos seus mais de cem fragmentos, os quais chamamos de passagens, sobre as mais variadas temáticas que se atravessam e se interpenetram. Dentre elas a ida, a volta, o retorno, as relações entre andar e passear, bem como sobre o papel da literatura, o consumo, a mercadoria. É um convite ao passo espelhado, que no mesmo átimo de buscar o que está fora, volta-se pro interior do corpo. Nesse sentido, a presente pesquisa se propõe não somente a comentar menos brevemente a obra, como traçar um caminho próprio de reflexão a partir dos eixos trabalho, viagem, arte & política, através de sua estrutura arabesca. Pretendemos, assim, pela análise dialética da obra, discutir alguns dos aspectos fundamentais a essas práticas, que constituem o processo de formação ontológica da humanidade.

Palavras-chave: Afonso Cruz; literatura portuguesa contemporânea; trabalho; viagem; arte e política.

 

Abstract

“Jalan means street in Indonesian, he/she told me. It also means to walk. Jalan jalan, the repetition of the word, most of the times making the plural version of it, means in this case to wander. To wander is to walk twice.”. This is how Afonso Cruz presents the title of the book hereleased by the end of 2017. The Portuguese contemporary author, who is also a musician and illustrator for children’s books, defines his work as an outlook on the world and invites us to an aesthetic trip, influenced by his own (to the middle east) e to his reflections. By disposing the pages in a way that approaches and expands the idea of Hopscotch, by Julio Cortázar, the author invites us to embrace a particular way, being able or not to be a straight line, over the tracks cleared by him in his’ over one-hundred fragments, which we call passages, about the most diverse subjects that cross and interpenetrate each other. Among them the going, the coming, the coming back, the connections in between walking and wandering, as well as the role of literature, the consumption, the merchandise. It is an invite to the mirrored step, that by the same time that searches what is outside, comes back to the inside of the body. By this meaning, the present research proposes itself not only to comment less briefly the work, but to track its own way of reflection from the axis of work, travel, art & politics throughout its arabesque structure. We intend, therefore, by a dialectical analysis of the work, to discuss some of the fundamental aspects and these practices that constitute the ontological formation process of humanity.

 

Keywords: Afonso Cruz; portuguese contemporary literature; labor; travel; art and politics.                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                           

Felipe Maia Neves Favrat
Título da dissertação: O carioca nordestino – Análise da paisagem, do sujeito e da urbanidade na obra de Jose Franklin e sua disparidade com o cordel original nordestino

Orientador(a): Godofredo de Oliveira Neto

Ano da defesa:2020

Páginas: 103

 

Resumo:

 O objetivo desta dissertação é um estudo panorâmico da obra de Jose Franklin a partir de três eixos de articulação, quais sejam: a representação da experiência urbana, as relações entre visual e verbal e a dinâmica da diferença e da identidade. Isso passa pelo estudo das representações da experiência urbana trabalhadas pelo cordelista Jose Franklin em suas obras, além da discrepância visível na obra entre o cordel nordestino e sua versão carioca. Essas representações se processam por meio do cerceamento urbano miserável, da guerra por meio do carro, da densidade urbana semelhante a selva vietnamita e da tecnofilia militar manifestada pelas elites dominantes sobre os equipamentos de guerra através das máquinas de produção de imagem. Tais elementos saem da teoria do geógrafo Stephen Graham, em sua obra Cidades Sitiadas. Michel Collot em Poética e filosofia da paisagem será a principal fonte sobre paisagem e literatura. Para o estudo do sujeito que compõe a diferença e a identidade, há Spivak como teórica em Pode o Subalterno Falar? Para tanto, é tomado como corpus, além dos livros de teoria citados, uma visão panorâmica de cordéis e livros de prosa do autor, tendo por exemplo os folhetos: A Chegada de Lampião no Complexo do Alemão, Rebelião na ilha de Anchieta, Dico e a invasão do Alemão, Apocalipse no Complexo do Alemão e A saga de Ritinha, além dos oito livros Pingos.

Palavras-chave: Cordel, cordel carioca, Jose Franklin, Stephen Graham, Complexo do Alemão, ilha de Anchieta, periferia.

 

Abstract:

The objective of this monograph is the panoramic understanding of Jose Franklin’s work from some elements such as urban experience, the relations between visual and verbal as well as issues of difference and identity. This involves the study of representations of urban experience worked by cordelista Jose Franklin in his works, in addition to the discrepancy visible in the work between the northeastern cordel and its Rio version. These representations are processed through the miserable urban curtailment, the war through the car, the urban density similar to the Vietnamese jungle and the military technophilia manifested by the dominant elites over the war equipment through the image production machines. Such elements come out of the theory of the geographer Stephen Graham, in his work Cities Under Siege. Michel Collot in Poetics and Philosophy of Landscape will be the main source on landscape and literature. For the study of the subject that makes up difference and identity, there is Spivak as a theoretician in Can the Subaltern Speak? For this purpose, in addition to the aforementioned theory books, a panoramic view of the author’s string and prose books is taken as a corpus, including, for example, some leaflets: The Arrival of Lampião at Complexo do Alemão, Rebellion on the island of Anchieta, Dico and the invasion of Alemão, Apocalypse in Complexo do Alemão and The saga of Ritinha, in addition to the eight books Pingos.

Keywords: Cordel, cordel carioca, Jose Franklin, Stephen Graham, Complexo do Alemão, Anchieta island, periphery.                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                 

Gabriel Guimarães Barbosa

Título da dissertação: A educação pela árvore: percepção, concepção e apreensão da natureza na poesia de Fiama Hasse Pais Brandão

Orientador(a): Jorge Fernandes da Silveira

Ano da defesa:2020

Páginas: 113

Resumo:

Partindo da análise de imagens da natureza na poesia de Fiama Hasse Pais Brandão, levantam-se modos possíveis de ler a paisagem nos poemas, através de três caminhos. Inicialmente, entende-se a percepção como modo pré-reflexivo inaugurador da relação entre o humano e a natureza através do corpo. Para tanto, de acordo com o conceito filosófico de percepção de Merleau-Ponty, priorizou-se a análise de “Natureza paralela” (1978). No passo seguinte, a interação entre a natureza humana e a paisagem é vista através da forma do poema, ou seja, pela análise do corpus poético, em que, teoricamente, o conceito de paisagem segundo Collot é guia e, em termos poéticos, Área branca (1978) e Três rostos (1989) são livros exemplares. No terceiro e último passo da travessia, a imagem da nova natureza em curso, em correspondência sensível e inteligível entre o cultural e o natural, dá voz e representação a Cantos do canto (1995) e Cenas vivas (2000), em diálogo com a ideia de conhecimento, em Platão e Barthes, entre outros, indo ao encontro do conceito de reflexão do primeiro romantismo alemão de Jena, no pensamento de Friedrich Schlegel e Novalis.

Palavras-chave: Poesia Portuguesa, Fiama Hasse Pais Brandão, Natureza, Paisagem.

Abstract:

From an analysis of the images of nature in Fiama Hasse Pais Brandão’s poetry, we raise possibilities of reading the landscape in the poems through three paths. First, we understand perception as a pre-reflexive way that unveils the relation between human and nature through the body. In order to do so, according to Merleau-Ponty’s philosophical concept of perception, the analysis of “Natureza paralela” (1978) was prioritized. After that, the interaction between human nature and landscape is read through the form of the poem. It is the means by which we analyze the poetic corpus in which, theoretically, Michel Collot’s concept of landscape is the guide and, in poetic terms, Área branca (1978) and Três rostos (1989) are model books. In the last step of the journey, the ongoing image of the Nova Natureza, communicating the sensible and the intelligible between cultural and natural, gives voice and representation to Cantos do canto (1995) and Cenas vivas (2000). They also create a dialogue with the idea of knowledge to Plato and Barthes, among others, engaging with the concept of reflection from Jena Romanticism, according to Friedrich Schlegel and Novalis.

Keywords:Portuguese poetry, Fiama Hasse Pais Brandão, Nature, Landscape.

 

Gabriela Familiar De Abreu Carneiro

Título da dissertação: “Bientôt sera l’(H)ombre”: Luiza Neto Jorge, poeta-tradutora

Orientador(a): Sofia Maria de Sousa Silva

Ano da defesa:2020

Páginas: 110

Resumo:

A obra poética de Luiza Neto Jorge (1939-89) pode ser pensada para além de seus poemas autorais. A linguagem que neles se faz corpo nos fala do quanto a poesia é agente, autônoma e criadora de si mesma, e isso não seria diferente de quando chegamos aos poemas que a poeta traduz. Observando a relação entre tradução e poesia vemos como, por intermédio do corpo, a obra autoral de Luiza ecoa nos poemas vertidos para o português, fazendo-os alcançar assim o estatuto de ato poético. Observando o diálogo estabelecido entre Luiza-poeta e Luiza-tradutora, o nosso foco se volta tanto aos poemas que a poeta traduz a partir da obra de Paul Verlaine, Hombres e algumas mulheres (2002), quanto à sua própria obra poética, Poesia (2001). A pesquisa tem seu ponto de partida à luz do conceito de tradução como criação, tema de discussão de importantes críticos, como Paulo Henriques Britto (2012), Paulo Rónai (1981) e José Paulo Paes (1990), e do erotismo, encontrado em Georges Bataille, e alicerce da poesia de Luiza. Aqui, pensamos um texto que, traduzido, não só se diga capaz de suprir as linhas tortas entre uma língua e outra, mas que, nesse caminho, mantenha a essência poética de uma obra. Observamos aqui que há um elo entre tradução e criação poética, no qual é possível entrevermos pontos interseccionais entre uma e outra, além de observarmos como a tradução de poesia constitui, para além de apenas tradução, um ato de criação por parte da tradutora tal como o são os poemas autorais para a poeta.

Palavras-chave:Tradução poética; Tradução como criação; Poesia; Erotismo; Corpo.

Abstract:

The poetic works of Luiza Neto Jorge (1939-89) can also be found in the poems she translated. Her characteristic body writing in which the poem reveals its action, autonomy and genesis is no different in the translated poems. Observing the relationship between translation and poetry we see how, through the body, Luiza’s authorial work echoes in her translations. This study aims to observe the dialogue established between Luiza-translator and Luiza-poet. For this purpose, our focus is on the poems translated by the Luiza Neto Jorge as from Paul Verlaine’s work, Hombres e algumas mulheres (2002). Besides, we also analyze Luiza’s authorial book Poesia (1960-89). We take as reference the concept of creative translation, discussed by critics such as Paulo Henriques Britto (2012), Paulo Rónai (1981) and José Paulo Paes (1990). We also cover Georges Bataille’s concept of eroticism, which acts as the basis of Luiza’s poetry and our starting point. We observe an association between translation and poetic creation, in which we can see one’s procedures glimpsed in the other. Finally, we observe how translating poetry constitutes an act of creation on the part of the translator as well as poems are to the poet.

Keywords:Poetic translation; Creative translation; Poetry; Eroticism; Body.

 

Geovanny Luz dos Anjos Santos

Título da dissertação: A performance da dor do outro em Clarice Lispector

Orientador(a): Anélia Montechiari Pietrani

Ano da defesa:2020

Páginas: 91

Resumo:

Clarice Lispector foi uma das escritoras mais importantes da Literatura Brasileira. Ficou conhecida por majoritariamente escrever retratos sobre o cotidiano de mulheres burguesas. Desde seu primeiro livro publicado, seu estilo causou espanto na comunidade literária do país. Apesar de sua obra não ser reduzida a essa temática, os críticos da prosa clariciana deram mais foco a uma análise do eu e do fluxo de consciência, ligada geralmente a uma leitura que se propunha a investigar os aspectos psicológicos e existencialistas. Esta pesquisa busca apontar e analisar textos que, de alguma forma, façam diálogo com uma literatura mais engajada e preocupada com o social e político em sua obra. Percorremos um caminho para refletir sobre esses traços de engajamento da autora na novela A hora da estrela, no romance A paixão segundo G.H., nos contos “A menor mulher do mundo” presente no livro Laços de família, “Cem anos de perdão” em Felicidade clandestina, “A bela e a fera ou a ferida grande demais” em A bela e a fera, e, por último, na crônica “Mineirinho”.

Palavras-chave: Clarice Lispector; ficção; sociedade; política; alteridade.

Abstract

Clarice Lispector was one of the most important female writers of Brazilian Literature. She became known for writing mostly portraits about the daily life of bourgeois women. Since her first published book, her style has caused astonishment in the literary community of the country. Although her work is not reduced to this theme, the critics of Clarice focused on an analysis of the self and the stream of consciousness, usually linked to a reading that aimed to investigate the psychological and existentialist aspects of her works. We seek in this research to point and analyze texts that somehow dialogue with a literature that is more engaged, and concerned with social and political literature. We have taken a path to reflect on these traces of her engagement in the novels: A hora da estrela and A paixão segundo G.H.; in the short stories: “A menor mulher do mundo” in Laços de família, “Cem anos de perdão” in Felicidade clandestina, “A bela e a fera ou a ferida grande demais” in A bela e a fera; and lastly in the chronicle: “Mineirinho”.

Keywords:Clarice Lispector; fiction; society; politics; alterity.

 

Hélder Brinate Castro

Título da dissertação: Poética gótica e prosa regionalista: o caso de O Reino Encantado (1878), de Araripe Júnior

Orientador(a): Godofredo de Oliveira Neto

Coorientador(a): Júlio César França Pereira

Ano da defesa:2020

Páginas:131

Resumo:

Declarar que a literatura brasileira possui obras que dialogam com o Gótico pode parecer, a priori, um disparate. O contrassenso deriva, sobretudo, da compreensão que os estudos literários brasileiros têm da tradição gótica, comumente entendida como um fenômeno literário britânico do final do século XVIII e do início do XIX. O Gótico ultrapassa, porém, tais limites espaço-temporais: trata-se de um fenômeno transcultural marcado por uma visão de mundo negativa e desiludida com a realidade. Guiado por um ideal de arte lúgubre, que engendra prazeres estéticos negativos, o Gótico evidencia as angústias do homem moderno. No âmbito da literatura brasileira, estratégias narrativas típicas da poética gótica são recorrentes na prosa regionalista. Entre os temas explorados por essa tradição literária, os movimentos messiânicos emergem como exemplos privilegiados do modo pelo qual o Gótico se manifesta nas Letras brasileiras. Para compreender as relações entre poética gótica, ficção regionalista e ficcionalização de messianismo na literatura brasileira, o romance O Reino Encantado: crônica sebastianista (1878), de Araripe Júnior, será tomado como objeto de estudo desta dissertação. Investigar-se-ão, pois, as estratégias narrativas e formais típicas do Gótico das quais o autor se serviu para suscitar o medo como efeito estético, comparando-as ainda com os procedimentos estéticos da poética gótica empregados em outras narrativas regionalistas com influxos góticos.

Palavras-chave:Gótico; Regionalismo brasileiro; Movimento messiânico de Pedra Bonita.

Abstract

Declaring that Brazilian literature has Gothic influences may seem nonsense. This contradiction occurs because Brazilian literary studies generally understand Gothic tradition as a British literary phenomenon of the late eighteenth and early nineteenth centuries. However, Gothic surpasses spatiotemporal limits: it is a transcultural phenomenon marked by a negative worldview and by a reality disillusion. Guided by a lugubrious artistic ideal, which engenders negative aesthetic pleasures, Gothic tradition evidences modern human anxieties. In Brazilian literature, regionalist prose emerges as the literature branch in which gothic narrative strategies are more common. Among the themes explored by this literary tradition, messianic movements can be taken as examples of how Gothic manifests itself in Brazilian Letters. To understand the relationships between Gothic poetics, regionalist fiction and fictionalization of messianism in Brazilian literature, the novel O Reino Encantado: crônica sebastianista (1878), by Araripe Júnior, will be taken as the main study object of this work. Hence, we will investigate the typical gothic narrative strategies that the author utilized to create fear as an aesthetic effect, comparing these strategies with gothic procedures used in other regionalist narratives with Gothic influences.

Keywords:Gothic; Brazilian Regionalism; Pedra Bonita messianic movement.

 

Igor Sanches Pinheiro

Título da dissertação: Elementos para uma edição crítica de Vida do grande Dom Quixote de la Mancha e do gordo Sancho Pança, de António José da Silva Coutinho: recensão e edição do testemunho manuscrito

Orientador(a): Leonardo Lennertz Marcotulio

Ano da defesa: 2020

Páginas: 401

 

Resumo:

Dom Quixote de la Mancha é um famoso fidalgo castelhano que, em virtude do sonho de reproduzir os feitos de seus heróis dos romances de cavalaria, vive inúmeras aventuras com seu fiel amigo e companheiro, Sancho Pança. Escrita no século XVII, considerada a grande obra de Cervantes, encantou a sociedade da época e conquistou a imaginação popular. Apesar de tal repercussão, somente no século XVIII foi pródiga de elogios dos críticos de toda a Europa, mas, principalmente, da Espanha e de Portugal. Inspirada na obra cervantina, a peça teatral Vida do grande D. Quixote de la Mancha e do gordo Sancho Pança, do lusobrasileiro António José da Silva Coutinho, foi encenada pela primeira vez em 1733 (COSTIGAN, 2009). Considerado o maior dramaturgo português de sua época, António José da Silva Coutinho é conhecido por suas sátiras e por incluir em suas peças aspectos da mitologia e de autores e personagens da Antiguidade e da Península Ibérica, como Dom Quixote, por exemplo. A sátira sobre o famoso fidalgo castelhano é uma das mais célebres obras do autor. No exame atento da tradição do texto, um aspecto chama bastante a atenção: há um texto manuscrito datado de 1782, 49 anos depois da encenação da peça e 38 anos após a publicação do primeiro testemunho impresso da obra. Nesse sentido, o objetivo deste trabalho, de orientação filológica (SPINA, 1977; BLECUA, 1983; CAMBRAIA, 2005), é dar a conhecer a cópia manuscrita da obra de Coutinho, que permanece inédita, através da elaboração de uma edição semidiplomática, assim como proceder à investigação da transmissão do texto, mais particularmente da Recensão, a partir do estudo de sua tradição impressa e manuscrita, e investigar as diferenças que existem entre o testemunho manuscrito e os testemunhos impressos, através da comparação dos erros de cópia (BLECUA, 1983), com a finalidade de compreender a relação genética entre eles, assim como levantar elementos que permitam, no futuro, a elaboração de uma edição crítica da obra teatral.

Palavras-chave:Filologia. Edição crítica. Recensão. Vida do grande Dom Quixote de La Mancha e do gordo Sancho Pança. António José da Silva Coutinho.

Abstract:

Don Quixote de la Mancha is a famous Castilian nobleman who, due to the dream of reproducing his heroes achievements of the cavalry novels, lives countless adventures with his faithful friend and companion, Sancho Panza. It was written in the 17th century and is considered to be the greatest work of Cervantes. It enchanted the society of that time and captured the popular imagination. Despite such repercussions, it was only in the 18th century that it was full of praise from critics from all over the Europe, but mainly from Portugal and Spain. Based on the Don Quixote of Cervantes, the play Vida do grande D. Quixote de la Mancha e do gordo Sancho Pança was written by the Portuguese-Brazilian António José da Silva Coutinho and it was acted for the first time in 1733 (COSTIGAN, 2009). Considered as the greatest Portuguese playwright of his time, he is known for his satires, and for mentioning mythological aspects, authors and characters from the Antiquity and the Iberian Peninsula such as Don Quixote, for example. The satire about the famous Castilian nobleman is one of the most famous works by António José da Silva Coutinho. In a close examination of the tradition of the text, an aspect is quite surprising: there is a manuscript text dated from 1782, 49 years after the first time the play was acted and 38 years after the publication of a printed testimony of the text. In this sense, the purpose of this paper, from a philological orientation (SPINA, 1977; BLECUA, 1983; CAMBRAIA, 2005), is to become visible the late manuscript copy of Coutinho’s work, which remains unpublished, via the elaboration of a semidiplomatic edition, as well as to investigate the transmission of the text, specifically the Recension, from the study of its printed and manuscript tradition, and to investigate the differences that exist between the manuscript testimony and the printed testimonies, through the comparison of the copy errors (BLECUA, 1983), in order to understand the genetic.

Keywords:Philology. Critical Edition. Recension. Vida do grande Dom Quixote de la Mancha e do gordo Sancho Panza. António José da Silva Coutinho.

 

Izabella Domingues Machado

Título da dissertação: A representação do ditongo [ej] na escrita infantil: análise da relação etapas da aquisição da linguagem, aprendizagem da escrita e influência da oralidade

 

Orientador(a): Eliete Figueira Batista da Silveira

Ano da defesa:2020

Páginas:107

 

Resumo:

A presente pesquisa focaliza a análise das diferentes representações do ditongo [ej] na produção escrita de crianças do Ensino Fundamental, à luz de alguns princípios da Fonologia de base Gerativa. Para a descrição do fenômeno, objetiva-se analisar: i) as diferentes representações do ditongo [ej] na escrita infantil; ii) a atuação de princípios fonológicos sobre o fenômeno; iii) a relação entre o processo de Aquisição da Linguagem e as etapas de aprendizagem da escrita; iv) a influência da fala na escrita; e v) os possíveis condicionamentos estruturais e sociais para a redução do ditongo. A abordagem teóricometodológica desse estudo se baseia: i) nos princípios norteadores da Aquisição da Linguagem (CHOMSKY & HALLE 1968; CHOMSKY, 1978); ii) nos pressupostos da Sociolinguística Variacionista (WEIREICH; LABOV; HERZOG [1968], 2006); iii) nos estudos da Teoria da Sílaba (BISOL, 1989; COLLISCHONN, 2001), e iv) na Teoria da Robustez, postulada por Clements (2009) e trazida para os segmentos do português por Lazzarotto-Volcão (2010). Os dados que serviram de base para a análise foram extraídos de produções escritas por aprendizes que cursam do 3º ao 5º ano do Ensino Fundamental de uma escola pública do Município do Rio de Janeiro. O material resultante da coleta de dados foi codificado e analisado quantitativa e probabilisticamente por meio do programa computacional RBrul, a fim de que pudessem ser observados os fatores condicionantes e a atuação de princípios fonológicos comuns às línguas naturais. Dentre os principais resultados, estão: maior frequência de ditongação; monotongação diante de tepe e alveopalatais; influência do afixo para redução de [ej]; estabilização da representação do ditongo com o avançar dos anos de escolaridade; cancelamento do ditongo em sílabas átonas; maior frequência de supergeneralização diante de alveopalatais e em sílabas tônicas. Pretende-se que esses resultados encontrados na presente pesquisa somem informações e contribuam para os estudos anteriormente desenvolvidos, além de possibilitar a elaboração de propostas de atividades que facilitem o processo de aprendizagem da escrita, permitindo à criança analisar e refletir, de forma consciente, sobre a estrutura da língua, levando em conta as etapas de aquisição fonológica.

Palavras-chave:Monotongação; Variação linguística; Escrita inicial.

 

Abstract

This research focuses on the analysis of the different representations of diphthong [ej] in the written production of elementary school children, in the light of some principles of Generative-based Phonology. To describe the phenomenon, the objective is to analyze: i) the different representations of diphthong [ej] in children’s writing; ii) the performance of phonological principles about the phenomenon; iii) the relationship between the process of language acquisition and the stages of writing learning; iv) the influence of speech on writing; and v) the possible structural and social constraints for diphthong reduction. The theoretical and methodological approach of this study is based on: i) the guiding principles of Language Acquisition (CHOMSKY & HALLE 1968; CHOMSKY, 1978); ii) the assumptions of Variationist Sociolinguistics (WEIREICH; LABOV; HERZOG [1968], 2006); iii) in the studies of the syllable theory (BISOL, 1989; COLLISCHONN, 2001), and iv) the robustness theory postulated by Clements (2009) and brought to the Portuguese segments by LazzarottoVolcão (2010). The data that served as the basis for the analysis were extracted from productions written by apprentices who attend the 3rd to 5th grade of elementary school of a public school in the city of Rio de Janeiro. The material resulting from the data collection was coded and analyzed quantitatively and probabilistically through the RBrul computer program, so that the conditioning factors and the performance of phonological principles common to natural languages could be observed. Among the main results, are: higher frequency of diphthongization; monophthongisation against tepe and alveopalatals; influence of the affix to reduce [ej]; stabilization of the representation of the diphthong with the advancing years of schooling; cancellation of diphthong in unstressed syllables; higher frequency of overgeneralization in the face of alveopalatals and stressed syllables. It is intended that these results found in the present research add up to information and contribute to the previously developed studies, besides enabling the elaboration of proposals of activities that facilitate the learning process of writing, allowing the child to consciously analyze and reflect on the language structure, taking into account the stages of phonological acquisition.

Keywords:Monophthongisation; Linguistic variation; Initial writting.

 

Jéssica Araújo Moraes da Rocha

Título da dissertação: “Tem hora que eles fala rápido, tem que pedir pra repetir”: a expressão fonética da concordância verbal de terceira pessoa do plural na variedade urbana carioca

 

Orientador(a): Silvia Rodrigues Vieira

Ano da defesa: 2020

Páginas: 200

 

Resumo:

Este trabalho é uma investigação sobre a concordância verbal de terceira pessoa do plural sob o ponto de vista fonético, estando em foco não a presença versus a ausência da marca explícita da regra morfossintática, mas a maneira como os falantes produzem o morfema número-pessoal que marca a relação entre sujeito e verbo. A motivação desta pesquisa é a relevância atestada da saliência fônica (LEMLE; NARO, 1977) em estudos sobre a concordância verbal e o objetivo central é contribuir com os conhecimentos dos padrões de concordância em variedades do Português por meio da interface entre os níveis fonético e morfossintático. Para isso, contando com o apoio teórico-metodológico da Sociolinguística variacionista (WEINREICH; LABOV; HERZOG (2006 [1968]; LABOV, 1994; 2003; 2008 [1972]), o trabalho valoriza a premissa da heterogeneidade ordenada e os problemas das restrições e do encaixamento (linguístico e social) na análise de dados coletados em entrevistas feitas entre os anos de 2008 e 2010 com residentes do bairro de Copacabana e do município de Nova Iguaçu, ambos da região metropolitana do Rio de Janeiro. Os resultados obtidos apontam que os indivíduos que demonstram preferência às marcas foneticamente mais fracas são os mais velhos, os residentes da região de Nova Iguaçu e os que possuem nível de escolaridade mais baixo. Dentro do sistema linguístico, favorecem essas realizações, em contexto átono, a ocorrência de sândi, as consoantes contínuas em contexto anterior, o pretérito perfeito do indicativo e a pares opositivos regulares. Evidenciando a interface entre fonética, morfologia e sintaxe para o fenômeno da concordância, esta pesquisa fornece importantes contribuições para o desejado controle mais fino da saliência fônica entre singular e plural.

Palavras-chave:fonética, concordância verbal, variação linguística.

 

Abstract:

This work is an investigation of the third person plural verbal agreement from the phonetic point of view, focusing not on the presence versus the absence of the explicit mark of the morphosyntactic rule, but on the way in which the speakers produce the personal number morpheme that marks the relationship between subject and verb. The motivation of this research is the attested relevance of the phonic salience (LEMLE; NARO, 1977) in studies on verbal agreement and the central objective is to contribute with the knowledge of the agreement patterns in varieties of Portuguese through the interface between the phonetic and morphosyntactic levels. For this, relying on the theoretical-methodological support of the variationist Sociolinguistics (WEINREICH; LABOV; HERZOG (2006 [1968]; LABOV, 1994; 2003; 2008 [1972]), the work values the premise of orderly heterogeneity and the problems of constraints and (linguistic and social) embedding in the analysis of data collected in interviews carried out between 2008 and 2010 with residents of the neighborhood of Copacabana and the municipality of Nova Iguaçu, both in the metropolitan region of Rio de Janeiro. The results obtained show that the individuals who express preference for the weaker marks are the oldest, the residents of the Nova Iguaçu region and those with the lowest level of education. Within the linguistic system, these marks are favored, in an unstressed context, by the external sandhi, by continuous consonants in the previous context, by the perfect past tense and by the regular oppositional pairs. Evidencing the interface between phonetics, morphology and syntax for the phenomenon of concordance, this research provides important contributions to the desired finer control of the phonic salience between singular and plural.

Keywords:phonetic, verbal agreement, linguistic variation.

 

Joyce Coutinho Nobrega de Araujo

Título da dissertação: Fato ou fatos: um estudo sobre as estratégias de referenciação em notícias.

Orientador(a): Maria Aparecida Lino Pauliukonis

Ano da defesa: 2020

Páginas: 101

 

Resumo:

O estudo pretende analisar as estratégias de referenciação utilizadas em notícias veiculadas nos sites de um jornal da mídia hegemônica (O Globo) e um da mídia alternativa (Brasil de Fato). Considerando que o texto jornalístico não é dotado de imparcialidade, mas, ao contrário, é impregnado de valores axiológicos, buscaremos investigar como os processos referenciais podem favorecer a progressão textual e a argumentação/persuasão nesse gênero e, a partir disso, verificar se as estratégias estariam a serviço de determinado contrato de comunicação e corroborariam, assim, para a difusão de determinada visão de mundo. Para tanto, serão selecionados textos de temática idêntica e, em seguida, identificaremos os aspectos divergentes entre as matérias, com vistas à descrição do contrato de cada dispositivo midiático. A pesquisa toma por base a Linguística de Texto, segundo a qual o texto não é um produto acabado, mas é construído na/ pela interação entre os sujeitos do discurso, e a Teoria Semiolinguística do Discurso, que defende a ideia de que o discurso resulta da realização de contratos estabelecidos por grupos sociais. Pretende-se, ainda, a partir dos resultados obtidos, contribuir para o desenvolvimento de metodologia de ensino de leitura, interpretação e produção textual e, dessa forma, promover a formação de leitores mais críticos, que consigam identificar marcas ideológicas em textos aparentemente isentos. Darão suporte à pesquisa os estudos empreendidos por Charaudeau (2015 e 2016), Cavalcante (2011) e Pauliukonis & Cavalcante (2018).

Palavras-chave: Notícia; Referenciação; Semiolinguística.

 

Abstract:

The study intends to analyze the referencing strategies used in news published on the websites of a newspaper from the hegemonic media (O Globo) and one from the alternative media (Brasil de Fato). Considering that the journalistic text is not endowed with impartiality, but, on the contrary, it is impregnated with axiological values, we will seek to investigate how referential processes can favor textual progression and argumentation / persuasion in this genre and, from that, check if the strategies they would be at the service of a specific communication contract and thus corroborate for the diffusion of a certain worldview. To this end, texts with an identical theme will be selected and, next, we will identify the divergent aspects between the materials, with a view to describe the contract of each media device. The research is based on Text Linguistics, according to which the text is not a finished product, but is built on / by the interaction between the subjects of the discourse, and the Semiolinguistic Theory of Discourse, which defends the idea that the discourse results the execution of contracts established by social groups. It is also intended, based on the results obtained, to contribute to the development of teaching methodology for reading, interpretation and textual production and, thus, to promote the formation of more critical readers, who are able to identify ideological marks in apparently exempt texts. The studies undertaken by Charaudeau (2015 and 2016), Cavalcante (2011) and Pauliukonis & Cavalcante (2018) will support the research.

Keywords:News; Referencing; Semiolinguistics.

 

Joyce Lopes das Dores Campos

Título da dissertação: É curioso como não sei dizer quem sou: a realidade em perspectiva em Água viva, de Clarice Lispector, e Luvas de pelica, de Ana Cristina Cesar

 

Orientador(a): Anélia Montechiari Pietrani

Ano da defesa:2020

Páginas: 84

 

Resumo:

Em Água viva(1978) eLuvas de pelica(1980), compreendemos que as autoras manejam a realidade de diferentes formas. Enquanto Ana Cristina Cesar cria propositalmente cortinas de fumaça para dispersar seus correspondentes, Clarice Lispector encara a coisa, mas só obtém a palavra enviesada. A escrita de ambas, porém, é fragmentada, estilhaçada: o traço em Ana Cristina é um truque, uma fuga de si mesma; as “linhas retas, finas e soltas” de Lispector carregam em seu dorso o que Gaston Bachelard (1932) diz ser a única realidade que existe: o instante – mas também uma fissura em seu interior, uma passagem secreta que faz vacilar o passo. Enquanto Lispector luta para que a palavra a entenda, enfrentando a incapacidade da linguagem em comportar a marca da existência, Ana Cristina brinca justamente com as armadilhas possíveis que o ato da escrita é capaz de produzir. Com isso, procuraremos mostrar de que modo as escritoras apreendem ou esquivam-se da realidade, a partir de certas imagens poéticas, como a água e a luva, suas interlocuções com outras manifestações artísticas, como a pintura e a música, além da própria literatura, perpassando críticas de Luciana di Leone (2008), Benedito Nunes (1995), Silviano Santiago (2004), Gaston Bachelard (1932), entre outros. Além disso, retomaremos outros escritos das autoras, como Perto do coração selvagem (1944) e A teus pés (1982), a fim de defendermos que, enquanto Lispector lida com tudo, Ana Cristina manipula todos.

Palavras-chave: Água viva; Clarice Lispector; Luvas de pelica; Ana Cristina Cesar; perspectiva; instante; pintura; imagem; cinema; artes visuais; zen-budismo; física quântica; poesia.

Abstract:

In Agua viva (1978) and Luvas de pelica (1980), I understand that the authors manage the reality in different forms. While Ana Cristina Cesar creates on purpose smoke screens to disperse her correspondentes, Clarice Lispector stares the thing, but only achieving the skewed word. Both writings, however, are fragmented, shattered: Ana’s trace is a trick, an escape from herself; Lispector’s “straight, fine and free lines” carry on the back what Gaston Bachelard (1932) claims to be the only reality that exists: the instant – but also a internal crack, a secret passage that makes the step hesitate. While Clarice fights so that the word understands her, facing the incapacity of language into containing the existence’s mark, Ana plays with the possible pitfalls that the act of writing is capable of producing. Hence, I will attempt to indicate how the writers capture or wriggle out the reality, from some poetic images, such as the water and the glove, and their dialogues with other artistic expressions, painting, music, and literature itself, going through critiques by Luciana di Leone (2008), Benedito Nunes (1995), Silviano Santiago (2004), Gaston Bachelard (1972), among others. Furthermore, I will retake other pieces of work by the authors, such as Perto do coração selvagem (1944) and A teus pés (1982), in order to sustain that while Clarice handles with everything, Ana manipulates everyone.

Keywords: Água viva; Clarice Lispector; Luvas de pelica; Ana Cristina Cesar; perspective; painting; instant; picture; movie; visual arts; buddhist zen; quantum physics; poetry.

 

Julia Goulart Silva

Título da dissertação:A poesia do demasiado humano na obra Hábito da terra de Ruy Duarte de Carvalho

 

Orientador(a): Carmen Lucia Tindó Ribeiro Secco

Ano da defesa:2020

Páginas: 117

 

Resumo:

O presente texto debruça-se sobre a poesia do escritor angolano Ruy Duarte de Carvalho na obra Hábito da terra (1988). Esta análise busca repensar os três feixes que perpassam a escrita poética do autor, isto é, a relação com a Antropologia, com as paisagens e com a poesia. O vínculo com a Antropologia surge da profissão do antropólogo, mas vai além do olhar científico dessa ciência. Os estudos etnográficos das sociedades do Sudoeste de Angola são a razão de ser da sua poesia. Nesse sentido, os seus poemas recriam os provérbios e a cultura das etnicidades que habitam esses espaços poetizados. Em relação às paisagens e aos espaços, há poemas, em que a voz poética se comunga com as paisagens, o que é analisado com o apoio teórico da obra A poética do espaço (1958) de Gaston Bachelard e do texto de Michel Collot ―Do horizonte das paisagens ao horizonte dos poetas‖. Além da simbiose do eu-poético com espaço, é preciso ressaltar a influência dos deslocamentos físicos, condição inerente ao ofício do antropólogo, na escrita, gesto que parte de paisagens físicas, fazendo surgir paisagens literárias. A poesia, portanto, é também um traço da escrita de Ruy Duarte de Carvalho. O poeta questiona-se sobre a relação da linguagem com o mundo que essa representa, isto é, ele repensa as maneiras de entrada no real. Ideias que são pensadas a partir do texto O arco e a lira (1956), de Octavio Paz e de Esse ofício do verso (2000), de Jorge Luis Borges. Os três feixes da escrita poética de Ruy Duarte de Carvalho, então, são entendidos de maneira única na elaboração da poesia do demasiado humano. Conceito que é retirado da obra de Nietzsche Humano, demasiado humano (1878). A poesia é uma forma de entrada no real que busca apreender, com o exercício de uma grafia lírica, o demasiado humano, perpassando e ultrapassando a Antropologia e as paisagens.

Palavras-chave:Ruy Duarte de Carvalho, demasiado humano, poesia angolana.

 

Abstract

The present text is about the poetry of the angolan writer Ruy Duarte de Carvalho found in the book Hábito da terra (1988). This analysis seeks to rethink the three beams that permeate the author’s poetic writing;which means the relation with anthropology, landscapes and poetry. The link with anthropology arises from the anthropologist’s profession, but it goes beyond the scientific gaze of this science. Ethnographic studies of the societies of southwest Angola are the meaning of his poetry. In this sense, his poems recreates the proverbs and the culture of the ethnicities that inhabit these poetized spaces. Regarding landscapes and spaces, there are poems that the poetic voice merges with the space, which is analyzed with the theoretical support of Gaston Bachelard’s A poética do espaço (1958) and Michel Collot’s text ―Do horizonte das paisagensaohorizonte dos poetas‖. Besides the symbiosis of the poetic voice with the space, it is necessary to emphasize the influence of physical displacements, a condition inherent to the anthropologist’s craft, in writing, a gesture that starts from physical landscapes, giving rise to literary landscapes. Poetry, therefore, is also a feature of Ruy Duarte de Carvalho’s writing. The poet wonders about the relation of language to the world it represents, which means that he rethinks the ways of entering the real. Ideas that are thought with the help of the book O arco e a lira (1956) by Octavio Paz andEsseofício do verso(2000) by Jorge Luis Borges. The three beams of Ruy Duarte de Carvalho’s poetic writing, then, are uniquely understood in the elaboration of the poetry of the all too human. Concept that is taken from the work of Nietzsche Humano, demasiadohumano (1878). Poetry is a way of entering the real that seeks to apprehend, with the exercise of calligraphy, the all too human, passing through Anthropology and the landscapes.

Keywords: Ruy Duarte de Carvalho, all too human, angolan poetry.

 

Leonardo da Silva Alves Machado

Título da dissertação: Descrição prosódica dos enunciados interrogativos disjuntivos nos falares brasileiros

Orientador(a): Cláudia de Souza Cunha

Ano da defesa: 2020

Páginas: 175

Resumo:

O presente trabalho objetiva descrever e analisar o contorno entoacional das interrogativas disjuntivas, as quais oferecem dois (ou mais) elementos em que um deles constituirá a resposta. Os elementos alternados sempre aparecerão relacionados pela conjunção alternativa “ou” (Moraes 1982, 1984). Investigamos as 25 capitais brasileiras que fazem parte do Projeto Atlas Linguísticos do Brasil (ALiB) a fim de caracterizarmos quais são as marcas que indicam regionalismo e onde elas recaem na sentença disjuntiva. Nossa hipótese central baseia-se nos achados de Silva (2011) ao explorar as questões totais provenientes do mesmo corpus. A autora constatou que o contorno associado à tônica nuclear difere os falares brasileiros em duas regiões dialetais: norte e nordeste com final ascendente e demais regiões com final descendente. No tipo interrogativo averiguado nesta pesquisa, este achado foi norteador e se confirmou em nossos dados. Em cada capital, foram inspecionadas as produções de oito informantes (quatro homens e quatro mulheres) estratificados, equitativamente, segundo a faixa etária (18 aos 30 anos e 50 aos 65 anos) e segundo a escolaridade (aqueles com escolaridade incompleta e aqueles que possuem formação superior). A descrição e a análise dos nossos dados levou em conta a apuração acústica e instrumental das incursões do parâmetro acústico da frequência fundamental (doravante F0) no interior das sílabas que compõem a pergunta: pré-núcleo, primeiro e segundo núcleo disjuntivo. Para propormos a representação fonológica das sentenças, adotamos a abordagem Autossegmental e Métrica da Fonologia Entoacional (Pierrehumbert 1980; Pierrehumbert & Beckman 1988; Ladd 1996, 2008.) e, para delimitação dos contornos melódicos disjuntivos, nos apoiamos na Fonologia Prosódica (Selkirk 1984, 1986, 2000; Nespor & Vogel 1986, 2007), uma vez que, segundo autores (Bartels 1999; Pruitt e Roelofsen 2013), a questão disjuntiva difere-se dos demais tipos frásicos interrogativos por ser mapeada em dois constituintes prosódicos. Os resultados obtidos a partir de nossa investigação podem ser situados em pontos específicos da composição do tipo frásico: 1) o pré-núcleo mostrou-se descendente em todas as cidades estudadas, porém há possibilidade de realização de um pico inicial cuja altura é menor do que o pico nuclear, sendo encontrado, principalmente, nas regiões norte e nordeste; 2) o movimento ascendente característico do primeiro núcleo disjuntivo difere as localidades de acordo com a sílaba que atinge o pico do enunciado, sendo a tônica nuclear nas localidades norte e centro-oeste e as postônicas nas demais regiões; 3) em relação ao movimento associado às sílabas finais da pergunta, a disjunção com final descendente e fronteira baixa realizou-se em todos os dados, porém foi possível encontrar sílabas finais com ascendência e associação de fronteira alta nos falares do norte e do nordeste. Tal fato confirma nossa hipótese e nos permite dividir as marcas regionais encontradas na disjunção em dois eixos distintos: norte-nordeste e centro-sul.

Palavras-chave:Prosódia dialetal; entoação; interrogativas disjuntivas.

Abstract:

This work aims to describe and analyze the intonational contour of disjunctive interrogatives, those ones that offer two (or more) elements in which one of them will constitute the answer. The alternating elements will always appear related by the alternative conjunction “or” (Moraes 1982, 1984). We investigated the 25 Brazilian capitals that are part from “Projeto Atlas Linguístico do Brasil” (ALiB) in order to characterize which are the marks that indicate regionalism and where they fall in the disjunctive sentence. Our central hypothesis is based on the findings of Silva (2011) when exploring the yes-no question coming from the same corpus. The author found that the contour associated with the nuclear tonic differs brazilian speech in two dialectal regions: north and northeast with ascending final and other regions with descending final. In the interrogative type investigated in this research, this finding was guiding and confirmed in our data. In each capital, the productions of eight informants (four men and four women) were stratified, equally, according to the age group (18 to 30 years old and 50 to 65 years old) and according to education (those with incomplete education and those who have higher education). The description and analysis of our data took into account the acoustic and instrumental investigation of the incursions of the fundamental frequency acoustic parameter (hereinafter F0) within the syllables that make up the question: pre-nucleus, first and second disjunctive nucleus. In order to propose the phonological representation of the sentences, we adopted the Autosegmental Metrical approach of the Intonational Phonology (Pierrehumbert 1980; Pierrehumbert & Beckman 1988; Ladd 1996, 2008.) and, to delimit the disjunctive melodic contours, we rely on Prosodic Phonology (Selkirk 1984, 1986, 2000; Nespor & Vogel 1986, 2007), since, according to authors (Bartels 1999; Pruitt and Roelofsen 2013), the disjunctive question differs from the other interrogative phrase types in that it is mapped into two prosodic constituents. The results obtained from our investigation can be located at specific points of the sentence-type composition: 1) the pre-nucleus was shown to be descending in all the cities studied, but there is the possibility of carrying out an initial peak whose height is less than that the nuclear peak, being found mainly in the north and northeast regions; 2) the upward movement characteristic of the first disjunctive nucleus differs from the localities according to the syllable that reaches the peak of the statement, with the nuclear tonic in the northern and central-western locations and the postonic ones in the other regions; 3) in relation to the movement associated with the final syllables of the question, the disjunction with a descending final and a low frontier was performed in all data, but it was possible to find final syllables with ascendancy and an association of high frontier in the northern and northeastern speeches. This fact confirms our hypothesis and allows us to divide the regional characteristics found in the disjunction into two distinct axes: north-northeast and center-south.

Keywords:dialectal prosody; intonation; disjunctive interrogatives.

 

Lucas Laurentino de Oliveira

Título da dissertação: Lampejos nos tempos sombrios: Hannah Arendt e Jorge de Sena

Orientador(a): Jorge Fernandes da Silveira

Ano da defesa: 2020

Páginas: 187

 

Resumo:

Dos eventos que marcaram o século XX, as explosões atômicas e o lançamento do satélite Sputnik I pela União Soviética se destacam pelo ineditismo. O primeiro mostrou que a humanidade pode se autodestruir, o segundo levou um objeto feito por homens para um espaço até então visto como inalcançável: o céu. Esta pesquisa parte de duas abordagens do segundo evento, sem desconsiderar o impacto do primeiro, para realizar um estudo analítico das obras de dois autores: Hannah Arendt e Jorge de Sena. Ambos compartilham de experiências que influenciaram em grande medida a visão de mundo que expuseram em seus textos. Destaca-se o fato de os dois serem duplamente exilados, fugindo de ditaduras e perseguições políticas. Tal condição deslocada levou-os a refletir sobre temas como pertencimento a um lugar, desumanização do diferente, liberdade, deterioração do espaço público e da linguagem. A articulação que pretendemos fazer entre os autores parte de considerações a respeito das revoluções científicas dos séculos XVII e XX e suas consequências para a humanidade e encontra na escrita ensaística uma forma de atuar textualmente no mundo, interpretando-o em todas as suas complexidades, procurando evitar reducionismos e respostas definitivas. Dessa maneira, privilegiamos a poesia meditativa seniana, que atravessa a sua obra e atinge particular intensidade nos metapoemas, e as reflexões arendtianas sobre os conceitos de ação, compreensão e mundo. Por meio da articulação pretendida, buscamos evidenciar como essas obras elaboram questões sobre o humano e suas possibilidades e lançam luz sobre temas que ainda nos são caros na contemporaneidade.

Palavras-chave:Hannah Arendt; Jorge de Sena; poesia portuguesa; filosofia política.

Abstract:

Among the events that marked the 20th century, the atomic explosions and the launching of the Soviet Union’s satellite Sputnik I stand out for their unprecedentedness. The first, showed that humanity has the power to self-destruct, while the second, took a man-made object to space, to the hitherto unreachable: the sky. Without neglecting the first event, this research starts from two approaches of the second event, without disregarding the impact of the first, to carry out an analytical study of the works of two authors: Hannah Arendt and Jorge de Sena. Both share experiences that have importantly influenced their respective worldviews as evidenced in their writings. Remarkably, the two authors have been, each, exiled twice, fleeing dictatorships and political persecutions. Such imposed homelessness prompted each one to meditate on such subjects as what does belonging to a country entail, on the dehumanization of the different others, on freedom, deterioration of both public space and language. We trace the link that we envisaged between these two writers to the consequences for humanity of the 17th and 20th centuries scientific revolutions. The essay form here adopted for the development o four narrative has been chosen for its particular suitability as a way of acting textually in the world, of interpreting it in all its complexities, while seeking to avoid reductionism and categorical jugdments. Thus, we privilege the Senian meditative line of poetry, which runs through his work and acquires particular intensity in his metapoems, and the arendtian reflections on the concepts of ‘action’, ‘understanding’ and ‘world’. By this juxtaposition, we aim to show how these distinctive works raise similar questions about the human condition and its modern ramifications as they shed light on subjects of great relevance to this day.

Keywords:Hannah Arendt; Jorge de Sena; portuguese poetry; political philosophy.

 

Mariana Fortes Maia

Título da dissertação: Vaga revelação das sensações secretas”: Gilka Machado e a poética das flores

Orientador(a): Anélia Montechiari Pietrani

Ano da defesa:2020

Páginas: 89

 

Resumo

Gilka Machado foi uma poeta carioca nascida no fim do século XIX e cujo primeiro livro, Cristais Partidos, vem a público em 1915. Considerada por muitos a precursora da poesia erótica de autoria feminina no Brasil, sua obra está impregnada por uma verdadeira paisagem sensorial: a visão não enxerga necessariamente mais do que o olfato, que também pode tocar mais do que o tato. A recorrência das imagens florais, essencialmente vegetais – já ilustrada no título de poemas como “Rosas”, “Sândalo”, “Violetas”, “Sempre-viva” –, em meio a um turbilhão de sensações corporais nos conduz a uma reflexão acerca de seus desdobramentos poéticos. Gilka não foi a única mulher de sua época a insistir nestas imagens outrora tão desgastadas pelo ideário romântico. Entretanto, a sua capacidade de metaforizar a condição de ser mulher acrescenta nuances às flores que dificilmente seriam atingidas por mera circunstância. Se são naturais, delicadas e perfumadas, também embriagam, podem nascer em brejos e, certamente, morrem – as flores são um caminho para o genuíno retorno a si. Este trabalho pretende pensar no jardim cultivado por Gilka Machado enquanto uma de suas mais potentes imagens poéticas, metonímia de uma organicidade que não se pretende transcendental, mas reveladora. Para tanto, debruçar-nos-emos sobre A Revelação dos Perfumes (1916), sua poética dos cheiros. Em seguida, passearemos pelos seus primeiros poemas com motivos florais, de Cristais Partidos (1915). Por fim, encerraremos nossa incursão com uma leitura de “Demônio branco”, parte de Sublimação (1938).

Palavras-chave:Gilka Machado; poética dos aromas; flor; perfume.

 

Abstract

Gilka Machado was a carioca poet born at the end of the 19th century and whose first book, Cristais Partidos, was made public in 1915. Considered by many to be the precursor of erotic poetry of female authorship in Brazil, her work is impregnated by a truly sensorial landscape: the vision does not necessarily see more than the smell, which can also touch more than the touch itself. The recurrence of floral images, essentially vegetal – already illustrated in the title of poems such as “Rosas”, “Sândalo”, “Violetas” and “Sempre-viva” –, amid a whirlwind of bodily sensations, leads us to a reflection about its poetic developments. Gilka was not the only woman of her time insisting on these images, once worn out by romantic ideas. However, her ability to metaphorize the condition of being a woman adds shades to the flowers that would hardly be reached by mere circumstances. If they are natural, delicate and fragrant, they also get drunk, can be born in swamps and, certainly, they die – the flowers are a path to the genuine return to yourself. This work intends to think about the garden cultivated by Gilka Machado, throughout her production, as one of her most potent poetic images, metonymy of an organism that is not intended to be transcendental, but truly revealing. To do so, we will focus on A Revelação dos Perfumes (1916), her own poetry of smells. Then, we will walk through her first poems with floral motifs, in Cristais Partidos (1915). Finally, we will end our incursion with a reading of “Demônio branco”, part of Sublimação (1938).

Keywords:Gilka Machado; poetics of smell; flower; perfume.

 

Mariana Gonçalves dos Santos

Título da dissertação: Como traduzir um brocado de seda? — Poemas de Matsuo Bashô traduzidos para o português de Herberto Helder

Orientador(a): Sofia Maria de Sousa Silva

Ano da defesa:2020

Páginas:175

 

Resumo:

Esta dissertação tem como foco as traduções ou, como indica o poeta português Herberto Helder (1930-2015), o trabalho de “mudança para português” dos haikus relacionados ao japonês Matsuo Bashô (1644-1694) lidos no livro O bebedor nocturno — poemas mudados para português, lançado em 1968. Dizemos poemas “relacionados” a Bashô, pois há um haiku de autoria de seu discípulo Kikaku, que se encontra na recolha por uma relação direta de leitura e “correção”, e eles são: “Ervas de estio”, “Um cuco”, “Libélula vermelha” e “Pimentão vermelho”. Tentaremos observar como o poeta Herberto Helder, reconhecido por uma violência diante da e ao manejar a língua, se põe na posição tripla de leitor-autor-tradutor diante do texto a ser traduzido (ou mudado ou transcriado), inserindo-se em uma tradição de pensar e traduzir textos antigos e/ou clássicos.

Palavras-chave:Herberto Helder; Matsuo Bashô; viagem; tradução; mudança; transcriação

 

Abstract:

This work focuses on the translations or, as indicated by the Portuguese poet Herberto Helder (1930-2015), on the work of “changing to Portuguese” of the haikus related to the Japanese poet Matsuo Bashô (1644-1694) from the book O bebedor nocturno — poems changed to Portuguese, published in 1968. We refer to poems “related” to Bashô, as there is a haiku by his disciple Kikaku, which is in this collection because of a direct relationship of reading and “correction”, and the haikus are: “Herbs of summer”, “A cuckoo”, “Red dragonfly” and “Red pepper”. We try to observe how the poet Herberto Helder, recognized for a violent handling of language, puts himself in the triple position of reader-author-translator in face of the text to be translated (or changed or transcreated) to Portuguese, inserting himself in a tradition of thinking and translating old and/or classic texts.

Keywords: Herberto Helder; Matsuo Bashô; journey; translation; change; transcriation

 

Mariana Souza Temoteo

Título da dissertação: A mimésis na obra As visitas do Dr. Valdez, de João Paulo Borges Coelho.

 

Orientador(a): Nazir Ahmed Can

Ano da defesa:2020

Páginas: 91

 

Resumo:

“Focalizando As visitas do Dr. Valdez (2004), segundo romance de João Paulo Borges Coelho, analisaremos a relevância do elemento mimésis que, segundo Homi K. Bhabha, perpassa a relação social entre colonizador e colonizado, neste caso em um espaço doméstico simbolicamente referenciado a Moçambique. Sá Caetana, Sá Amélia, Vicente e Dr. Valdez, as quatro personagens principais, convivem no apartamento de forma tensa e, ao mesmo tempo, constituem algo próximo a uma estrutura familiar. As visitas são projetadas por Sá Caetana, senhora mulata, mais ligada à esfera colonizadora, e Vicente, jovem negro colonizado, para animar os dias de Sá Amélia, irmã da primeira e mulher frágil, mais velha e dependente. A mimésis é o arcabouço da representação entre as personagens para deflagrar a relação de ambivalência colonial. A interpretação, assim, evidenciará o conflito social pertencente ao sistema colonial e apoiar-se-á em textos críticos sobre a obra do escritor moçambicano, teóricos sobre os modos de representação e subsídios da historiografia.”

Palavras-chave:Mimésis; representação; Moçambique; João Paulo Borges Coelho.

 

Abstract:

“From As visitas do Dr. Valdez (2004), second novel by João Paulo Borges Coelho, we analyze the interference of the mimesis element that, according to Homi K. Bhabha, runs through the social relationship between colonizer and colonized, in this case in a domestic space symbolically referenced to Mozambique. Sá Caetana, Sá Amélia, Vicente and Dr. Valdez, the four main characters, live in the apartment in a tense way and, at the same time, constitute something close to a family structure. The visits are designed by Sá Caetana, a colonizing Mulatto lady, more connected to the colonizing sphere, and Vicente, a young black colonized, to liven up the days of Sá Amélia, sister of the first and fragile, older and dependent. Mimésis is the framework of representation between the characters to trigger the relationship of colonial ambivalence. The interpretation, thus, will show the social conflict belonging to the colonial system and will be supported by critical texts on the work of the Mozambican writer, theorists on the modes of representation and subsidies of historiography.”

Keywords:Mimesis; representation; Moçambique; João Paulo Borges Coelho.

 

Max Lima da Silva

Título da dissertação: A poética musical de Manuel Bandeira

 

Orientador(a): Maria Lucia Guimarães de Faria

Ano da defesa: 2020

Páginas: 85

 

Resumo:

As conexões entre música e palavra não constituem uma descoberta: já na antiguidade clássica esta relação configurava a ideia de música em sua forma mais perfeita (teleion melos); música e poesia eram entendidas quase que como sinônimos, ambas dotadas de ritmos e intervalos passíveis de serem medidos com precisão. Embora o tempo tenha se encarregado de separar as duas modalidades artísticas, a poesia nunca deixou de operar musicalmente e vice-versa. Manuel Bandeira, um dos mais importantes autores da poesia modernista brasileira, é um claro exemplo de como música e palavra podem ser trabalhadas em harmoniosa parceria, iluminando-se reciprocamente. O poeta, dotado de uma técnica poética virtuosa e de profundo conhecimento musical, leva o trabalho sonoro em seus versos às últimas consequências. No entanto, não é apenas no nível sonoro que a poesia de Bandeira presta tributos à música. Há na obra desse poeta um enorme esforço em trabalhar o verso como o compositor opera na partitura. Para isso, ele toma emprestado da música procedimentos e formas de composição, expandindo a força comunicativa da poesia através dos sistemas de organização musical. Marchas, baladas, cantigas, temas e variações permeiam o universo poético do autor. Esse trabalho visa explorar o exercício musical na obra de Manuel Bandeira, buscando indicar não apenas as técnicas musicais por ele empregadas, mas também entender de que forma elas se firmam como valioso recurso de expressão poética.

Palavras-chave:Manuel Bandeira; música; poesia; melopoética.

 

Abstract

The connection between music and the spoken word is not something new. As far back as the classical era, this relation signified music in its perfect form, teleion melos. Music and poetry were conceived almost as synonyms, both imbued with precise rhythms and intervals. Even though time has endeavored to separate the two, poetry and music never ceased to share common elements. Manuel Bandeira, one of the most important authors of modern Brazilian poetry, is a clear example of how music and word can operate in harmonious partnership, each illuminating the other. Bandeira, equipped with virtuosic poetic techniques and a deep musical knowledge, develops the sonorous element of his verses to their maximum extent. However, it is not only the audible aspects of Bandeira’s poetry that pay tribute to music. He also makes an enormous effort to handle the verse as a composer operates in the score. In doing so, he borrows musical procedures and compositional forms, and expands the communicative power of his poetry by using elements of musical organization. Marches, ballads, songs, theme and variations — all of these pervade Bandeira’s poetic universe. This thesis explores the musical elements in the poetic works of Manuel Bandeira, aiming not only to indicate the music techniques at play, but also to understand how these techniques are employed as a powerful means of poetic expression.

Keywords:Manuel Bandeira; music; poetry; melopoetics.

 

Michael de Araujo Palmieri

Título da dissertação: A indeterminação do sujeito na escrita jornalística: uma comparação entre jornais impressos e digitais

Orientador(a): Juliana Esposito Marins

Ano da defesa: 2020

Páginas: 200

 

Resumo

À luz da Teoria de Princípios e Parâmetros (CHOMSKY 1981), estudos empíricos nas últimas três décadas vêm demonstrando que o Português Brasileiro (PB) vem passando por uma mudança na marcação do Parâmetro do Sujeito Nulo (PSN), no sentido de apresentar um comportamento distante das chamadas Línguas de Sujeito Nulo Consistentes, dado o aumento do preenchimento dos sujeitos de referência definida (DUARTE 1993, 1995) e a maior restrição de contextos em que o sujeito nulo ocorre. Buscamos verificar, neste trabalho, a tendência de implementação de estratégias não padrão de indeterminação do sujeito na escrita jornalística mais padronizada, uma vez que, com base no problema do encaixamento da Teoria da Variação e Mudança (WLH 2006[1968]), o maior preenchimento do sujeito de referência definida traz repercussões também no que se refere ao preenchimento nos sujeitos de referência indefinida (CAVALCANTE 1999, COUTO 2004, VARGAS 2010, entre outros). Para isso, foram selecionados três gêneros textuais do jornal digital Nexo Jornal – coluna, ensaio e serviço – e as estratégias pronominais foram analisadas a partir do continuum de indeterminação proposto por Marins, Soares da Silva e Duarte (2017). O continuum divide as estratégias em um polo de referência arbitrária – com as estratégias 3ª pessoa do plural, searb e a não padrão zeroarb – e um polo de referência genérica – com a estratégia segen e as não padrão você e zerogen. Em pontos intermediários, encontram-se as estratégias de 1ª pessoa do singular eu e as de 1ª pessoa do plural nós e a gente, que incluem o falante. Os gêneros analisados também foram divididos em um continuum de formalidade, a partir da sua permeabilidade à entrada de estratégias não padrão. A partir de nossa análise, foram reavaliados os resultados de Cavalcante (1999), principalmente os de seu último período, para que fossem estabelecidas comparações à luz do continuum de indeterminação. Verificamos que o grau de formalidade do texto é fator importante para que se determine o avanço de estratégias não padrão de indeterminação na escrita. Também se verificou que o gênero textual e suas características ajudam a limitar o escopo de estratégias. Nas estratégias em competição, há preferência pelo uso de se e nós, além de uma preferência geral bastante significativa pelo não preenchimento do sujeito. Embora baixos, os índices de estratégias não padrão indicam sua implementação lenta na escrita, sobretudo nos gêneros menos formais. Quanto às estratégias mais especificamente, a estratégia padrão se é bastante frequente em todos os gêneros analisados e é também um excelente indicador de grau de formalidade. A estratégia 3ª pessoa do plural, por outro lado, se mostrou pouco produtiva, muito por conta de sua especialização na indeterminação de caráter arbitrária, como indicava Cavalcante (1999), que verificou números estáveis de eles ao longo do tempo. As estratégias de categoria [+1ª pessoa/+plural] foram mais produtivas nos gêneros com maior apelo argumentativo, por seu caráter mais inclusivo. As estratégias não padrão você e zero apareceram, principalmente, no gênero menos formal, esta última com ocorrências apenas em discurso direto, indicando a resistência presente na escrita culta. As ocorrências da estratégia eu, diferentemente de todas as estratégias, ficaram limitadas a contextos hipotéticos, o que sugere uma possível reavaliação do seu uso.

Palavras-chave: Sujeito pronominal; Indeterminação do Sujeito; Parâmetro do Sujeito Nulo; Gêneros Jornalísticos

 

Abstract

In light of the Principles and Parameters Theory (CHOMSKY 1981), empirical studies in the last three decades have demonstrated that Brazilian Portuguese (BP) has been going through a change in the Null Subject Parameter (NSP) setting, presenting a behavior that is distant from the Consistent Null Subject Languages, given the increased level of overt representation of determinate referential subjects (DUARTE 1993, 1995) and broader restriction to contexts in which the null subject occurs. In this study, we aimed at verifying the tendency of actuation of non-standard strategies for subject indetermination in the more standard journalistic writing, considering that, based on the embedding problem of the Theory of Language Variation and Change (WLH 2006[1968]), the increased level of overt representation of determinate referential subjects leads to consequences for the overt representation of indeterminate referential subjects (CAVALCANTE 1999, COUTO 2004, VARGAS 2010, among others). To do that, we selected three written genres from the digital newspaper Nexo Jornal – columns, essays and service – and the strategies for indetermination were analyzed according to the continuum of indetermination proposed by Marins, Soares da Silva and Duarte (2017). The continuum divides the strategies into a pole of arbitrary reference – with the 3rd person plural, the clitic searb and the non-standard zeroarb strategy – and a pole of generic reference – with the strategy segen and the non-standard você and zerogen. At in-between stages, we can find the 1st person singular eu and the 1st person plural nós and a gente, which include the speaker. The analyzed genres were also arranged along a continuum of formality, based on their acceptance to the entrance of non-standard strategies. Based on our analysis, the results of Cavalcante (1999), particularly the ones from the last period, were re-evaluated, with the goal of establishing comparisons in the light of the continuum of indetermination. We have established that the formality level of a text is an important factor to determine the advance of non-standard strategies for subject indetermination in written texts. It was also possible to establish that the written genre and its features help limit the possible strategies that may occur. Considering the strategies in competition, the preference is for the use of se and nós, aside from a general preference for the null realization of the subject. The level of usage of non-standard strategies, albeit low, point to their slow actuation in the written language, particularly in the less formal genres. As for the strategies more specifically, the standard se is considerably frequent in all analyzed genres and it is a great indicator of formality level. The 3rd person plural, on the other hand, was not very productive, mainly because of its specialization as arbitrary, as indicated by Cavalcante (1999), that verified stable percentage points throughout the periods of time in her study. The strategies of [1st person/+plural] category were more productive in the genres with more argumentative appeal, because of their inclusive feature. The non-standard strategies você and zero occurred mainly in the less formal genre. The latter appeared only within direct discourse, which indicates the resistance of the more standard written language. The occurrences of eu, differently from all other strategies, were limited to hypothetical contexts, suggesting a possible re-evaluation of its usage.

Keywords: Pronominal Subject; Subject Indetermination; Null Subject Parameter; Journalistic Genres.

 

Morgana Chagas Ferreira

Título da dissertação: Da Deslembraça ao Legado: Topoanálise na Obra Literária de Carmen Dolores

Orientador(a): Maria Lucia Guimarães de Faria

Ano da defesa:2020

Páginas: 77

 

Resumo:

Acompanhando a tendência das pesquisas que almejam fazer um resgate da literatura de autoria feminina, será investigada neste trabalho a produção literária de Carmen Dolores – crônicas, contos e, especialmente, o seu único romance publicado (A luta, 1911) – em que a autora parece utilizar a descrição de espaços físicos não só como um procedimento estético, mas também como um registro da mudança de comportamentos resultante da crescente modernização dos costumes. Veremos como o trabalho realizado com a linguagem feito por Dolores constrói um mundo ficcional que aponta para uma realidade fora do espaço do texto e que registra o movimento da vida na virada do século XIX para o XX, bem como as tensões existentes durante o processo. As paisagens textuais montadas pela autora dão uma outra perspectiva da posição que as personagens femininas ocupavam na literatura da época, já que há a construção de distintos perfis de mulheres e a criação de diálogos longos entre elas com temáticas não recorrentes, como a emancipação de suas figuras. Também empreenderemos um levantamento teórico relevante para os estudos de viés topoanalítico, com a revisitação de Bachelard (1978), Damatta (1985), Dibie (1988), Lobo (2008), entre outros que auxiliarão no desenvolvimento e alargamento de dois conceitos com os quais a autora opera frequentemente: casa e rua. Aqui, casa e rua são mais do que espaços físico-geográficos – funcionam também como duas categorias antropo-sociológicas fundamentais para compreender os múltiplos contextos nos quais a cultura brasileira está inserida.

Palavras-chave: Carmen Dolores; topoanálise; mulher.

 

Abstract

Following the trend of research that aims to rescue the literature of female authorship, this work will investigate Carmen Dolores’ literary production – chronicles, short stories, and especially her only published novel (The Struggle, 1911) – in which the author seems to use the description of physical spaces not only as an aesthetic procedure, but also as a record of the change in behavior resulting from the increasing modernization of customs. We will see how the work done by Dolores with the language builds a fictional world that points to a reality outside the text space, which records the movement of life at the turn of the nineteenth to the twentieth century, as well as the tensions that exist during the process. . The textual landscapes assembled by the author give another perspective of the position that female characters occupied in the literature of the time, since there is the construction of distinct profiles of women and the creation of long dialogues between them with non-recurring themes, such as the emancipation of their own. figures. We will also undertake a relevant theoretical survey for topanalytic bias studies, with the revisiting of Bachelard (1978), Damatta (1985), Dibie (1988), Lobo (2008), among others that will assist us in the development and expansion of two concepts with which the author often operates: home and street. Here, home and street are more than physical- geographical spaces – they also function as two fundamental anthropo-sociological categories to understand the multiple contexts in which Brazilian culture is inserted.

Keywords: Carmen Dolores; topoanalysis; woman.

 

Ravena Beatriz de Sousa Teixeira

Título da dissertação: Estruturas com verbo (semi)suporte: a variação sob um prisma construcionista

Orientador(a): Marcia dos Santos Machado Vieira

Ano da defesa: 2020

Páginas: 155

Resumo:

A presente análise funcional-cognitiva, de cunho sincrônico, debruça-se sobre o funcionamento de complexos verbo-nominais de carga semântica passiva na disposição de cenários negativos, na Gramática de Construções do Português do Brasil (PB). Eles são compostos por verbo-(semi-)suporte de natureza passiva, cujos constructos focalizados: envolvem os lexemas levar, tomar, sofrer, receber e ganhar; formam predicadores como levar uma pancada, tomar uma pancada, sofrer uma pancada, receber uma pancada e ganhar uma pancada. Na configuração desses padrões é possível encontrar exemplares mais centrais e outros mais periféricos. Crê-se, em linhas gerais, na existência de algum grau de equivalência entre os distintos padrões construcionais de predicação, havendo, em relação ao ambiente contextual e cotextual em jogo, um maior acionamento de um ou outro padrão ou de um ou outro verbo. Assim sendo, examinam-se dados oriundos de eventos de uso angariados no Corpus do Português NOW, de modo a verificar, a um só tempo, a hipótese de emprego dessas perífrases no Português para configurar predicação passiva que indique uma afetar de ordem negativa e a hipótese de variação construcional entre os pareamentos que viabilizam esse tipo de predicação, que se manifestam estatisticamente e, em razão da produtividade de seu acionamento e de sua(s) similaridade(s), podem ser entrincheirados como unidades aloconstrucionais em uma metaconstrução (região no constructicon de neutralização de diferenças). Logo, com base nos pressupostos da Gramática de Construções, da Linguística Funcional-Cognitiva e da Sociolinguística (TRAUGOTT & TROUSDALE, 2013; GOLDBERG, 1995, 2006; PEREK, 2015; CAPPELE, 2006; MACHADO VIEIRA, 2016; WEINREICH, LABOV, HERZOG, 1968), tenciona-se (i) descrever a configuração formal e funcional de tais predicadores complexos; (ii) identificar em que medida as construções compostas pelos verbos-suportes aqui em foco se assemelham e distinguem, a depender do elemento a preencher a posição de verbo-suporte; e, então, (iii) representar a variação/alternância entre os predicadores com base na relação associativa entre valores de atributos deles. Por conseguinte, recorre-se a metodologia de cunho qualitativo e quantitativo em favor do mapeamento estatístico das propriedades dos predicadores acionados em comportamentos linguísticos registrados em corpus, para apreender, então, os padrões de uso das perífrases e os elos relacionais estabelecidos entre as mesmas. Considerando a carência de estudos sobre esse tipo de predicador e sobre o fenômeno de variação construcional, esta pesquisa empírica soma subsídios descritivos ao mapeamento de predicação no Português e à defesa de generalizações sobre variação no quadro da Gramática de Construções.

Palavras-chave:Predicação; Construções com verbo-suporte; Gramática de Construções; Variação.

Abstract:

The present functional-cognitive analysis, of a synchronous nature, focuses on the functioning of passive semantic verb-nominal complexes in the disposition of negative scenarios, in the Brazilian Portuguese Grammar (PB). They are composed by verb- (semi-) support of a passive nature, whose focused constructs: involve the lexemes take (levar), take (tomar), suffer (sofrer), receive (receber) and win (ganhar); form predicators like taking a hit (levar uma pancada), taking a hit (tomar uma pancada), getting hit (sofrer uma pancada), getting hit (receber uma pancada) and winning a hit (ganhar uma pancada). In the configuration of these patterns it is possible to find more central and more peripheral specimens. In general, it is believed that there is some degree of equivalence between the different construction patterns of predication, with, in relation to the contextual and co-textual environment at stake, a greater activation of one or the other pattern or one or the other verb. Therefore, data from use events raised in the Corpus do Português NOW are examined, in order to verify, at the same time, the hypothesis of using these periphrases in Portuguese to configure passive predication that indicates a negative affect and the hypothesis of constructional variation between the pairings that make this type of predication feasible, which are statistically manifested and, due to the productivity of their activation and their similarity (s), can be entrenched as alloconstructive units in a metaconstruction (region in the difference neutralization constructicon). Therefore, based on the assumptions of the Grammar of Constructions, Functional-Cognitive Linguistics and Sociolinguistics (TRAUGOTT & TROUSDALE, 2013; GOLDBERG, 1995, 2006; PEREK, 2015; CAPPELE, 2006; MACHADO VIEIRA, 2016; WEINREICH, LABOV, HERZOG , 1968), it is intended (i) to describe the formal and functional configuration of such complex predicators; (ii) identify to what extent the constructions composed by the support verbs here in focus are similar and distinguish, depending on the element to fill the position of support verb; and then (iii) represent the variation / alternation between the predicators based on the associative relationship between their attribute values. Therefore, we use the qualitative and quantitative methodology in favor of the statistical mapping of the properties of the predicators triggered in linguistic behaviors recorded in corpus, to apprehend, then, the patterns of use of the periphrases and the relational links established between them. Considering the lack of studies on this type of predicator and on the phenomenon of constructional variation, this empirical research adds descriptive subsidies to the predication mapping in Portuguese and to the defense of generalizations about variation in the context of the Construction Grammar.

Keywords: Predication; Constructions with support verb; Construction Grammar; Variation.

 

Roberto da França Neves

Título da dissertação: A transfiguração do conto em Nestor Victor: liberdade e hibridismo da prosa poética em Signos

Orientador(a): Maria Lucia Guimaraes Faria

Ano da defesa: 2020

Páginas:151

Resumo

Este trabalho pretende investigar a obra Signos de Nestor Victor, composta de um prólogo, nove contos e da novela “Sapo”, publicada em 1897. Muitos críticos relatam uma produção inspirada pelo teor simbolista, e certamente ela foi a sua principal contribuição para o movimento. Elaborada nesse período de reação e contestação ao racionalismo, a obra está carregada de niilismo e engajada na ação de ruptura com os valores mais notáveis da civilização. Seus personagens vivenciam o tédio, e por não suportarem tal regime, estão na linha tênue entre a sanidade e a loucura e entre a vida e a morte. Inspirado nos modelos biográficos de liberdade, o autor difundiu valores anômalos em lugar dos bons e proveitosos. O narrador sofre o desconforto em relação a tudo que o leva à obrigação e à satisfação da Natureza e ao desprezo pelo indivíduo; por isso, os problemas que frustram o amor, a simpatia e a comunhão são irreconciliáveis. Signos é sobretudo uma obra que retrata o drama da degenerescência da vida humana e a integridade da personalidade, sem sofrer a influência dos mecanismos externos que desconstroem essencialmente o ser; a solidão é o inescapável fim dos personagens. Em decorrência da ação nefasta da ordem, restará ao narrador subverter o discurso lúcido da elite literária e promover a quebra de paradigmas: mas o artista não se impressiona tanto com os combates. Apontará para irracionalidade como única possibilidade de habitar um espaço hostil, ainda que isto seja dissimulado: a compreensão mais exata desses contos fica velada à organização tradicional. Ainda que sua leitura aparentemente pareça fácil, sua mensagem mais oculta não está compactada em ordem linear, sendo mais bem apreendida pela sugestão, pelo apelo à sugestão no entrelaçamento de dados intratextuais e pela quebra dos modelos tradicionais do discurso. O artista usa a prática da intertextualidade com diversos elementos, hibridiza os chamados gêneros e afirma sua liberdade de não se enquadrar em modelos pré-concebidos.

Palavras-chave: Nestor Victor; Signos; Sapo; simbolismo; hibridismo.

Abstract

This work aims to investigate the work Signos by Nestor Victor, composed of a prologue, nine short stories and the novel “Sapo”, and published in 1897. Many critics report a production inspired by the symbolist content, and certainly it was his main contribution to the movement. Elaborated in this period of reaction and opposition to rationalism, the work is charged with nihilism and engaged in the action of breaking with the most notable values of civilization. Its characters experience boredom, and because they do not support such a regime, they stand on the tenuous line between sanity and madness and between life and death. Inspired by the biographical models of freedom, the author disseminated anomalous concepts instead of the good and profitable ones. The narrator suffers discomfort in relation to everything that leads him to Nature’s obligation and satisfaction and contempt for the individual; therefore, the problems that frustrate love, sympathy and communion are irreconcilable. Signos is above all a work that portrays the drama of the degeneration of human life and the integrity of the personality, without being influenced by external mechanisms that essentially deconstruct the being; loneliness is the inescapable end of the characters. As a result of the nefarious action of the order, the narrator will have to subvert the lucid discourse of the literary elite and promote the breaking of paradigms: but the artist is not so impressed with the fighting. He will point to irrationality as the only possibility of inhabiting a hostile space, even if this is veiled: the most accurate understanding of these tales is not evident to traditional organization. Although its reading seems to be easy, its most hidden message is not compressed in a linear order, being better apprehended by suggestion, by the appeal to suggestion in the intertwining of intratextual data and by breaking traditional models of discourse. The artist uses the practice of intertextuality with several elements, hybridizes the so-called genres and affirms his freedom not to fit into pre-conceived models.

Keywords:Nestor Victor; Signos; Sapo; Symbolism; hybridity.

 

Tatiane Gonçalves Sudré

Título da dissertação: Efeitos gramaticais da classe semântica do modificador: o licenciamento e a interpretação dos adjetivos de grau relativos

Orientador(a): Ana Paula Quadros Gomes

Ano da defesa: 2020

Páginas: 99

 

Resumo

Esta dissertação investiga os adjetivos na interface sintaxe-semântica. Encontrar os traços que distinguem certos adjetivos dos demais, habilitando-os a entrar em ambientes sintáticos seletivos, tem sido um objetivo de muita pesquisa linguística, em diferentes linhas teóricas e diversos níveis de análise. No quadro da semântica formal, adotando uma semântica de graus na linha de Kennedy e McNally (2005), propomos que o componente gramatical distingue os chamados adjetivos de grau (AGs), e, dentre eles, em especial, a subclasse dos adjetivos de grau relativos (AGRs). Para averiguar a hipótese de que essa classe semântica é destacada pelo componente gramatical, apresentando um comportamento diferenciado na gramática do português brasileiro (PB), investigamos três fenômenos bastante conhecidos, nos quais não é qualquer adjetivo que vai ser licenciado: (i) a modificação nominal em posição atributiva não-canônica („os altos escalões‟, *„os clínicos exames‟); (ii) a função sintática de determinante plural em sintagmas nominais em posição de argumento sentencial („Diferentes gatos miaram‟,*„Últimos convidados chegaram‟) e (iii) as sentenças exclamativas („Que dia lindo!‟,*Que copo metálico!). Os resultados de nossos estudos sustentam que os AGs apresentam traços sintáticos distintivos, e que os AGRs, além disso, apresentam traços semânticos diferenciadores, responsáveis por seu licenciamento em ambientes sintáticos em que os outros adjetivos não são permitidos.

Palavras-chave: Adjetivo; Sintaxe; Semântica; Semântica Formal; Semântica Escalar; Português Brasileiro

Abstract

This dissertation studies the adjectives in the syntax-semantic interface. Finding the features that distinguish certain adjectives from others, enabling some (but not all) to enter selective syntactic environments, has been the goal of many linguistic researchers, from different theoretical backgrounds and at different levels of analysis. Within the framework of formal semantics, adopting a semantics of degrees along the lines of Kennedy and McNally (2005), we propose that the grammatical component distinguishes the so-called gradable adjectives (GAs), and among them, especially the subclass of relative gradable adjectives (RGAs). In order to verify the hypothesis that this semantic class is spotted by the grammatical component, presenting a different behavior in the grammar of Brazilian Portuguese (BP), we have looked into three well-known phenomena, where few adjectives are licensed: (i) the modification nominal in non-canonical attributive position (‘os altos escalões’, *„os clínicos exames‟); (ii) the syntactic function of plural determinants in noun phrases occupying a sentential argument position („Diferentes gatos miaram‟, *„Últimos convidados chegaram’) and (iii) exclamatory sentences („Que dia lindo!‟, *„Que copo metálico!‟). The findings maintain that GAs, and moreover, RGAs, have special semantic features, responsible for their licensing in syntactic environments where most adjectives are not allowed.

Keywords:Adjective; Syntax; Semantics; Formal Semantics; Scalar Semantics; Brazilian Portuguese

 

Thaissa Frota Teixeira de Araujo Silva

Título da dissertação: Lembro de você; preciso de ti: uma análise diacrônica das variantes oblíquas de 2SG na escrita epistolar fluminense

Orientador(a): Célia Regina dos Santos Lopes

Ano da defesa: 2020

Páginas: 125

 

Resumo

A inserção de você no quadro pronominal do Português Brasileiro (doravante PB) em variação com o pronome tu para referência à 2a pessoa do singular (doravante 2SG) ocasionou diferentes desdobramentos para as demais relações gramaticais (acusativo, dativo, oblíquo e genitivo), com a formação de um paradigma misto que apresenta formas de 2a e 3a pessoa. A posição de sujeito tem sido mais estudada e trabalhos como os de Lopes e Cavalcante (2011) e de Lopes et al. (2018) identificam a existência de três subsistemas de tratamento para o PB – (1) você exclusivo, (2) tu exclusivo e (3) alternância você/tu –, que já se faziam notar na posição de sujeito desde o século XIX. Entre os estudos que se dedicaram a investigar a variação tu e você em outras posições (não-sujeito), no Rio de Janeiro, há descrição minuciosa para o acusativo (SOUZA, 2014) e dativo (OLIVEIRA, 2014), faltando ainda uma descrição para o oblíquo. O presente trabalho tem por objetivo, portanto, analisar as formas alternantes oblíquas de 2SG do singular na diacronia em cartas fluminenses. Consideramos como oblíquos de 2SG sintagmas preposicionados que apresentam como núcleo os pronomes tônicos ti e você, além da forma morfologizada contigo, que não admitem substituição por clítico (por exemplo: “todas as noites, eu sonho com você” > *“todas as noites eu te sonho”). Levaremos em conta os princípios básicos da sociolinguística variacionista laboviana (WEINREICH; LABOV; HERZOG, 1968; LABOV, 1994) e da sociolinguística histórica (CONDE SILVESTRE, 2007; HERNÀNDEX-CAMPOY; CONDE SILVESTRE, 2012) para a análise de um corpus constituído por cartas pessoais fluminenses produzidas entre fins do século XIX e durante o século XX. Os resultados evidenciam que formas oblíquas do paradigma de você apresentam maior correlação com a forma utilizada na posição de sujeito do que as acusativas e dativas, passando a ser mais frequentes a partir de meados do século XX.

Palavras-chave: pronomes 2SG; tratamento; oblíquo.

 

Abstract

The rise of você in the Brazilian Portuguese pronominal chart in variation with the pronoun tu as subject in the representation of the 2nd person singular has caused different implications to others syntactic positions (accusative, dative, oblique and genitive), with the formation of a mixed paradigm that presents 2nd and 3rd person forms. The subject position has been widely studied (cf. LOPES; CAVALCANTE, 2011; LOPES et al.,2018). These studies identify the existence of three subsystems of treatment for Brazilian Portuguese – (1) exclusive você, (2) exclusive tu, (3) variation você ~ tu – that were already noticed at the subject position since the 19th century. Among the studies that dedicate to investigating the variation tu ~ você at other positions (non-subject), there is a detailed description of accusative (SOUZA, 2014) and dative (OLIVEIRA, 2014) at Rio de Janeiro, lacking the analysis of oblique. Therefore, the present work aims to analyse the oblique alternating forms of 2nd person singular diachronically in private letters from Rio de Janeiro. I assume the alternating oblique forms are prepositional phrases whose nucleus are the tonic pronouns ti and você, beyond the form contigo. The oblique forms of 2nd person singular do not allow substitution by clitic (for example: “todas as noites, eu sonho com você” > *“todas as noites eu te sonho”). As theoretical-methodological apparatus, we combine the assumptions of Labovian variationist sociolinguistics (WEINREICH, LABOV & HERZOG, 1968; LABOV, 1994) with the historical sociolinguistics (CONDE SILVESTRE, 2007; HERNÀNDEX- CAMPOY & CONDE SILVESTRE, 2012) to the analyses of a corpus consisted by private letters from the end of 19th century and during the 20th century. According to the results, the oblique forms from você paradigm have a stronger correlation with the form used in the subject position the accusative and dative forms, becoming more frequent from the mid- twentieth century.

Keywords: 2nd person‟s pronouns; treatment; oblique.

 

Wendel Carlos de Sousa

Título da dissertação: O sentimento de culpa no lirismo final de Carlos Drummond de Andrade

Orientador(a): Gilberto Araújo de Vasconcelos Júnior

Ano da defesa: 2020

Páginas: 93

 

Resumo

O sentimento de culpa é recorrente na poética de Carlos Drummond de Andrade. Desde a fase social de sua obra, a culpa é marca indelével do sujeito. As questões de melancolia, é bem verdade, já vinham expressas desde o início de sua obra, mas é a partir de Sentimento do mundo (1940) que a figura culpada do gauche desponta com total vigor. Críticos como Antonio Candido, Vagner Camilo e José Guilherme Merquior estabeleceram análises acerca desse aspecto marcante nos volumes do autor itabirano, e, a partir deles, estendemos nosso estudo até o momento final da lírica drummondiana, quando a memória aparece como principal matéria de poesia. Das obras de Drummond, privilegiamos Lição de coisas (1962) e a série Boitempo, lançada entre 1968 e 1979, e desses volumes tiramos o corpus necessário para o tratamento do tema a que nos propomos, mas nunca deixando de lado poemas importantes de obras anteriores a essa fase que nos auxiliam na elaboração de nosso exame.

Palavras-chave: Carlos Drummond de Andrade; culpa; melancolia.

 

Abstract

The guilty feeling is recurrent in Carlos Drummond de Andrade poetics. Since the social phase of his work, the guilty feeling is an indelible mark of the subject. The questions of melancholy, it is true, had been expressed since the beginning of his work, however it is from the Sentimento do mundo (1940) that the guilty figure of the gauche surfaced with full vigor. Critics such as Antonio Candido, Vagner Camilo and José Guilherme Merquior have established analyzes of this striking aspect in the volumes of the itabiran author, and from them, we extend our study until the final moment of dummondian lyric, when memory appears as the main subject of poetry. Among Drummond’s works, we privileged Lição de coisas (1962) and the Boitempo series, launched between 1968 and 1979, and, from theses volumes, we took the necessary corpus for the treatment of the theme we propose, but never forgetting important poems from works before this phase wich help us in our exam preparation.

Keywords: Carlos Drummond de Andrade; guilty feeling; melancholy.

 

William Oliveira Pereira

Título da dissertação: “Cinco tons de trágico em Tutameia”

Orientador(a): Maria Lucia Guimaraes Faria

Ano da defesa: 2020

Páginas: 72

 

Resumo

O trágico perpassa as narrativas de Guimarães Rosa. Seja qual for a travessia de seus heróis em que se pouse a atenção, nela parece haver aquela unidade de salvação e aniquilamento que constitui um tom fundamental de todo trágico. Tutameia parece ser um desses livros que levam tal lógica às últimas consequências, embora de lógica – no sentido racional do termo – ele pouco queira saber. Última obra publicada pouco antes da morte de seu autor, em 1967, ela carrega também um título adicional – Terceiras estórias –, que mais embaralha do que esclarece, levando-nos a uma espécie de cilada. Entretanto, assim como a vida, é de ciladas e caminhos tortuosos que se fazem as quarenta narrativas de Tutameia, cujos personagens transitam entre a vitória e a derrota, entre o aniquilamento e a salvação. Esta dissertação procura, portanto, demonstrar como certos elementos do trágico se manifestam em cinco estórias da obra. Mas por ser este um livro que surge como um chute em nossas certezas sobre totalidade e transcendência, nosso trabalho acaba, por extensão, refletindo também sobre alguns aspectos de nossa própria existência.

Palavras-chave: Guimarães Rosa; Tutameia; trágico.

 

Abstract

The tragic element runs through the narratives of Guimarães Rosa. No matter which crossings his characters are facing, there always seems to emerge, in his literary pieces, that unity of salvation and annihilation that constitutes a fundamental shade of all tragic. Tutameia seems to be one of those books that takes this logic to the extreme, although of logic – in a rational sense of the term – little it wants to know. As the last published work shortly before its author’s death, in 1967, Tutameia also has an additional title – Third Stories –, which puzzles more than clarifies, leading us to a kind of trap. However, as in life, the forty narratives of this book are made of traps and tortuous paths, where characters move along between victory and defeat, annihilation and salvation. This dissertation seeks, therefore, to demonstrate how some traits of the tragic manifest themselves in five selected stories of this literary work. But since we are talking about a book that works as a punch on our certainties, our writing ends up, by extension, also thinking on some aspects of our own existence.

Keywords: Guimarães Rosa; Tutameia; trágico

 

DISSERTAÇÕES DEFENDIDAS EM 2019

Total de dissertações defendidas: 33

Antonio Ricardo Ribeiro Cidade

Título da dissertação: Tutameia: construção de sentidos e estratégias de diálogo (meta)ficcionais nas terceiras estórias

 

Orientador(a): Maria Lucia Guimarães de Faria

Ano da defesa: 2019

Páginas: 89

 

Resumo:

A pesquisa investiga as relações entre leitor e obra e as operações mentais que ocorrem durante a leitura. Como essas operações contribuem para a construção de sentidos é o que nos move. Nosso objeto de estudo é o livro Tutameia, de João Guimarães Rosa. Na interpretação das 40 estórias procuramos determinar o que constitui o chamado “universo rosiano”. Esta pesquisa tem por objetivo, através da apresentação e análise de Tutameia, demonstrar que a construção de sentidos e as estratégias de diálogo metaficcional são operações concomitantes. Ambas concorrem para a ampliação do universo habitual de leitura e compreensão. Pretendemos mostrar de que maneira o livro convida o leitor a abandonar os “hábitos estadados” de leitura de modo a dispor-se ao apelo e desafio da obra. Exibindo uma estrutura de alta complexidade, com superposição de planos semânticos e mecanismos internos capazes de lhe dar ritmo e movimento, Tutameia exorta o leitor a abandonar a preguiça mental escondida por trás da “palavra difícil”: “Não se temam as difíceis palavras”. (ROSA, 2009: 216). Na investigação do ser da obra rosiana usaremos, entre outras, as teorias “O jogo como o modo de ser da obra de arte”, de Hans-Georg Gadamer, a “Teoria do efeito estético”, de Wolfgang Iser, a poética da ironia, de Ronaldes de Melo e Souza, e o amplo estudo realizado pela professora Maria Lucia Guimarães de Faria que constituiu sua tese de doutorado, intitulada Aletria e hermenêutica nas estórias rosianas.

Palavras-chave: João Guimarães Rosa, Tutameia, ficção, metaficção, literatura brasileira.

 

Abstract:

The present paper investigates the relationships between reader and work and the mental operations that occur during reading. How these operations contribute to the construction of meanings is what moves us. Our object of study is the book Tutameia, by João Guimarães Rosa. In the interpretation of the 40 stories we try to determine what constitutes the so-called “Rosian universe”. This research aims, through the presentation and analysis of Tutameia, to demonstrate that the construction of meanings and strategies of metafictional dialogue are concomitant operations. Both contribute to the expansion of the usual universe of reading and understanding. We intend to show how the book invites the reader to abandon the “usual reading habits” in order to be prepared for the appeal and challenge of the work. Displaying a structure of high complexity, with superimposition of semantic plans and internal mechanisms capable of giving rhythm and movement, Tutameia urges the reader to abandon the mental laziness hidden behind the “difficult word”: “Do not fear the difficult words.” (ROSA, 2009: 216). In the investigation of the being of the Rosian work we will use, among others, Hans-Georg Gadamer’s theories of “Playing as the mode of being of the work of art”, Wolfgang Iser’s “Theory of aesthetic effect”, the poetics of irony, by Ronaldes de Melo e Souza, and the extensive study by Professor Maria Lucia Guimarães de Faria, who constituted her doctoral dissertation, entitled Aletria and Hermeneutics in the Rosian stories.

Keywords: João Guimarães Rosa, Tutameia, ficiton, metafiction, Brazilian literature.

 

Bruna Brasil Albuquerque de Carvalho

Título da dissertação: “O que você acha do uso de tu?”: a percepção da variação dos pronomes de 2SG no dialeto carioca

 

Orientador(a): Célia Regina dos Santos Lopes

Ano da defesa:2019

Páginas: 111

 

Resumo

Neste trabalho, são analisadas as formas pronominais de segunda pessoa do singular (2SG) em posição de sujeito. Pesquisas anteriores, com base em análise de corpora, indicam que você, a partir do século XX, foi ampliando seu escopo de uso no português brasileiro (PB), sendo atualmente a forma preferencial e não-marcada de referência à 2SG no Rio de Janeiro, ao lado do pronome tu, que se manteve, restrito a situações de maior intimidade e informalidade. Embora tu tenha perdido espaço para você, estudos sincrônicos apontam para um “retorno” dessa forma ao dialeto carioca nos últimos anos. A partir do quadro atual em que se encontra a variação pronominal de 2SG, essa pesquisa tem como objetivo principal observar como os falantes do PB, em especial os falantes cariocas, percebem as formas tu e você e se a percepção sobre a forma tu está atrelada à falta de concordância verbal canônica, que é o mais usual entre os falantes do Rio de Janeiro. Além disso, pretendo observar quais significados sociais são indexicalizados pelas formas de 2SG. Para tanto, foram construídos dois experimentos, um julgamento de adequação sociolinguística e um questionário de avaliação subjetiva, na tentativa de evidenciar diferentes aspectos da percepção sobre a variação de 2SG. Como hipótese central, defendo que o pronome você é percebido pelos falantes cariocas como adequado a diferentes contextos sociointeracionais, enquanto a percepção da forma tu se diferencia de acordo com o tipo de relação estabelecida entre os falantes, sendo considerado como mais adequado nas relações simétricas e menos adequado nas assimétricas. Considero, ainda, que o pronome tu teria alguns significados sociais como ‘informalidade’, ‘intimidade’, ‘carioquice’ e ‘juventude’ enquanto a forma você é avaliada de forma mais neutra no dialeto carioca. As explicações são ancoradas nos postulados teóricos da Sociolinguística Laboviana (WEINREICH; LABOV; HERZOG, 1968; LABOV, 1972; 1994; 2001; 2008) e na Pragmática Sociocultural (BRAVO; BRIZ, 2004). Os resultados obtidos confirmaram a primeira hipótese mencionada em relação à percepção. Quanto à avaliação, os resultados indicaram que o pronome tu indexicaliza informalidade e intimidade, enquanto os outros índices foram associados ao uso variável de você~tu, mas não ao uso exclusivo do pronome tu.

 

Abstract

In this work, second person singular (2SG) pronominal forms at subject position are analysed. Corpora-based previous researches indicate that the form você ‘you’ from the 20th century, widened its use scope in Brazilian Portuguese (BP). It is currently the preferred and non marked form to 2SG reference at Rio de Janeiro, aside with the tu ‘you’ pronoun, wich is maintained in higher intimacy and informality situations. Although tu has lost its space to você, synchronic studies point to a “tu return” in carioca dialect in the last years. From the current scenario of 2SG pronominal variation, this research aims to observe how BP speakers, especially carioca speakers, perceive the tu and você forms and to observe if the perception over tuform is intertwined to the lack of canonical verbal agreement, which is the most usual amidst Rio de Janeiro speakers. Besides that, I aim to note which social meanings are indexicalized by the 2SG forms. For this purpose, two experiments were built, an acceptability judgement and a subjective evaluation questionnaire. These were made on the try to demonstrate different aspects on the perception over 2SG variation. As my central hypothesis, I sustain that the você pronoun is perceived by carioca speakers as adequate to different sociointeractional contexts, while the perception on tu form is different according to the kind of relation established by the speakers, being considered more adequate in symmetrical relations and less adequate in asymmetrical ones. I consider, also, that the tu pronoun has some social meaning such as informality, intimacy, carioquice ‘carioca way of life’ and youth, while você is evaluated as the more neuter form in the carioca dialect. The explanations are based on the theoretical framework of Labovian Sociolinguistics (WEINREICH; LABOV; HERZOG, 1968; LABOV, 1972; 1994; 2001; 2008) and of Sociocultural Pragmatics (BRAVO; BRIZ, 2004). The obtained results confirmed the first mentioned hypothesis, related to perception. On the evaluation, the results indicate that the tu pronoun indexes informality and intimacy, while the other indexes were associated to the variable use of você~tu, but not to the exclusive use of tu.

 

Bruno Santos Pereira da Silva

Título da dissertação: “Quando o verso é reverso sem deixar o verso”: a composição poética dos Morangos Mofados de Caio Fernando Abreu

Orientador(a): Maria Lucia Guimarães de Faria

Ano da defesa: 2019

Páginas: 126

 

Resumo

O foco primeiro de investigação de nossa dissertação é o livro Morangos mofados (1982), de Caio Fernando Abreu. Buscamos nos aprofundar no seio do projeto arquitetônico da obra, destacando a singularidade de cinco contos da coletânea e a pertinência destas pequenas narrativas dentro da construção do livro em questão. O intuito foi apontar como a obra supracitada passa por um detido trabalho de reflexão e de preocupação com a forma, fazendo desta reunião um todo poético e coeso, e, também, salientar como o “escritor da paixão”, na alcunha de Lygia Fagundes Telles, é um poeta dentro da prosa. Para tanto, além do livro-base desse estudo, também analisamos alguns poemas, dispostos na coletânea Poesias nunca publicadas de Caio Fernando Abreu (2012), de modo a fazer um paralelo entre seus versos e seus parágrafos. Desvelamos a intratextualidade e os temas que circundam suas composições, como o (des)amor e sua fragilidade, movimentações e desdobramentos, a repressão da sensibilidade, o arruinamento das relações, a inconstância dos relacionamentos humanos, a (falta de) esperança, o medo e a morte constante das coisas, a busca eterna por si mesmo e pelo outro, para chegarmos à escrita e ao labor poético do autor gaúcho, tendo sempre como norte a fusão entre dois gêneros que a literatura de Caio Fernando Abreu tende a praticar: prosa e poesia.

Palavras-chave: Morangos mofados; Caio Fernando Abreu; narrativa; contos; composição.

 

Abstract

The primary aim of investigation of the present thesis is the book Morangos mofados (1982), written by Caio Fernando Abreu. We shed light on the architectonic project of the book by means of the careful and detailed interpretation of five of its pieces with view to highlighting, at one and the same time, their peculiarity and their belonging to the whole. Our analyses reveal the careful and rigorous musing that assists the work and its concern with the form. The result of the concurrent efforts of thought and aesthetics is a coherent and poetic totality, in which the “writer of passion”, as Lygia Fagundes Telles called him, proves himself to be a poet inside prose. Caio’s poetic vein, in the strict sense of the verse, is further demonstrated through the study of some poems that integrate the compilation Poesias nunca publicadas de Caio Fernando Abreu (2012), which enables us to draw important connections between his lines and his paragraphs. Caio’s poetic labor and his singular way of writing are gradually unveiled as we bring to light his recurrent themes and the intratextuality that binds them: (un)love and its frailty, the unfolding and conflicts of human relations, the repression of sensitivity, (lack of) hope, fear and the assiduous death of everything, the endless search for oneself and the other. The deep and delicate treatment with which Caio tackles these central themes repeatedly confirms that in his artistic work prose and poem go hand in hand.

Keywords:Morangos mofados; Caio Fernando Abreu; narrative; short stories; composition

 

Camila Franquini Pereira

Título da dissertação: Rapaz-relâmpago: a dissolução voluptuosa da identidade na poética-corpo de Luís Miguel Nava

Orientador(a): Sofia Maria de Sousa Silva

Ano da defesa:2019

Páginas:73

Resumo

A publicação de O erotismo, de Georges Bataille, propõe que uma das experiências capazes de conjugar todos os humanos é a experiência do êxtase erótico, que supera a utilidade reprodutiva do sexo e firma o seu compromisso apenas com o prazer voluptuoso que ele pode proporcionar. A partir dessas reflexões, pode-se chegar à busca fundadora da poética de Luís Miguel Nava: como apreender essa experiência em que as energias éros e poiesis rompem os limites identitários do sujeito, recuperando o elo com o outro. Para tal, a poética explora cenas de encontros eróticos que são fortemente marcadas pela presença de diversos rapazes que foram reunidos sob a alcunha de rapaz-relâmpago, forjada por Gastão Cruz. Deste modo, o objetivo desta dissertação é explorar as diversas manifestações desse rapaz e os efeitos que sua presença e a sua ausência trazem ao poema e à poética, traçando um percurso dinâmico em que a experiência sexual e a cena de escrita se convocam mutuamente, em que, ao evocar um, evocase a outra.

Palavras-chave: homoerotismo; arte poética; Luís Miguel Nava.

 

Abstract

The publication of Erotism: Death and Sensuality, by Georges Bataille, proposes that one of the experiences capable of conjugate all humans is the erotic ekstase one, which surpass the reproductive utility of the sex and establishes its commitment just with the voluptuous pleasure that it can provide. From these reflections, it is possible to get to the founding search of the poetic of Luís Miguel Nava: how to apprehend this experience in which the energies éros and poiesis break the identity limits of the subject, recovering the link with the other. For this, the poetic explores scenes of erotic meetings which are strongly marked by the presence of various boys who were reunited under the nickname of “lightning-boy”, forged by Gastão Cruz. Thereby, the aim of this dissertation is to explore the various manifestations of this boy and the effects that both his presence and absence bring to the poem and to the poetic, mapping a dynamic path in which the sexual experience and the writing scene summon themselves mutually, in which by evoking one, one evokes the other.

Keywords:homoerotism; poetic art; Luís Miguel Nava.

 

Cristine Alves da Silva

Título da dissertação: A figura do refugiado em As Duas Sombras do Rio, de João Paulo Borges Coelho

Orientador(a): Nazir Ahmed Can

Ano da defesa: 2019

Páginas: 127

Resumo

No presente estudo, examinaremos a figura do refugiado no romance As duas sombras do rio (2003), de João Paulo Borges Coelho, tendo como base a figura do emblemático pescador Leónidas Ntsato. O protagonista da narrativa espelha uma série de dualidades após ter sido visitado pelos espíritos da cobra e do leão na ilha de Cacessemo, no centro do rio Zambeze, fronteira que separa as margens norte e sul de Moçambique. Depois desse episódio, Leónidas passa a viver nas margens do rio, onde se esconde, tornandose um exilado interno da sociedade moçambicana durante a guerra civil. Sob essa perspectiva, a hipótese deste estudo é a seguinte: Leónidas Ntsato é um refugiado interno no ambiente ficcional. Para compreender sua complexidade, fundamentamo-nos em estudos críticos sobre a obra do romancista moçambicano e em textos teóricos de vários campos do saber que versam sobre o lugar do refugiado na contemporaneidade.

 

Resumen

En el presente estudio examinaremos la figura del refugiado en la novela As duas sombras do rio (2003), de João Paulo Borges Coelho, a partir de la figura del emblemático pescador Leónidas Ntsato. El protagonista de la narrativa refleja una serie de dualidades después de ser visitado por los espíritus de la serpiente y del león en la isla de Cacessemo, en el centro del río Zambeze, una frontera que separa el norte y el sur de Mozambique. Después de este episodio, Leónidas vive en las orillas del río, donde se esconde, convirtiéndose en un exilio interno de la sociedad mozambiqueña durante la guerra civil. Desde esta perspectiva, la hipótesis del presente estudio es la siguiente: Leonidas Ntsato es un refugiado interno en la sociedad de la novela. Para comprender su complejidad, nos basamos en estudios críticos sobre el trabajo del novelista mozambiqueño y en textos teóricos de diversos campos del conocimiento que abordan el lugar del refugiado en la época contemporánea.

 

Daniel Aparecido Veneri

Título da dissertação: O lirismo acolhedor da poesia de Ana Martins Marques

Orientador(a): Maria Lucia Guimarães de Faria

Co-orientador(a): Eduardo dos Santos Coelho

Ano da defesa: 2019

Páginas: 84

 

Resumo

No poema “Trapézio” de A vida submarina, primeiro livro de Ana Martins Marques, o sujeito lírico afirma: “Todos os poemas são de amor”. Em outro momento, em um de seus poemas-epígrafe, que abre a seção que dá título ao seu segundo livro, Da arte das armadilhas, se indaga: “A linguagem / sem cessar / arma / armadilhas // O amor / sem cessar / arma armadilhas // resta saber / se as armadilhas / são as mesmas // Mas como sabê-lo / se somos nós as presas?”. Por fim, n’O livro das semelhanças, se diz, no poema “Dedicatória”: “Ainda que não te fossem dedicadas / todas as palavras nos livros / pareciam escritas para você”. Nos três livros de poesia da autora, irradia-se a temática lírico-amorosa, endereçada na maioria das vezes à própria linguagem, que é convocada como modus operandi para um desvelamento, o despertar de algo. A poeta se depara com a linguagem que é, por excelência, mistério e cesura, mas, ao mesmo tempo, espaço para conversão num gesto ontológico de criação, assim como a rota cartográfica do amor que o sujeito lírico está disposto a percorrer por meio dos versos para o alcance de um “você”. Partindo de uma estrutura altamente rigorosa no modo de construção, que atinge o ápice com O livro das semelhanças, a lírica de Marques oferece o alto nível metapoético do que podemos chamar de metalivro. A temática lírico-amorosa está a serviço do que, ao modo de Maria Lucia Guimarães de Faria, se pode conceber como “tirar lição poética de tudo”. Alcançar a palavra exata, devolver à palavra sua potência, até então despercebida, é de certa maneira alcançar o amor. Na poesia de Ana, todas as partes convergem para um todo, no qual até mesmo os objetos da casa, do cotidiano, figuram a própria poesia, já que para a poeta, dotada de um lirismo altamente acolhedor, a poesia é a “forma de prestar atenção nas coisas”, conforme declarou em uma entrevista à revista Ciência Hoje.

Palavras-chave:Ana Martins Marques; Lirismo Acolhedor; Poesia Brasileira Contemporânea.

Abstract

In the poem “Trapeze”, of Submarine Life, first book published by Ana Martins Marques, the poetic persona says: “All poems are love poems”. In one of her poemsepigraphs, which opens the section that shares the title of her second book, On the Art of Traps, the lyric self asks: “Language / incessantly / lays / traps. // Love / incessantly / lays traps // it remains to know / whether the traps / are the same. // But how to find out / if we are the preys?” Finally, in The Book of Similarities, her third book, the poem “Dedication” announces: “Even if they were not dedicated to you / all the words in the books / seemed written to you”. In the three books, the lyric-love theme spreads out, mostly addressing language itself, which is summoned as the modus operandi for an unveiling, the awakening of something. The poet faces language that, par excellence, is mystery and caesura, but, at the same time, the place for a conversion into the ontological gesture of creation, such as the cartographical love route which the lyric self is willing to traverse, by means of the verses, in search of a “you”. Taking as its starting point a highly rigorous structure in the mode of construction, whose summit is The Book of Similarities, Marques’ lyric offers the high metapoetic level of what can be called “metabook”. Her lyric-love theme serves the purpose of, as Maria Lucia Guimarães de Faria put it, “extracting a poetic lesson of everything”. Reaching the exact word, giving back to the word its so far neglected potency, is a way of attaining love. In Ana’s poetry, all parts converge to a whole, in which the very objects of the house, of everyday life, figure poetry, since for her, whose lyricism is deeply hospitable, poetry is the “way of paying attention to the things”, as she declared in an interview to the periodic Science Today.

Keywords: Ana Martins Marques; Hospitable Lyricism; Contemporary Brazilian Poetry.

 

Daniela Gonçalves Ribeiro da Silva

Título da dissertação: A patemização em crônicas jornalísticas de Luis Fernando Veríssimo

Orientador(a): Lúcia Helena Martins Gouvêa

Ano da defesa: 2019

Páginas: 122

Resumo

Este trabalho pretende analisar as estratégias de patemização presentes em crônicas de Luis Fernando Verissimo. Esta pesquisa embasa-se em estudos de Análise do Discurso, utilizando majoritariamente as contribuições da Teoria Semiolinguística do Discurso, de Patrick Charaudeau, e suas considerações sobre pathos. A Teoria de Ducrot (1987), a Teoria da Argumentação da Língua (1ª e 2ª fases), também será levada em consideração, já que os conceitos de orientação argumentativa e de operadores argumentativos serão abordados. Ademais, os estudos de Christian Plantin sobre emoção igualmente serão utilizados como base teórica neste trabalho. Como se parte da hipótese de que as emoções têm potencial de convencimento, a análise desta pesquisa visa a identificar as estratégias linguístico-discursivas utilizadas pelo cronista para provocar emoções no auditório ao longo do texto. O corpus desta investigação é composto por 20 crônicas escritas por Luis Fernando Verissimo nos anos 2018 e 2019 publicadas no jornal O Globo. Buscase comprovar a hipótese de que o cronista, para sistematizar a argumentação, utiliza variadas estratégias de patemização para desencadear emoções no público leitor. Ademais, pretende-se confirmar que a crônica jornalística é um gênero suscetível a despertar emoções; que o uso do modo enunciativo de organização do discurso ocorre principalmente por meio do comportamento discursivo delocutivo, e que o autor utiliza com mais frequência a estratégia expressões modalizadoras para convencer os leitores por meio da emoção.

 

Abstract

Este trabalho pretende analisar as estratégias de patemização presentes em crônicas de Luis Fernando Verissimo. Esta pesquisa embasa-se em estudos de Análise do Discurso, utilizando majoritariamente as contribuições da Teoria Semiolinguística do Discurso, de Patrick Charaudeau, e suas considerações sobre pathos. A Teoria de Ducrot (1987), a Teoria da Argumentação da Língua (1ª e 2ª fases), também será levada em consideração, já que os conceitos de orientação argumentativa e de operadores argumentativos serão abordados. Ademais, os estudos de Christian Plantin sobre emoção igualmente serão utilizados como base teórica neste trabalho. Como se parte da hipótese de que as emoções têm potencial de convencimento, a análise desta pesquisa visa a identificar as estratégias linguístico-discursivas utilizadas pelo cronista para provocar emoções no auditório ao longo do texto. O corpus desta investigação é composto por 20 crônicas escritas por Luis Fernando Verissimo nos anos 2018 e 2019 publicadas no jornal O Globo. Buscase comprovar a hipótese de que o cronista, para sistematizar a argumentação, utiliza variadas estratégias de patemização para desencadear emoções no público leitor. Ademais, pretende-se confirmar que a crônica jornalística é um gênero suscetível a despertar emoções; que o uso do modo enunciativo de organização do discurso ocorre principalmente por meio do comportamento discursivo delocutivo, e que o autor utiliza com mais frequência a estratégia expressões modalizadoras para convencer os leitores por meio da emoção.

 

 

Felipe Fernandes Ribeiro

Título da dissertação: A escrita literária no século XXI: um estudo comparado das obras Até o dia em que o cão morreu e Barba ensopada de sangue, de Daniel Galera

 

Orientador(a): Adauri Silva Bastos

Ano da defesa: 2019

Páginas: 101

 

Resumo

Esta dissertação tem por objetivo traçar uma leitura das obras de Daniel Galera a partir do viés da teoria da literatura. Logo, estudar os livros Até o dia em que o cão morreu (2007) e Barba ensopada de sangue (2012) reflete uma aproximação maior com a produção literária, de modo a compreender a relação entre a escrita, dentro do contexto do século XXI, e a realidade que irrompe de cada página em branco, ora preenchida por palavras, ora por questionamentos que contemplam diferentes perspectivas. Portanto, a fim de vislumbrar a literatura de Galera, buscamos pensar o processo ficcional e observar a potência criativa de sua linguagem. A metodologia tem como pressuposto o aprofundamento de referenciais teóricos e a análise crítica de romances. Para tanto, percebemos a necessidade de utilizar conceitos de vários estudiosos com o intuito de construir uma base teórica que possa dar conta do assunto. Entre as referências encontramse Antonio Candido, Hans Robert Jauss, Jean-Paul Sartre, Karl Erik Schøllhammer, Leyla Perrone-Moisés, Mikhail Bakhtin, Regina Dalcastagnè, Regina Zilberman, Umberto Eco e Wolfgang Iser. Cabe ressaltar que nosso trabalho se propõe a servir de fomento a investigações subsequentes e se apresenta como passível de desdobrar-se em outras leituras, contribuindo, assim, para o aprofundamento da reflexão sobre a ficção brasileira contemporânea. Afinal, é por meio da pesquisa que se torna possível encontrar o caminho para se aproximar do conhecimento e aperfeiçoá-lo.

Palavras-chave: Daniel Galera; estudos de narrativa; ficção brasileira contemporânea.

 

Abstract:

This dissertation intends to read Daniel Galera’s works through the perspective of the literary theory. Consequently, studying the books Até o dia em que o cão morreu (2007) and Barba ensopada de sangue (2012) reflects a bigger approach to the literary production, in order to comprehend the relation between the act of writing, within the context of 21st century, and the reality which overflows from each blank page, either it is filled in with words, or with questions that contemplate different perspectives. Therefore, with the purpose of glimpsing Galera’s literature, we attempt to think his fictional process and observe the creative force of his language. Its methodology consists in the investigation of theoretical references and the critical analysis of novels. For this reason, we realized the necessity of using concepts of many scholars with the aim of building a theoretical base which is able to deal with the assumption. Among the references, there are Antonio Candido, Hans Robert Jauss, Jean-Paul Sartre, Karl Erik Schøllhammer, Leyla PerroneMoisés, Mikhail Bakhtin, Regina Dalcastagnè, Regina Zilberman, Umberto Eco e Wolfgang Iser. It should be emphasized that our work is intended to stimulate subsequent research and presents itself as capable of unfolding in other readings, thus contributing to the deepening of the reflection on contemporary Brazilian fiction. After all, it is through research that it becomes possible to find the way to approach knowledge and perfect it.

Keywords:Daniel Galera; narrative studies; contemporary Brazilian literature. 

 

Fernanda Andrade Souza

Título da dissertação: Referenciação e humor em crônicas de Luis Fernando Verissimo

Orientador(a): Leonor Werneck dos Santos

Ano da defesa: 2019

Páginas: 103

 

Resumo

Esta pesquisa discute como as estratégias de referenciação, em especial as anáforas diretas, colaboram na construção do humor em crônicas de Luis Fernando Verissimo. Para isso, faz-se uma revisitação aos conceitos de texto, gêneros textuais, referenciação e humor, buscando apresentar a contribuição desses conceitos para os estudos linguísticos e para a construção de conceitos e sentidos nos textos. Com base em alguns teóricos da área como Marcuschi (1998, 2006, 2008), Koch (2002, 2004, 2006), Santos (2015), Travaglia (1990), Propp (1992), Possenti (1998, 2001, 2018), esta pesquisa tem o objetivo de analisar de que maneira os processos referenciais, mais precisamente as anáforas diretas, contribuem para o humor e para a construção dos personagens em crônicas narrativas de Verissimo. Além disso, apresentaremos algumas propostas de atividades para turmas de Ensino Fundamental ou Médio, dependendo do aprofundamento que se deseja alcançar, como uma maneira de colaborar com o ensino de Língua Portuguesa, sugerindo atividades de intepretação e análise linguística. Os resultados apontam para o caráter textual-discursivo do processo de referenciação e mostram que as anáforas diretas e as pistas textuais, são fundamentais para a construção dos personagens e para o humor presente em crônicas, que vem associado a uma crítica ao comportamento humano.

Palavras-chave:Linguística de Texto; referenciação; anáfora direta; humor; crônicas; Luis Fernando Verissimo.

Abstract

This research discusses how referencing strategies, especially direct anaphora, collaborate in the construction of humor in Luis Fernando Verissimo’s chronicles. To do so, we revisit the concepts of text, textual genres, referencing process and humor, seeking to present the contribution of these concepts to linguistic studies and to the construction of concepts and meaning in texts. Based on some theorists of the area such as Marcuschi (1998, 2006, 2008), Koch (2002, 2004, 2006), Santos (2015), Travaglia (1990), Propp (1992), Possenti (1998, 2001, 2018), this research has the objective of analyzing how the referential processes, more precisely the direct anaphora, contribute to the humor and the construction of the characters in Verissimo’s narrative chronicles. Besides that, we will present some activities for the primary and high school, depending on the deepening that one wishes to achieve, as a way of collaborating with the Portuguese language teaching, suggesting activities of interpretation and linguistic analysis. The results point to the textual-discursive character of the referencing process and show that the direct anaphora, together with the textual clues, are fundamental for the characters construction and for the humor present in chronicles, which is associated with a critique of human behavior.

Keywords:Text Linguistics; referencing process; direct anaphora; humor; chronic; Luis Fernando Verissimo.

 

Fernanda Estiges Toledo

Título da dissertação: O casamento: o percurso do Nelson Rodrigues romancista

Orientador(a): Adauri Silva Bastos

Ano da defesa: 2019

Páginas: 107

 

Resumo:

A proposta desta dissertação de mestrado é analisar O casamento, de Nelson Rodrigues, visando à ampliação da fortuna crítica desse romance, uma vez que a maioria das abordagens da obra do autor dedica-se à sua dramaturgia, pouco se sabendo sobre seu trabalho como romancista. Para isso, realizamos um breve retrospecto de sua carreira de jornalista e escritor, com o intuito de desvendar certas idiossincrasias que permeiam a narrativa aqui enfocada. No mesmo movimento, recorremos à sua vida pessoal, da qual diversos fatos serviram de ponto de partida para seus enredos. Ao empreender tal retrospectiva, delineamos igualmente sua trajetória ficcional e verificamos que avanços lhe possibilitaram chegar àquilo que, segundo nossa pesquisa, se configura como sua maturidade enquanto romancista. Concretamente, abordamos seu ingresso no mundo ficcional com seus folhetins, que exerceram considerável influência sobre o jornalista e apresentam uma carga dramática verificável tanto em suas peças de teatro quanto em seus romances. Em seguida, traçamos um paralelo entre seu primeiro romance – A mentira – e o romance aqui estudado, sabendo que uma comparação entre os dois pode contribuir para lançar luzes sobre o progresso do autor como romancista. Igualmente importante, vimos de que maneira o leitor interfere na recepção da obra. Por fim, analisamos de que modo o trágico e o cômico operam no romance. Esses elementos, apesar de muito comuns em sua dramaturgia, chamam-nos atenção justamente por aparecerem no gênero romance. Dessa forma, esperamos demonstrar a relevância do trabalho de Nelson Rodrigues como romancista, considerando não só a influência de seus demais escritos sobre O casamento, mas também a habilidade com que o escritor funde os diferentes gêneros com que lida, para desenvolver o que podemos chamar, sem concessão, de estilo único.

Palavras-chave:romance; literatura; recepção; trágico; cômico.

 

Abstract

The aim of this masters dissertation is to analyze O casamento, by Nelson Rodrigues, intending to broaden the critical fortune of this novel, since most of the approaches of the author’s work are devoted to his dramaturgy and very little is known about his production as a novelist. In this regard, we are going to present a short retrospective of his career as a journalist and writer, in order to reveal some idiosyncrasies that permeate the narrative here focused. At the same time, we look to his personal life, from which several facts were used as starting points for his plots. In undertaking such a retrospective, we can outline his fictional path and find the advances that have enabled him to reach what is, according to our research, his maturity as a novelist. We address specifically his debut in the world of fiction with his feuilletons, which had a considerable influence on his work as a journalist and present a dramatic charge verifiable both in his plays and in his novels. Then we draw a parallel between his first novel – A mentira – and the novel here studied, knowing that a comparison between the two can contribute to shed light on the progress of the author as a novelist. Equally important, we see how the reader interferes with the reception of the novel. Finally, we analyze how the tragic and the comic operate in it. These elements, very common in his dramaturgy, have called our attention precisely because they also appear in his novels. Therefore, we hope to demonstrate the relevance of Nelson Rodrigues’ work as a novelist, considering not only the influence of his other writings on O casamento, but also his ability to merge different genres to develop what we can call a unique style.

Keywords:novel; literature; reception; tragedy; comic.

 

Fernanda Fabiana Silva da Rosa

Título da dissertação: A influência da monitoração estilísitca na concordância nominal de número interna ao SN

Orientador(a): Silvia Rodrigues Vieira

Ano da defesa: 2019

Páginas: 137

Resumo

Este trabalho focaliza a concordância nominal de número interna ao SN em uma variedade do Português Brasileiro à luz da Sociolinguística. Trata-se de uma pesquisa que adota as perspectivas atomística (análise de cada vocábulo do SN) e não atomística (análise de SNs inteiros) para o estudo de corpus construído a partir da gravação de conversas em contexto espontâneo e semiespontâneo com moradores da Zona Oeste do Rio de Janeiro. A hipótese geral que motiva a realização desta pesquisa é a de que os altos índices de concordância obtidos em pesquisas anteriores podem ter sido influenciados pelo registro monitorado/semiespontâneo. A partir da coleta dos dados produzidos em gravações secretas e em entrevistas sociolinguísticas, podem-se verificar os índices gerais de concordância em um e outro registro e o desempenho específico de cada informante nos registros considerados. Ademais, testou-se a atuação das variáveis sociais e linguísticas já consagradas na literatura sobre o tema. A hipótese inicial para a atuação da mudança de registro foi confirmada. Na análise atomística, o contexto semiespontâneo apresentou índice de marcação de plural consideravelmente mais elevado (91,8%) do que o espontâneo (67,9 %), tendência que se repetiu na análise não atomística – 86,1% de concordância padrão no registro semiespontâneo e 51,5%, no espontâneo.

Palavras-chave: Monitoração estilística; concordância nominal; Sociolinguística.

 

Abstract

This work focus on plural agreement within Noun Phrases (NP) in a Brazilian Portuguese variety, based on Sociolinguistics studies. This research embraces atomistic (each word in NP analysis) and non-atomistic (full NP analysis) for studies of a corpus built out of spontaneous and semi-spontaneous recorded speeches, featured by Rio de Janeiro’s West Zone inhabitants. This work’s motivation is the general hypothesis that monitored/semi-spontaneous record could have influenced high levels of agreement obtained on previous researches. Collecting data generated on secret recordings and sociolinguistics interviews enabled verifying general agreement rates in one and another, plus specific performance of each informer on considered records. Furthermore, we tested the action of social and linguistic variants long-standing in relevant literature on this theme. The initial hypothesis for the action of record’s change was confirmed. Due to atomistic analysis, semi-spontaneous context showed plural agreement rate significantly higher (91,8%) than spontaneous context (67,9%). This move occurred on non-atomistic analysis as well – 86,1% of standard agreement on semi-spontaneous records and 51,5% on the spontaneous one.

Keywords:Stylistic monitoring; nominal agreement; Sociolinguistics.

 

Fernanda Farias Freitas

Título da dissertação: Oliveira Martins relido por José Saramago: quando o historiador se faz ficcionista

Orientador(a): Monica do Nascimento Figueiredo

Ano da defesa: 2019

Páginas: 93

 

Resumo

Ao longo dos três últimos séculos, as relações entre o discurso literário e a narrativa histórica mostram-se profundamente férteis, tanto para a produção estética quanto para a produção científica em Portugal, sendo utilizadas como estratégia por muitos historiadores e ficcionistas. Apesar de teorias que buscavam estabelecer um ideal único para os discursos relacionados ao saber, como aquele de vertente positivista, terem sido intensamente aproveitadas por inúmeros estudiosos pertencentes ao século XIX, a escrita de Oliveira Martins pôde, assim como a de outros intelectuais de seu tempo, romper com determinados limites dos gêneros aos quais dedicava sua atenção, especificamente a historiografia. Pretende-se evidenciar que, em sua obra História de Portugal (1879), o intelectual pertencente à Geração de 70 desenvolve aspectos próprios da ficção literária na construção de seus escritos, apontando, pois, para uma contemporânea concepção de História. Este viés, por conseguinte, torna fecunda a possibilidade de diálogo entre tal escrita martiniana e a obra Memorial do convento (1982), de José Saramago, devido à reconstrução do século XVIII e à (re)edificação, por meio do discurso ficcional, do Convento de Mafra.

Palavras-chave: Oliveira Martins; José Saramago; História; Literatura.

 

Abstract

Along the past three centuries, literary discourse and historical narrative have been shown to be deeply fertile in its relation, both for aesthetic and for scientific production in Portugal, being used as a strategy source by many historians and fictionists. Although the theories that aim to establish a unique ideal for discourses related to knowledge, such as those of positivism, had been intensely used by many scholars from the nineteenth century, the writing of Oliveira Martins could, as well as that of other intellectuals of his time, to break with certain limits of the genres to which it dedicated its attention, specifically the historiography. It is intended to show that in his History of Portugal (1879), the intellectual belonging to the Generation of 70 develops aspects of literary fiction in the construction of his writings, pointing out to a contemporary conception of History. It tends, therefore, to open up a possibility of dialogue between this Martinian writing and José Saramago’s Baltasar and Blimunda (1982) due to the reconstruction of the eighteenth century and the (re) edification, through fictional discourse, Convent of Mafra.

Keywords:Oliveira Martins; José Saramago; History; Literature.

 

Gustavo Rocha Ferreira e Silva

Título da dissertação: A redenção marciana: ecos da filosofia de Søren Kierkegaard no romance O encontro marcado, de Fernando Sabino

Orientador(a): Adauri Silva Bastos

Ano da defesa: 2019

Páginas: 134

 

Resumo

O romance O encontro marcado (1956) narra a trajetória de Eduardo Marciano. A dissertação propõe uma leitura pendular da obra, colocando-a em diálogo com as densas e complexas ideias de Søren Aabye Kierkegaard (1813-1855), filósofo tido como precursor do que veio a ser a corrente do existencialismo. A primeira seção se dedica à análise dos aspectos linguísticos e estruturais da narrativa. São pormenorizadas as características da escrita de Fernando Sabino, sua proximidade com a crônica e o estilo jornalístico, a função dos diálogos, o papel e a natureza ambígua do narrador e o viés autobiográfico do romance. A segunda parte destaca e delineia as proximidades e distanciamentos entre a trajetória do protagonista e o conceito de estádios da existência de Søren Kierkegaard: estético, ético e religioso. A interpretação é a de que Eduardo Marciano atravessa-os até o mergulho final na fé. O mesmo se dá em relação à angústia, tema da terceira parte da dissertação. O protagonista a vivencia, sim, mas de maneira própria, razoavelmente distinta daquela concebida pelo pensador dinamarquês. Afinal, Eduardo não sofre a angústia derivada do se saber livre para escolher um rumo para a própria vida. Sofre por não conseguir realizar o projeto existencial traçado por si mesmo ao final de sua adolescência e início da fase adulta. O terceiro capítulo, portanto, apresenta o conceito de angústia segundo Søren Kierkegaard para sustentar a interpretação de que o protagonista a vivenciou, mas não nestes exatos moldes. Este distanciamento não se dá em relação ao desespero, tema do quarto e último capítulo. Em linhas gerais, o pensador dinamarquês o define como o resultado de um desequilíbrio entre as duas instâncias que configuram o indivíduo, isto é, a alma e o corpo,eterna e finita, respectivamente. Como se verá, é justamente este o caso do protagonista, iludido que está com o fato de que pode significar a própria existência com base unicamente no exercício da razão. A trajetória do personagem Eduardo Marciano trava paralelos e distanciamentos em relação aos conceitos que compõem o denso e intrincado pensamento do filósofo dinamarquês. Portanto, a diretriz principal seguida pela dissertação consiste na problematização do romance O encontro marcado à luz de Søren Kierkegaard.

Palavras-chave: O encontro marcado; Fernando Sabino; Søren Kierkegaard; existencialismo; angústia; desespero.

 

Abstract

Written by Fernando Sabino and published in 1956, O encontro marcado presents the life of Eduardo Marciano. This dissertation proposes a dialogue between the novel and the deep and complex ideas of Søren Aabye Kierkegaard (1813-1855), Danish philosopher considered the precursor of existentialism. The first chapter is dedicated to the structural and linguistics aspects of the novel itself. Fernando Sabino’s writing, its similarities to the chronical and journalistic style, the role of the dialogues, the narrator’s ambiguous estence and the autobiographical bias will be all scrutinized. The second one will highlight and analyse the meeting and detachment points between the main protagonist’s journey and Søren Kierkegaard’s concept of the three stages on life’s way: aesthetic, ethic and religious. According to this dissertation, Eduardo Marciano goes through these three phases until his final redemption to God. The third chapter is about anguish. The main character suffers from it, but in a different way compared to how Kierkegaard ideated it. After all, Eduardo does not undergo anguish for realizing he is free to choose his own paths in life. He suffers because he cannot fulfil his dream of becoming a great novelist. This chapter presents Søren Kierkegaard’s concept of angst in order to support this claim. Sabino and Kierkegaard agree when it comes to despair. According to the Danish philosopher, it is the consequence of the unbalance between the two dimensions of the self, soul and body, eternal and finite, respectively. That is exactly what happens to theprotagonist, who naively thinks he can give meaning to his existence using only his reasoning. Eduardo Marciano’s journey has meeting and detachments points compared to all the dense and complex thought system of Kierkegaard. Ultimately, this dissertation aims to scrutinize the novel O encontro marcado in the light of the Danish philosopher.

Keywords: O encontro marcado; Fernando Sabino; Søren Kierkegaard; existentialism; anguish; despair.

 

Janda Montenegro de Silva

Título da dissertação: A crise do autor nos romances de Sérgio Sant’Anna

Orientador(a): Adauri Silva Bastos

Ano da defesa: 2019

Páginas: 107

 

Resumo

Este trabalho objetiva empreender uma leitura crítico-interpretativa dos romances Confissões de Ralfo (1975) e Simulacros (1977) e da peça de teatro Um romance de geração (1981) – todos de Sérgio Sant’Anna –, considerando o uso do pastiche e da ‘patafísica como ferramentas para o desenvolvimento da metalinguagem e da desconstrução de sentido, o que estimula o leitor a questionar o tempo todo o que é realidade e o que é encenação. Como alicerce, usamos as reflexões de autores como Zygmunt Bauman, sobretudo acerca da dita pós-modernidade; de Wolfgang Iser, sobre o ato da leitura, o leitor e as especificidades da recepção de textos literários; de Silviano Santiago, a respeito da prosa literária no Brasil; e de Hans Robert Jauss, principalmente quanto à literatura vista em oposição à teoria literária. No diálogo comparativo com outras literaturas, aproximamos nosso corpus de textos de Guy Debord, George Orwell, Samuel Beckett e William Shakespeare. Por fim, mas igualmente importante, recorremos a entrevistas concedidas pelo autor e a estudos de especialistas como Ana Caroline de Oliveira Meira, David de Sousa Alves Raposo, Flávia Danielle Rodrigues Silva, Marcelo Fonseca Alves, Mariana Marques, Maria Isaura Rodrigues Pinto, Rosa Maria Dizero de Carvalho, Sandra Pereira da Cruz e Sandro Roberto Maio. A partir da assimilação dessa bibliografia, buscamos refinar nossas próprias descobertas e imprimir alguma objetividade ao que chamamos de crise do papel do autor na obra de Sérgio Sant’Anna.

Palavras-chave: Sérgio Sant’Anna; literatura brasileira; autor; sociedade do espetáculo; ‘patafísica.

 

Abstract

This work aims to undertake a critical-interpretative reading of the novels Confissões de Ralfo (1975) and Simulacros (1977) and of the play Um romance de geração (1981) – all by Sérgio Sant’Anna –, considering the use of pastiche and pataphysics as tools for the development of metalanguage and the deconstruction of meaning, which encourages the reader to question all the time what is reality and what is staging. As a foundation, we use the reflections by authors such as Zygmunt Bauman, especially about the so-called postmodernity; by Wolfgang Iser, about the act of reading, the reader and specificities of reception of literary texts; by Silviano Santiago, on literary prose in Brazil; and by Hans Robert Jauss, mainly regarding literature seen as opposed to literary theory. In comparative dialogue with other literatures, we approach our corpus to texts by Guy Debord, George Orwell, Samuel Beckett, and William Shakespeare. Finally, but equally importantly, we use interviews given by the author and studies by specialists such as Ana Caroline de Oliveira Meira, David de Sousa Alves Raposo, Flávia Danielle Rodrigues Silva, Marcelo Fonseca Alves, Mariana Marques, Maria Isaura Rodrigues Pinto, Rosa Maria Dizero de Carvalho, Sandra Pereira da Cruz and Sandro Roberto Maio. From the assimilation of this bibliography, we seek to refine our own discoveries and to impress some objectivity to what we call crisis of the author’s role in the works of Sérgio Sant’Anna.

Keywords:Sérgio Sant’Anna; Brazilian literature; author; society of the spectacle; pataphysics.

 

Jerusa Silva Nina de Azevedo

Título da dissertação: A poesia de Cecília Meireles e a Segunda Guerra Mundial

Orientador(a): Eucanaã de Nazareno Ferraz

Ano da defesa: 2019

Páginas: 88

 

Resumo

Cecília Meireles se autodefinia como a pastora das nuvens e talvez seja essa uma das razões pelas quais a autora tenha ficado marcada na crítica nacional como sendo etérea ou mesmo estigmatizada como alienada. Ocorre que em tempos de análise de sua poesia, deve-se perquirir o que significa ser pastora das nuvens. Sabe-se que a poeta publicou ainda adolescente, integrou a revista Festa, dirigiu Página de Educação e foi militante a favor de direitos imprescindíveis à sociedade e à mulher. De modo algum Cecília Meireles era alienada. Sua decisão poética de pastorear nuvens consistia em aparente ausência do mundo real para manejar sua arte e estar presente em seu mundo poético, além de nele abordar a vida, as pessoas, as paisagens, as viagens que seu espírito crítico havia respirado e vivido. Esta dissertação analisa poemas de guerra de Cecília Meireles e chama atenção para um novo olhar sobre sua obra, que perpassa campos peculiares, procurando elucidar como a poética eminentemente feminina da autora também se debruçou sobre um universo a priori classificado como próprio ao universo masculino e como sua expectativa vigilante ao sofrer pressão brutal causada pelo ingresso do país no conflito da Segunda Guerra Mundial levou esse sentir para a sua escrita.

Palavras-chave: Cecília; poesia; guerra.

 

Abstract

Cecilia Meireles defines herself as the shepherdess of the clouds and is perhaps one of the reasons why the author has been marked in the national criticism as being ethereal or even stigmatized as alienated. It happens that in times of analysis of her poetry, one must ascertain what it means to be a shepherd of the clouds. It is known that the poet published still adolescent, integrated the magazine Festa, directed Education Page and was militant in favor of essential rights to society and to women. Cecilia Meireles was by no means alienated. His poetic decision to shepherd clouds consisted in the apparent absence of the real world to manage his art and to be present in his poetic world and in him to approach the life, the people, the landscapes, the trips that his critical spirit had breathed and lived. This dissertation analyzes Cecília Meireles’ war poems and draws attention to a new look at her work, which runs through peculiar fields, seeking to elucidate how the author’s eminently feminine poetics also looked at an a priori universe classified as belonging to the masculine universe and as his vigilant expectation of suffering brutal pressure from the country’s entry into the Second World War conflict brought that feeling to his writing.

Keywords: Cecilia; poetry; war.

 

João Pedro Abraham Tosta

Título da dissertação: Extra, extra: o racismo que se noticia e que se lê

Orientador(a): Lúcia Helena Martins Gouvêa

Ano da defesa: 2019

Páginas: 130

 

Resumo

A proposta deste trabalho é estudar as estratégias linguístico-discursivas utilizadas pelo discurso midiático que contribuem para a manutenção do racismo. A fundamentação teórica é formada pela associação entre a Teoria Semiolinguística do Discurso, de Patrick Charaudeau e Análise Crítica do Discurso, de Teun van Dijk. Além dessas referências, o trabalho também conta com os apontamentos de Muniz Sodré sobre o discurso midiático e do estudo de Lúcia Helena Martins Gouvêa sobre as estratégias de patemização. O corpus é formado por 13 notícias do jornal Extra online publicadas entre os meses de setembro e novembro de 2017. O principal objetivo é verificar o comportamento linguístico-discursivo das notícias quanto às estratégias de patemização e quanto à postura antirracista ou não do eu enunciador. Acerca da metodologia, primeiro se empreende uma análise qualitativa que visa à descrição das estratégias de patemização e a verificação da postura do texto quanto ao racismo. Em seguida, uma análise quantitativa a fim de dimensionar os resultados da análise qualitativa.

Palavras-chave: Semiolinguística; Análise Crítica do Discurso; Racismo; Discurso Midiático; Notícia.

 

Abstract

The purpose of this paper is to study the linguistic-discursive strategies used by the media discourse that contribute to the maintenance of racism. The theoretical basis is formed by the association between the Semiolinguistic Theory of Discourse, by Patrick Charaudeau and Critical Discourse Analysis, by Teun van Dijk. In addition to these references, the work also counts Muniz Sodré’s notes on the media discourse and the study by Lúcia Helena Martins Gouvêa on the strategies of patemization. The corpus is formed by 13 news from the online Extra newspaper published between the months of September and November of 2017. The main objective is to verify the linguistic-discursive behavior of the news regarding the strategies of patemization and as to the antiracist stance or not of the enunciator. Regarding the methodology, a qualitative analysis is first undertaken to describe the strategies of paternity and the verification of the stance of the text on racism. Then, a quantitative analysis in order to size the results of the qualitative analysis.

Keywords:Semiolinguistics; Critical Discourse Analysis; Racism; Media Speech; News.

 

Josiane Murillo Monteiro

Título da dissertação: Efeitos pantêmicos em títulos de notícias jornalísticas: um estudo comparativo entre os jornais O Globo e Meia Hora

Orientador(a): Lúcia Helena Martins Gouvêa

Ano da defesa: 2019

Páginas: 98

 

Resumo

A proposta deste trabalho é estudar a subjetividade em títulos de notícias jornalísticas sob o ponto de vista argumentativo e persuasivo. Tomando como base as propostas da Teoria Semiolinguística do Discurso, de Patrick Charaudeau, e o conceito de pathos proposto por Aristóteles, serão analisadas as estratégias linguístico-discursivas utilizadas pelos jornais O Globo e Meia Hora para buscar a adesão do público-leitor. Para Charaudeau e Maingueneau (2014), a noção de pathos é utilizada para assinalar as discursivizações que funcionam sobre efeitos emocionais com fins estratégicos. Charaudeau se utiliza do termo efeitos patêmicos para descrever o agir do locutor sobre o componente emocional do interlocutor. Sendo assim, o orador se utiliza de estratégias discursivas que tendem a tocar a emoção e os sentimentos dos ouvintes com a finalidade de persuadi-los. Além da Teoria Semiolinguística do Discurso também serão consideradas algumas abordagens de Christian Plantin, Ingedore Koch, Antônio Soares de Abreu e da pesquisa pós-doutoral da Professora Doutora Lúcia Helena Martins Gouvêa. Quanto à metodologia, trata-se de uma análise qualitativa e quantitativa, na medida em que há a identificação e a produtividade das estratégias utilizadas pelos jornais.

Palavras-chave: Semiolinguística; efeitos patêmicos; estratégias linguísticodiscursivas; persuasão; discurso midiático.

Resumen

La propuesta de este trabajo es estudiar la subjetividad en títulos de noticias periodísticas desde el punto de vista argumentativo y persuasivo. Con base en las propuestas de la Teoría Semiolinguística del Discurso, de Patrick Charaudeau, y el concepto de pathos propuesto por Aristóteles, se analizarán las estrategias lingüístico-discursivas utilizadas por los periódicos O Globo y Media Hora para buscar la adhesión del público-lector. Para Charaudeau y Maingueneau (2014), la noción de pathos es utilizada para señalar las discursivizaciones que funcionan sobre efectos emocionales con fines estratégicos. Charaudeau se utiliza del término efectos patémicos para describir el actuar del locutor sobre el componente emocional del interlocutor. Siendo así, el orador se utiliza de estrategias discursivas que tienden a tocar la emoción y los sentimientos de los oyentes con la finalidad de persuadirlos. Además de la Teoría Semiolinguística del Discurso también se considerarán algunos enfoques de Christian Plantin, Ingedore Koch, Antônio Soares de Abreu y de la investigación posdoctoral de la Profesora Doctora Lúcia Helena Martins Gouvêa. En cuanto a la metodología, se trata de un análisis cualitativo y cuantitativo, en la medida en que hay la identificación y la productividad de las estrategias utilizadas por los periódicos.

Palabras clave:Semiolinguística; efectos patémicos; estrategias linguísticodiscursivas; persuasión; discurso midiático.

 

Júlia Palma Ramôa

Título da dissertação: Um útero é do tamanho de um punho: o feminino e o feminismo no material poético de Angélica Freitas

Orientador(a): Anélia Montechiari Pietrani

Ano da defesa: 2019

Páginas: 104

 

Resumo:

Esta pesquisa tem como objeto de estudo a seleção de poemas do livro da poeta gaúcha Angélica Freitas, Um útero é do tamanho de um punho (2012). Considerando que a obra nasceu de um projeto com o fim de abordar as inquietações pessoais da autora suscitadas pela experiência do ser e do corpo mulher na sociedade contemporânea, a proposta da análise parte do embasamento de leituras da teoria crítica feminista de modo a desdobrar quatro caminhos reflexivos sobre o conteúdo dos poemas: os estereótipos femininos enquanto enquadramentos morais; o mito da beleza como coerção social do corpo da mulher; as questões de gênero sintomáticas da sociedade normativa e patriarcal; a ironia e o humor como recurso político no tratamento sobre o que é ser mulher.

Palavras-chave:Angélica Freitas; feminismo; poesia.

 

Abstract

This research presents as object of study a selection of poems from the book A uterus is the size of a fist (2012) written by the Brazilian poet Angélica Freitas. Since the book was conceived as a project that meant to approach the personal concerns of the author as a woman, brought up by the experiences of the female being and body in the contemporary society, the purpose of this analysis is supported by the feminist theory in order to develop four different insights about the content of the poems: the feminine stereotypes as moral frames; the beauty myth as social coercion of the female body; the gender issues of the patriarchal society; the irony and humor used as a political resource dealing with the meanings of being a woman.

Keywords:Angélica Freitas; feminism; poetry.

 

Luana Vasconcellos Teixeira

Título da dissertação: Lucciolas (Gonçalo M. Tavares Sobrevivência e Resistência)

Orientador(a): Gumercinda Nascimento Gonda

Ano da defesa: 2019

Páginas: 98

 

Resumo:

Considerando a perspectiva da sombra na qual a luz se propaga, nos propomos a analisar a tetralogia O Reino, do autor português Gonçalo M. Tavares, composta pelos romances Jerusalém (2006), Um homem: Klaus Klump (2007), Aprender a rezar na Era da Técnica (2008) e A máquina de Joseph Walser (2010), a fim de demonstrar a relevância das personagens femininas na obra, aproximando-as das lucciolas (pequenas luzes), como defende Georges Didi-Huberman em Sobrevivência dos vaga-lumes (2011) procura, deste modo, evidenciar os aspectos de Sobrevivência e Resistência do feminino em meio ao contexto de conflito. Ajudam-nos a refletir sobre o tema autores como Georg Lukács, Walter Benjamin, Maurice Blanchot, Theodor W. Adorno, Jacques Lacan, Michel Foucault, Gilles Deleuze, entre outros.

Palavras-chave: Gonçalo M. Tavares; Sobrevivência; Resistência; Feminino; Literatura Portuguesa.

 

Abstract

Considering the perspective of the shadow in which the light propagates, we propose to analyze the tetralogy The Kingdom of the Portuguese author Gonçalo M. Tavares, composed by the novels Jerusalém (2006), Um homem: Klaus Klump (2007), Aprender a rezar na Era da Técnica (2008), and A máquina de Joseph Walser (2010), in order to demonstrate the relevance of the female characters in the work, lucciolas (small lights), as advocated by Georges Didi-Huberman in Sobrevivência dos vaga-lumes (2011). Seeks to highlight the aspects of Survival and Resistance of the feminine in the context of conflict. They help us reflect on the theme of authors like Georg Lukács, Walter Benjamin, Maurice Blanchot, Theodor W. Adorno, Jacques Lacan, Michel Foucault, Gilles Deleuze, among others.

Keywords:Gonçalo M. Tavares; Survival; Resistance; Female; Portuguese Literature.

 

Márcia Nayane Moreira Matos

 Título da dissertação: O ponto, a reta e o círculo: solidão, testemunho e arte n’ O pintor debaixo do lava-loiças, de Afonso Cruz

Orientador(a): Gumercinda nascimento

Ano da defesa: 2019

Páginas: 90

 

Resumo

Expressar o mundo através de imagens é uma das grandes características do artista. A forma única de ver o mundo é o que torna um ser singular, e as vezes o afasta de uma vida social dita “normal”. O pintor debaixo do lava-loiças (2011), de Afonso Cruz conta a história de Josef Sors, um judeu, nascido na Bratislava, que precisa fugir durante a segunda guerra mundial, pois a Eslováquia, na época domínio do Império Austro-Húngaro, sofria com o Holocausto. O pintor acaba se refugiando no porão de um fotógrafo, em Portugal. O romance é baseado na história de Ivan Sors, pintor eslovaco, ajudado pela família do autor do romance. O objetivo deste trabalho é ilustrar os efeitos que os horrores das guerras podem apresentar na arte e no artista, para tanto, faremos um estudo da obra, visando um mapeamento das formas de arte expressas no romance, bem como as possibilidades de leitura e interpretação do significado da arte para este artista e, ao mesmo tempo traçar um paralelo entre a arte do pintor do aficionado com alguns pintores reais, como Caspar David Friedrich, conhecido por retratar a solidão como nenhum outro e Mark Rothko, que, como o pintor de Afonso Cruz, também era judeu e precisou fugir dos horrores da guerra. As teorias da arte de Georges Didi-Huberman e Maurice Merleau-Ponty destacam a importância da imagem, e somadas aos ensaios sobre fotografia de Susan Sontag, e as concepções de Roland Barthes, Rosalind Krauss e Walter Benjamin forjarão uma base para as análises decorrentes, bem como as discussões sobre testemunho, de Jeanne Marie Gagnebin e Marcio Seligmann Silva.

Palavras-chave: Literatura Portuguesa; Afonso Cruz, Solidão, Horror

 

Abstract

Expressing the world through images is one of the great characteristics of the artist. The unique way of seeing the world is what makes a being unique, and sometimes distances it from a so-called “normal” social life. The painter of Afonso Cruz tells the story of Josef Sors, a Bratislava-born Jew, who must flee during World War II, for Slovakia, then the domain of the Austro-Hungarian Empire, suffering from the Holocaust. The painter ends up taking refuge in the basement of a photographer in Portugal. The novel is based on the story of Ivan Sors, a Slovakian painter, aided by the author’s family of romance. The purpose of this work is to illustrate the effects that the horrors of wars can present in art and in the artist. For this purpose, we will make a study of the novel, aiming at a mapping of the forms of art expressed in the novel, as well as the possibilities of reading and interpreting meaning of art for this artist and at the same time draw a parallel between the painter’s art of romance with some real painters such as Caspar David Friedrich, known for portraying solitude as no other and Mark Rothko who as the painter of Afonso Cruz was also a Jew and had to flee from the horrors of war. The art theories of Georges Didi-Huberman and Maurice Merleau-Ponty emphasize the importance of the image, and in addition to the essays on photography by Susan Sontag, and the conceptions of Roland Barthes, Rosalind Krauss and Walter Benjamin will forge a basis for the resulting analyzes, as well as the discussions on testimony, by Jeanne Marie Gagnebin and Marcio Seligmann Silva.

Keywords: Portuguese Literature; Afonso Cruz; Solitude; Horror

 

Michelle Fraga

Título da dissertação: O lado oculto da fama em A noite das mulheres cantoras, de Lídia Jorge

Orientador(a): Luci Ruas Pereira

Ano da defesa: 2019

Páginas: 78

 

Resumo

A Noite das mulheres cantoras, romance de Lídia Jorge que constitui o corpus de leitura desta dissertação, apresenta um grupo de mulheres pleiteando, para marcar o público, resistir e serem lembradas. O romance promove a discussão frente aos problemas do universo midiático enaltecido na década de 1980, em que tudo girava em torno do que se via, e comenta o papel desempenhado pela mulher na sociedade portuguesa. O texto traz à tona diversas antinomias, como: memória / esquecimento – sob a ótica de Lipovetsky a modernidade permite que tudo seja registrado, entretanto, torna-se mais difícil de ser lembrado –; voz / visual – a personagem Madalena Micaia, africana negra e voluptuosa, ganha espaço de destaque no grupo, não por sua aparência, mas por sua voz ícone –; feminino / masculino – quando todas as integrantes ficam proibidas de se envolver amorosamente para se dedicarem integralmente ao grupo, da mesma forma que grupos masculinos conseguem ascender rapidamente porque os homens não se envolvem afetivamente –; passado / presente – nos momentos em que a protagonista tem a consciência da desilusão de quem via o mundo com encantamento até ter o contato com a perversidade da vida midiática e da “sociedade do espetáculo”. A proposta deste trabalho consiste em destrinchar, a partir das antinomias apresentadas, a natureza dupla da protagonista, evidenciando os conflitos entre os flashbacks de seu passado e as lacunas de seu presente, numa narrativa tão turva quanto suas memórias. Solange acaba por encarnar um tipo de “herói solitário”, na medida em que são evidenciadas as dimensões de sua existência, bem como o drama dos regressados das ex-colônias africanas e seu não pertencimento a algum lugar. Com o propósito de fundamentar a leitura, nos auxiliamos dos estudos realizados por Beauvoir (2019), Augé (2012), Lipovetsky (2017), Chauí (2000), Debord (1967), Barthes (2018), entre outros.

 

Abstract

The Night of the Singing Ladies, used as a reading corpus for this essay, presents a group of women struggling to inspire its public, resist and to be remembered. As a background, we have a discussion regarding the problems of the media universe lauded during the 1980s, in which everything was based around what you would see and a woman would reach extreme circumstances to achieve her own one minute of fame. The book brings up many opposites, such as: memory / oblivion – for Lipovetsky, within modern times everything can be recorded, however, it has become more difficult to remember -; voice / visual – the character Madalena Micaia, a voluptuous black African woman, gets the spotlight in the group, not because of her appearance but because of her iconic voice -; feminine / masculine – when all the members are forbidden to have romantic relationships in order to fully dedicate themselves to the group, just as men’s groups can rise quickly because men don’t get involved affectionately – past / present – during moments in which Solange has knowledge of the delusion of someone who saw the world with naïve eyes, until making contact with the wickedness of media life and the “society of the spectacle”. This essay aims to unravel, based on the given opposites, the double nature of Solange’s character, pointing out the conflict between her past’s flashbacks and the gaps of her present, in a narrative as blurred as her memories. Solange ends up incarnating some kind of a “lone hero” as the dimensions of her existence are uncovered, as well as the drama of the returning from former African colonies and their not belonging to any place. In order to ground this reading, we will base it on the research done by Beauvoir (2019), Augé (2012), Lipovetsky (2017), Chauí (2000), Debord (1967), Barthes (2018), and many others.

 

 

Natália Pereira Machado

Título da dissertação: DOM DINIS: UM FINE AMANT GALEGO-PORTUGUÊS

Orientador(a):Teresa Cristina Cerdeira

Coorientador(a):Marcella Lopes Guimarães

Ano da defesa: 2019

Páginas: 94

 

Resumo

Este estudo parte da leitura da produção lírica em langue d’oc e em langue d’oil, método que permitiu confirmar, com exemplos concretos, o impacto que as cortes da chamada Provença («troubadours») e posteriormente do norte da França (Roman la Rose) exerceram sobre as cantigas de amor galego-portuguesas, neste caso muito especialmente sobre as cantigas de amor de el-rei D.Dinis. Mais do que constatar simplesmente a evidência dessa presença, neste trabalho objetiva-se observar mais detalhadamente, num corpo a corpo com o texto, o diálogo temático e estrutural que aí se travou. Esse intercâmbio nasceu evidentemente de uma tradição de movência do mundo medieval, que permitia o trânsito não apenas de mercadores ou o apelo religioso dos peregrinos, mas ainda a circulação cultural e muito especialmente da poesia e da música através da ação difusora de trovadores e jograis. Como um saber transmitido oralmente, essa tradição se espalhou pela Europa, ganhando, na Península Ibérica, um riquíssimo corpo literário escrito numa língua poética, o galego-português. Ler, nessa perspectiva, as cantigas de amor de D. Dinis é o intuito deste projeto.

Palavras-chave: Lírica provençal, Roman de la Rose, cantigas de amor, D. Dinis

Abstract

This study starts from the reading of the lyric production in languedocian and langue d’oil allowing to confirm, with concrete exemples, the impact that the provençal courts («troubadours») and later the northern french courts (Roman la Rose) had on the galician-portuguese “cantigas de amor”, especially the ones produced by the portuguese king D.Dinis. More than to simply state the evidence of that presence, this work is interested, through a close reading of the text, to observe in detail the thematic and structural dialog between those literary productions. That exchange was born out of the ambulatory tradition of the medieval world, which allowed not only the transit of merchants and their goods or the pious movement of pilgrims, but the cultural circulation, especially of poetry and music through the diffusive action of bards, troubadours, minstrels and jesters. As an orally transmited knowledge, this tradition spread throughout Europe, gaining, in the Iberian Peninsula, a rich literary body written in a literary language, galician-portuguese. To read, in that perspective, D.Dinis’ “cantigas de amor” is the objective of this project.

KEY- WORDS: provençal lyric, Roman de la Rose, cantigas de amor, D.Dinis.

 

Pâmela Fagundes Travassos

Título da dissertação: Variação e mudança construcional: um olhar funcional-cognitivo sobre usos de construções com verbo-suporte DAR

Orientador(a): Marcia dos Santos Machado Vieira

Ano da defesa:2019

Páginas: 260

 

Resumo

Focalizamos o funcionamento de construções com verbo-suporte DAR, enquanto operador de elementos não-verbais do tipo X-[a,i]da, X-[a]dela, X-[a,i]dinha ou X-(z)inho(a) na descrição da gramática construcional do Português do Brasil. Como exemplos, podemos citar: dar uma caminhada, dar uma escapadela, dar uma olhadinha e dar um empurrãozinho. A pesquisa tem por base orientações da Linguística Funcional-Cognitiva, da abordagem da Gramática de Construções e da Sociolinguística sobre pareamento forma-função (GOLDBERG, 1995, 2006), mudança (TRAUGOTT & TROUSDALE, 2013) e variação (HILPERT, 2014 e 2017; MACHADO VIEIRA, 2016). Objetivamos (i) descrever as características formais e funcionais dessas perífrases verbo-nominais, levando em consideração tanto o cotexto linguístico quanto o contexto semântico, discursivo, pragmático, cognitivo e social em que essas construções estejam inseridas; (ii) analisar os parâmetros produtividade, composicionalidade, esquematicidade e contextualidade envolvidos nessas construções; (iii) investigar se há indícios de variação por similaridade em situação de convivência e/ou competição (MACHADO VIEIRA, 2016). Para tanto, recorremos a metodologia quantitativa e qualitativa para a análise dos dados coletados em textos jornalísticos brasileiros produzidos desde o início do século XX até a atualidade. Partimos da hipótese de que tais construções com verbo-suporte, ao se atualizarem no discurso, podem pôr em jogo o valor de curta duração temporal, mas podem indicar uma estratégia de modalização, de forma a preservar a face do locutor, bem como dos interlocutores envolvidos (BROWN & LEVINSON, 1987 e GOFFMAN, 1967). Acreditamos que alguns constructos possam revelar indícios de mudança construcional, em que o aspecto não-durativo dá lugar à marcação de uma atitude de polidez, enquanto outros apresentam alguns indícios de variação construcional. A originalidade desta investigação está no mapeamento dos padrões construcionais que geram variação e na argumentação, baseada em usos, em prol de um lugar central para a variação por similaridade na Gramática de Construções, assim como no novo enfoque (socioconstrucionista). Visa-se colaborar para uma representação da rede de construções com verbo-suporte do Português. Resultados revelaram que há mudança construcional em jogo, assim como variação por similaridade.

Palavras-chave: Construções com verbo-suporte; Linguística Funcional-Cognitiva; Socioconstrucionismo, Gramática de construções.

Abstract

We focus on the operation of constructions with support verb DAR (GIVE) as operator of nonverbal elements of the type X-[a,i]da, X-[a]dela, X-[a,i]dinha or X-(z)inho(a) in the description of the constructional grammar of Brazilian Portuguese. As examples, we can mention: dar uma caminhada (to take a walk), dar uma escapadela (to take a getaway), dar uma olhadinha (to take a little look) and dar um empurrãozinho (to give a little shove). The research is based on Cognitive-Functional Linguistics guidelines, the Constructional Grammar approach and on Sociolinguistics on form-function pairing (GOLDBERG, 1995, 2006), change (TRAUGOTT & TROUSDALE, 2013) and variation (HILPERT, 2014 and 2017; MACHADO VIEIRA, 2016). The aim is (i) to describe the formal and functional characteristics of these verb-nominal periphrases, taking into account both the linguistic cotext and the semantic, discursive, pragmatic, cognitive and social context in which these constructions are inserted; (ii) to analyze the productivity, compositionality, schematicity and contextuality parameters involved in these constructions; (iii) to investigate if there is evidence of similarity variation in a situation of coexistence and/or competition (MACHADO VIEIRA, 2016). For that, the quantitative and qualitative methodology is used for the analysis of the data collected in Brazilian journalistic texts produced from the beginning of the XX century until the present time. It is hypothesized that such constructions with support verb, when updated in discourse, can put the value of temporal short duration into play, but may indicate a modalization strategy, in order to preserve the face of the speaker, as well as of the interlocutors involved (BROWN & LEVINSON, 1987 and GOFFMAN, 1967). It is believed that some constructs may reveal signs of constructional change, in which the non-durative aspect gives way to an attitude of politeness, while others show some evidence of constructional variation. The originality of this research lies in the mapping of the constructional patterns that generate variation and in the argumentation, based on uses, in favor of a central place for the variation by similarity in the Constructional Grammar, as well as in the new (socioconstructionist) approach. It is intended to collaborate for a representation of the construction network with support verb of Portuguese. Results revealed that there is constructional change in play, as well as variation by similarity.

Keywords: Constructions with support verb; Functional-Cognitive Linguistics; Socioconstructionism; Construction Grammar.

 

 

 

Paula Pinheiro Costa

Título da dissertação: A nasalização espontânea no Português do Brasil: uma análise multifatorial

Orientador(a): Carlos Alexandre Victorio Gonçalves

Co-Orientador(a): Andrew Ira Nevins

Ano da defesa: 2019

Páginas: 88

 

Resumo:

Esta dissertação tem como objetivo a investigação do fenômeno da nasalização espontânea no Português do Brasil, que pode ser exemplificada por dados como idiota [i.d͡ ʒi.ɔ.tɐ], abacaxi [ã.ˌba.ka.’ʃɪ], ocorrer [ˌõ.ko.ˈheh], mortadela [ˌmoh.tã.ˈdɛ.lɐ], dentre outros. Analisando um corpus de escrita com mais de duzentos dados, testamos nossa hipótese de que esse fenômeno está sujeito à força de diversos fatores, de ordem fonético-articulatória, morfofonológica e semântico-cognitiva. Essa afirmação decorre da visão de língua como sistema complexo, no qual os fenômenos emergentes são um produto da interação dos elementos constituintes do sistema, de um lado, e da interação do próprio sistema com elementos que o circunda.

 

Abstract

This dissertation aims to investigate the phenomenon of spontaneous nasalization in Brazilian Portuguese, which can be exemplified by words such as idiota [i.d͡ ʒi.ɔ.tɐ] ‘stupid’, abacaxi [ã.ˌba.ka.’ʃɪ] ‘pineaple’, ocorrer [ˌõ.ko.ˈheh] ‘to happen’, mortadela [ˌmoh.tã.ˈdɛ.lɐ] ‘motadella’. Analyzing a corpus of writing with more than two hundred data, we test our hypothesis that this phenomenon is subject to the force of several factors, from phoneticarticulatory, morphophonological and semantic-psychological. This affirmation is due a vision of language as a complex system, in which emergent phenomena are the product of interaction of system elements, on one hand, and interactions of the system itself with another systems that are around it, on the other.

 

Paula Spernau

Título da dissertação: A criança e a primeiridade das estórias rosianas

Orientador(a): Maria Lucia Guimarães de Faria

Ano da defesa: 2019

Páginas: 95

 

Resumo

A criança e a primeiridade das estórias rosianas é uma proposta de se traçar caminhos para o projeto po-ético-existencial de Guimarães Rosa, fazendo emergir a criança como imagem seminal e propulsora. As estórias têm a primeiridade como característica fundadora e fundante. São criadoras de mundos e, em mesma medida, apontam para o ver o mundo como a primeira vez, são convite à vivência demoníacointuitiva da vida. Essa chave de leitura estende-se a toda a obra rosiana, em seu compromisso com a metamorfose do homem, sua transcendência e a ruptura contida na primeira vez. O trabalho aponta para “O espelho” e “A hora e vez de Augusto Matraga” como mitos fundadores rosianos, representantes do magistério da busca pela hora e vez, pela vez primeira, pela criança original. Dessa forma, segue-se a abordagem de estórias que fazem emergir as crianças rosianas, crianças originais em proposta de metamorfose. No entanto, para explicitarmos que rosianamente a infância é a origem da vida, não como marco cronológico e sim como princípio ontológico, e que, portanto, pode presidir ao início, ao meio e ao fim de uma existência, também velhos-meninos participam desse trabalho. A importância da criança no universo rosiano é ponto de início e culminância do presente estudo. As estórias são propostas de Coragem e Alegria como autoafirmação existencial do homem e suscitam a questão seminal: “Você chegou a existir?” (ROSA, 1988: 72).

Palavras-chave: Guimarães Rosa, Literatura brasileira, primeiridade, criança, estória, coragem, alegria

 

Abstract

A criança e a primeiridade das estórias rosianas (The child and the firstness of Guimarães Rosa’s stories) proposes to trace Rosa’s poetic-existential project promoting the emergence of the child as a seminal and propulsive image. These stories have firstness as a founding characteristic. They are creators of worlds and, to the same extent, they propose to see the world as for the first time, they are an invitation to the demonicintuitive experience of life. This key of reading is extended to all the works of this author. It reflects the commitment of the work to the metamorphosis of man, his transcendence and the rupture contained in the first time. The stories “O espelho” (“The mirror”) and “A hora e vez de Augusto Matraga” (“Augusto Matraga’s turn and time”) are interpreted as Rosian founding myths. They are representatives of the magisterium of the search for the “turn and time”, for the “first time”, for the finding of the original child. We chose to interpret stories in which children are the protagonists, original children who propose the metamorphosis of man. However, in order to make explicit that childhood is a source of life, not as a chronological framework but as an ontological principle, and therefore, can preside at the beginning, middle and end of an existence, we brought some of Rosa’s old men – elderly boys they are – to participate in our work too. The importance of the child in Guimarães Rosa’s world is the starting point and the culmination of the present study. All stories propose Courage and Joy as the existential self-affirmation of man, culminating in the seminal question: “Did you begin to exist?” (ROSA, 1988: 72).

Keywords:Guimarães Rosa, Brazilian Literature, firstness, child, story, courage, joy.

 

Priscila Nogueira Branco

Título da dissertação: Poética do corpo na poesia de Ferreira Gullar

Orientador(a): Anélia Montechiari Pietrani

Ano da defesa: 2019

Páginas: 107

 

Resumo

Ferreira Gullar foi um poeta de muitos corpos. Começou sua estrada poética seguindo a forma clássica da poesia, pois não havia outro referencial de escrita ao seu alcance. Ao entrar em contato com os modernistas, descobre que é possível um outro modo de escrever. Poeta do espanto que era, na década de 50 entra em choque com a própria linguagem, e a partir desse processo nasce seu primeiro corpo: uma mutação, em Crime na flora, em que o poema-corpo é deformado, inquieto, assassinado, trocado de gênero, experimentação pura. Nas décadas de 60 e 70, envolvido profundamente com questões de cunho social, sua poesia se transforma em um corpo político, através de Dentro da noite veloz e Poema sujo. No fim de sua vida, voltado para questionamentos internos, o corpo de sua poesia se torna quase filosófico, questionador, mais uma vez guiado pelo espanto, e é quando nasce Em alguma parte alguma. Nesses três momentos distintos, o fazer poético gira em torno do corpóreo: primeiro, quando à luz dos questionamentos sobre a linguagem pura, um corpo se torce e se transforma; segundo, quando uma poesia política, um corpo coletivo se forma, inseparável do ser humano e necessário à compreensão da realidade; por último, um corpo voltado para dentro, gerando um estranhamento e separação entre ontologia e estado físico no mundo. É a partir dessas três leituras que buscamos apresentar a poética do corpo na poesia de Ferreira Gullar.

Palavras-chave: Ferreira Gullar; Corpo; Poesia; Política; Estranhamento.

 

Abstract

Ferreira Gullar was a poet of many bodies. He has started his poetic road following the classic form of poetry, because there was no other writing reference at his fingertips. By getting in touch with the modernists, he realizes that another way of writing is possible. As he was a poet of astonishment, in the 50’s he conflitcs with the language itself, and from this process his first body is born: a mutation, in Crime na flora, where the body-poem is deformed, restless, murdered, gender-fluid, pure experimentation. In the 60’s and 70’s, deeply involved with social matters, his poetry becomes a political body, through Dentro da noite veloz and Poema sujo. At the end of his life, focusing on internal questions, the body of his poetry gets almost philosophical, once more guided by astonishment, and that is when Em alguma parte alguma is born. During these three different moments, the poetry is about the corporeal: first, when questioning about pure language, a body bends and transforms itself; second, when a political poetry, a collective body appears, inseparable from the human being and necessary to comprehension of reality; at last, a body aiming the inside, making a strangeness and division between ontology and physical state in the world. It is through these three ways of reading that we hope to present the corporeal poetry of Ferreira Gullar.

Keywords:Ferreira Gullar; Body; Poetry; Politics; Strangeness.

 

Raphael da Graça Braga

Título da dissertação: Intertextualidade e o sagrado na poesia de Adélia Prado

Orientador(a): Adauri Silva Bastos

Ano da defesa: 2019

Páginas: 147

 

Resumo

A proposta desta pesquisa é analisar a obra de Adélia Prado a partir de três livros que, publicados em momentos diferentes, oferecem uma visão abrangente e significativa de sua trajetória: Bagagem (1976), A faca no peito (1988) e Miserere (2013). A ideia é verificar em que medida a ironia serve de interface entre o profano e o religioso. Para tanto, adotaremos como elementos norteadores a intertextualidade e a metalinguagem, que se mostram recorrentes a ponto de conferirem unidade à produção da autora mineira. Vincularemos sua obra às de Carlos Drummond de Andrade, Clarice Lispector, Fernando Pessoa e Guimarães Rosa – movimento balizado pela própria presença do quarteto em dedicatórias, citações, alusões, paráfrases e epígrafes –, mas como ponto de passagem para a afirmação da originalidade de seus versos. A palavra poética é mais que um referenciador de elementos extratextuais, pois presentifica aquilo que aponta, ou, nas palavras de Adélia Prado, “na poesia, a palavra vira a coisa”. Seus textos ratificam, implícita ou explicitamente, essa concepção, ao descreverem fatos, objetos e pessoas como emanadoras de beleza. O belo empírico sublima-se em arte na tentativa de se proteger do esquecimento e da morte. Como para a doutrina judaico-cristã (católica), com a qual a poetisa se afina, só Deus tem o poder de romper as barreiras temporais, o gênero poético estaria ligado intrinsecamente à transcendência. Entre os críticos da poesia moderna a que recorreremos para a realização da empreitada destacam-se Hugo Friedrich (Estrutura da lírica moderna) e Michael Hamburger (A verdade da poesia), aos quais se somam teóricos que se ativeram ao signo poético, como Octavio Paz (Os filhos do barro e O arco e a lira) e Alfredo Bosi (O ser e o tempo na poesia). Também incorporaremos trabalhos do pensador Georges Didi-Huberman (O que vemos, o que nos olha) e Mircea Eliade (O sagrado e o profano; a essência das religiões). Fontes igualmente importantes serão as edições de periódicos dedicadas à nossa poeta, como o nº 9 dos Cadernos de Literatura Brasileira (2000) e o nº 20 da revista Poesia Sempre (2005), nos quais se encontram ensaios, entrevistas, depoimentos e indicações bibliográficas relevantes.

Palavras-chave: intertextualidade; literatura; sagrado; mística.

 

Résumé

Le but de cette recherche est d’analyser l’œuvre de Adélia Prado à partir de trois livres qui ont été publiés à des moments différents et qui présentent une vision significative de son parcours: Bagagem (1976), A faca no peito (1988) e Miserere (2013). L’idée est de vérifier dans quelle mesure l’ironie sert d’interface entre le profane et le religieux. Pour ce faire, nous avons comme concepts de base l’intertextualité et le métalangage, éléments récurrents au point de conférer une unité à la production de l’auteur mineira. Nous approchons son œuvre de celles de Carlos Drummond de Andrade, Clarice Lispector, Fernando Pessoa e Guimarães Rosa – ce qui se fait partant de la présence de ce quatuor dans des dédicaces, citations, allusions, paraphrases ou épigraphes –, approche faite aussi comme un point de départ pour affirmer l’originalité de ses vers. La parole poétique est plus qu’une référence aux éléments extratextuels, puisqu’elle rend présent ce qu’elle indique, ou, selon Adélia Prado, “dans la poésie, le mot devient la chose”. Ses vers confirment implicitement ou explicitement cette conception quand ils décrivent des faits, objets et personnes comme des sources de beauté. Le beau empirique se sublime en art dans la tentative de se proteger de l’oubli et de la mort. Une fois que dans la doctrine judéo-chrétienne (catholique), avec laquelle la poétesse s’identifie, c’est Dieu le seul qui peut rompre les barrières du temps, le genre poétique serait intrinsèquement lié à la transcendance. Parmi les critiques de la poésie moderne, nous faisons appel à Hugo Friedrich (Structure de la poésie moderne) et Michael Hamburger (La verité de la poésie), ainsi que à des théoriciens qui se tiennent au signe poétique, comme Octavio Paz (Os filhos do barro e O arco e a lira) et Alfredo Bosi (O ser e o tempo na poesia). Nous incorporons aussi des travaux de Georges Didi-Huberman (O que vemos, o que nos olha) et Mircea Eliade (O sagrado e o profano; a essência das religiões). Nous avons consulté aussi les éditions des périodiques consacrées à notre poétesse, comme le nº 9 des Cadernos de Literatura Brasileira (2000) et le nº 20 de la revue Poesia Sempre (2005), dans lesquels il y a des essais, interviews, témoignages et indications bibliographiques importantes.

Mots-clés:intertextualité; littérature; sacré; mystique.

 

Rodrigo da Motta Dias

Título da dissertação: Anáfora indireta como recurso textual-discursivo na produção do humor em tiras cômicas

Orientador(a): Leonor Werneck dos Santos

Ano da defesa: 2019

Páginas: 92

 

Resumo

Este trabalho tem por objetivo investigar o caráter textual-discursivo das anáforas indiretas como elementos constitutivos na construção de sentido de textos multimodais, analisando tiras cômicas. Para isso, faz-se uma revisitação aos conceitos de gênero textual, buscando apresentar um panorama das contribuições dos estudos linguísticos acerca dos gêneros, e de texto, ampliando o conceito para local de construção de sentido em situações sociocognitivas de interação (KOCH, 2015), abarcando assim a interrelação de múltiplas semioses. Levantase como hipótese dessa pesquisa o uso de anáforas indiretas em tiras cômicas como estratégia linguística na composição da multimodalidade, utilizada tanto como elemento coesivo para o encadeamento da narrativa, quanto para a construção do sentido e da comicidade (CAPISTRANO, 2017). Assim, discute-se a relevância das características desse processo de referenciação, como a recategorização do objeto do discurso (MONDADA E DUBOIS, 2003) e a ancoragem em elementos (não)verbais (RAMOS, 2012). Os dados apresentam ocorrências de anáforas indiretas em tiras da Mafalda, do cartunista argentino Quino. Os resultados apontam para o caráter textual-discursivo desse processo de referenciação, mostrando que, para a produção do humor em textos multimodais, as AIs são construídas por meios de processos cognitivos que, no texto multimodal, necessitam da compreensão do texto, do cotexto (diálogo entre a linguagem verbal e linguagem não verbal) e do contexto (conhecimento de mundo e enciclopédico dos interlocutores).

Palavras-chave: Linguística de Texto; referenciação; anáfora indireta; humor; tiras cômicas.

Abstract

This research aims to investigate the textual-discursive nature of indirect anaphors as constitutive elements in the construction of meaning in multimodal texts, analyzing comic strips. In order to do so, the concepts of textual genre are reviewed, seeking to present an overview of the contribution of linguistics studies regarding genre, and text, enlarging the concept for the construction of meaning in interactive sociocognitive situations (KOCH, 2015), therefore encompassing the interrelationship of multiple semiosis. The hypothesis of this research is that indirect anaphora is used as a language strategy in comic strips in the composition of multimodality, being a cohesive element to the narrative chaining as well as to the construction of meaning and humor. (CAPISTRANO, 2017). Thus, the relevance of the characteristics of that referencing process is discussed, such as the recategorization of the object of the discourse (MONDADA and DUBOIS, 2003) and anchorage in (non-)verbal elements (RAMOS, 2012). The data present occurrences of indirect anaphora in Mafalda’s comic strips, by Quino. The results point to the textual-discursive nature of the referencing process, showing that, for the construction of humor in multimodal texts, the IAs are developed through cognitive processes that, in the multimodal text, require the understanding of the text, cotext (relation between verbal language and non-verbal language), and context (background knowledge of the readers).

Keywords:Text Linguistics; referring process; indirect anaphora; humor; comic strips.

 

Sofia Glória de Almeida Soares

Título da dissertação: A janela, o quadro, o poema: a poesia de Sophia de Mello Breyner Andresen em diálogo com a pintura

Orientador(a): Sofia Maria de Sousa Silva

Coorientador(a):Mônica Genelhu Fagundes

Ano da defesa: 2019

Páginas: 89

 

Resumo

É possível observar que na poesia de Sophia de Mello Breyner Andresen há um número considerável de textos que de alguma forma fazem menção a outras modalidades de arte, obras e artistas. Trata-se de uma poética com forte apelo visual, em que a imagem da janela é frequentemente evocada e adquire grande relevância. Ao longo desta investigação, buscamos demonstrar que uma concepção pictórica de escrita perpassa a obra de Sophia. Sendo assim, esta pesquisa tem como objetivo analisar o diálogo estabelecido entre essa poesia e a pintura (e seus desdobramentos) por meio da teoria do quadro como janela, desenvolvida por Leon Battista Alberti, importante nome do Renascimento italiano. A partir desse ponto de vista, observamos que esse diálogo se dá de duas maneiras principais nos textos: como procedimento e como tema.

 

Abstract

There is a number of texts in Sophia de Mello Breyner Andresen’s poetry that somehow mention other art techniques, works and artists. This poetics has a strong visual appeal that often evokes the image of the window, which is of great relevance. Our study demonstrates a pictorial conception of writing that permeates Sophia’s texts. It is from the theory of painting as a window, which was conceived by the Italian Renaissance artist Leon Battista Alberti, that we analyze the relation between poetry, painting, and their unfoldings. From this point of view, we observe that this discussion occurs in two main ways: both as a process and as a theme.

 

Vanessa Antunes da Silva

Título da dissertação: Referenciação e violência contra a mulher em relatos femininos

Orientador(a): Leonor Werneck dos Santos

Ano da defesa: 2019

Páginas: 106

 

Resumo

Esta pesquisa analisa as estratégias referenciais, principalmente as anáforas diretas, em seis relatos, retirados de fontes online, de mulheres que sofreram algum tipo de violência causada pelo machismo. Sendo assim, nosso objetivo é analisar de que modo os processos referenciais, em especial as anáforas diretas, expressam o posicionamento argumentativo das enunciadoras em relação aos agressores de que falam. Como embasamento teórico, utilizamos correntes teórico-metodológicas como a Linguística de Texto (KOCH, 1997, 2004; MARCUSCHI, 2006, 2008), com ênfase nos estudos da referenciação (KOCH e MARCUSCHI, 1998; CAVALCANTE, 2003; SANTOS, 2015); a Teoria da Argumentatividade (DUCROT, 1988; PERELMAN e OBRECHTS-TYTECA, 2005 [1992]); e a Teoria Feminista (NYE, 1995 [1939]; BEAUVOIR, 2016 [1949]; SAFFIOTI 1997 e 2002). Os resultados mostram que, a todo momento, as recategoriações sofridas pelos objetos do discurso explicitam o posicionamento argumentativo das vítimas e expõem as marcas que as violências sofridas deixaram na vida das relatoras.

 

Abstract

This research analyzes the reference strategies, mainly direct anaphora, in six reports of women who suffered some kind of violence caused by chauvinism. Therefore, our objective is to analyze in what way the referential processes, especially the direct anaphors, express the enunciators argumentative position in relation to the aggressors they talk about. As a theoretical basis, we use theoretical and methodolocal chains such the Text Linguistics (KOCH, 1997, 2004; MARCUSCHI, 2006, 2008), with an emphasis on reference strategies (KOCH e MARCUSCHI, 1998; CAVALCANTE, 2003; SANTOS, 2015); the Argumentation Theory (DUCROT, 1988; PERELMAN e OBRECHTS-TYTECA, 2005 [1992]); and the Feminist Theory (NYE, 1995 [1939]; BEAUVOIR, 2016 [1949]; SAFFIOTI 1997 e 2002). The results show that, at all times, the recategorizations suffered by explanatory objects make explicit the victims argumentative position and expose the marks left by the violence in rapporteurs life.

 

 

Vitória Benfica da Silva

Título da dissertação: O cruzamento vocabular formado por antropônimos: análise morfológica e fonológica

Orientador(a): Carlos Alexandre Victorio Gonçalves

Ano da defesa: 2019

Páginas: 184

 

Resumo

O presente trabalho tem como objetivo principal analisar o cruzamento vocabular, processo de formação de palavras que tem como base outras duas palavras já existentes na língua, a exemplo de chafé (< chá + café), cujo produto final não só determina um novo significado como também reproduz os das bases. Focalizamos, no entanto, um corpus diferenciado, não investigado anteriormente: cruzamento vocabular formado por, pelo menos, uma base antroponímica. Desse modo, nos baseamos tanto em estudos sobre o cruzamento vocabular – Gonçalves (2003, 2006, 2016) e Andrade (2008, 2009) – quanto naqueles sobre a antroponímia – Cassier (1985), Dick (1987) e Soledade (2012). Com esse perfil de corpus, coletamos dados de quatro categorias distintas: (i) antropônimos acrescidos de qualificador, como Imbeciro (< imbecil + Ciro); (ii) shippagem, a exemplo de Brumar (< Bruna + Neymar); (iii) nomes de batismo, como Ivedro (< Ivana + Pedro) e (iv) oniônimos de bases antroponímicas, como em Veterimário (< veterinário + Mário). Os resultados apontam para diferentes padrões de formação em cada grupo, além de um forte valor expressivo dos antropônimos, de modo geral.

Palavras-chave: morfologia; fonologia; cruzamento vocabular; antropônimos.

Abstract

The main objective of this work is to analyze lexical blend, a process of word formation based on two other words already present in the language, such as chafé (< chá “tea” + café “coffee”), whose final product not only determines a new meaning but also reproduces those of the bases. We focus, however, on a differentiated corpus, not previously investigated: lexical blend formed by at least an anthroponymic basis. Thus, we base ourselves on studies on the lexical blend – Gonçalves (2003, 2006, 2016) and Andrade (2008, 2009) – and on those on anthroponyms – Cassier (1985), Dick (1987) and Soledade (2012). With this corpus profile, we collect datas from four distinct categories: (i) anthroponyms plus qualifier, such as Imbeciro (< imbecile + Ciro); (ii) shipping, like Brumar (< Bruna + Neymar); (iii) baptismal names, such as Ivedro (< Ivana + Pedro) and (iv) “oniônimos” with anthroponymic bases, such as Veterimário (< veterinary + Mário). The results point to different training patterns in each group, as well as a strong expressive value of anthroponyms, in general.

Keywords: morphology; phonology; lexical blend; anthroponyms.

 

 

Wallace Bezerra de Carvalho

Título da dissertação: Sobre pipocos e dicionárias: Uma abordagem construcionista e relativista da flexão de gênero

Orientador(a): Carlos Alexandre Victorio Gonçalves

Co-orientador(a): Diogo Oliveira Ramires Pinheiro

Ano da defesa: 2019

Páginas: 91

 

Resumo

Neste trabalho, viso analisar as marcas de gênero gramatical no português brasileiro atual. Dessa forma, tenho como objetivos discutir a forma e o significado das estruturas classificadas na literatura como vogais temáticas e/ou desinências de gênero. Além disso, nesta pesquisa, busco investigar os impactos que essas formas (e, portanto, suas funções) têm sobre o pensamento dos falantes de português. Com isso, tenciono também contribuir com os debates sobre a relação língua-pensamento e o Relativismo Linguístico. Para tanto, tenho como bases os seguintes quadros Linguística Cognitiva (Croft & Cruse, 2004; Geeraerts & Cuyckens, 2007, Lakoff, 1987; Lakoff & Johnson, 1980); Gramática de Construções Baseada no Uso (Goldberg, 2013; Pinheiro, 2016); e aquilo chamado ora de Hipótese Sapir-Whorf, ora de Relativismo Linguístico (Everett, 2013). Com isso, construo três hipóteses: (i) as formas [N-a] („garota‟) e [N-o] („garoto‟) são partes de construções que têm como função {GÊNERO GRAMATICAL}; (ii) o significado dos gêneros gramaticais do português estão associados à binariedade de gêneros sociais e aos sexos biológicos; (iii) por conta disso, falantes são influenciados pela língua que utilizam a associar características prototípicas de diferentes gêneros sociais a referentes de acordo com o gênero dos substantivos a esses relacionados. Para verificar a validade das hipóteses levantadas, lancei mão de um experimento em que os participantes tinham como tarefa atribuir antropônimos a substantivos de referentes animados e inanimados. Os resultados de tal experimento, ao final, sustentaram os apontamentos feitos durante o trabalho.

Palavras-chave: Linguística Cognitiva; Gramática de Construções; Relativismo Linguístico; Flexão Nominal; Gênero Gramatical.

Abstract

In this work, I aim to analyse the current Brazilian Portuguese grammatical gender markings. This way, I try to discuss form and meaning of structures known in the area as thematic vowels and/or gender desinences. Besides that, I look for the investigation on how these formas (and, therefor, their functions) impact the way Portuguese speakers think. Thus, I try also to contribute with the debate on the relation language-thought and the Linguistic Relativism. In order to do so, I am based on the frameworks of Cognitive Linguistics (Geeraerts & Cuyckens (2007), Croft & Cruse (2004)), as well as on the frameworks of Usage-Based Construction Grammar (Goldberg, 2013, Pinheiro, 2016), for grammar analysis and description. I based as well on research done on the field sometimes called Sapir-Whorf Hypothesis, sometimes called Linguistic Relativism (Everett, 2013). With this, I can buil three different hypotheses: (i) the forms [N-a] (garota „girl‟) and [N-o] (garoto „boy‟) are part of of a construction which its meaning is {GRAMMATICAL GENDER}; (ii) the meaning of the grammatical genders in Portuguese are associated to the social genders and biological sexes binarity; (iii) because of that, speakers are influenced by the language to relate social genders prototypical characteristics to the referents according to the grammatical gender associated to its related noun. In terms of hypotheses verification, I used an experiment in which participants had to attribute anthroponyms to nouns with animate and inanimate referents. The results of this experiment sustained the remarks done during this research.

Keywords: Cognitive Linguistics; Construction Grammar; Linguistic Relativism; Noun Inflection; Grammatical Gender.

 

Yago Rodrigues Alvim

Título da dissertação: Esquadro Calcanhoto – Uma escuta da obra poética

Orientador(a): Eucanaã de Nazareno Ferraz

Ano da defesa: 2019

Páginas: 240

 

Resumo

Adriana Calcanhotto se lançou na música no final da década de 1980, quando o cancioneiro brasileiro abarcava, já então distensamente, a Bossa nova, a Tropicália, dentre outras matérias que, inclusive, foram surgindo em paralelo no decorrer da carreira da artista. Devido a seu interesse pela literatura e pelas artes plásticas, por exemplo, sua obra apresenta características singulares. Nela, observa-se ainda um recorte do mundo pelo qual a artista se aproxima de temas, figuras e lugares de que fala, a fim de entendê-los. A partir dessa perspectiva pessoal (presente não apenas nas canções e álbuns, como também em espetáculos, antologias, publicações em prosa, releases, entrevistas), Adriana concilia em sua produção reflexões acerca desses conteúdos. Em sua obra, equilibram-se, por conseguinte, autobiografia, história da canção popular e discussões sobre a nacionalidade. A partir, principalmente, das relações que instaura com o movimento da Tropicália pela figura de Caetano Veloso, o presente trabalho busca compreender, portanto, como se constitui esta dicção da artista compositora-intérprete. Para tal, as noções de “agoralidade” e de uma “linha evolutiva” da música popular de Antonio Cicero e os estudos acerca da canção de Luiz Tatit são essenciais, bem como a antropofagia de Oswald de Andrade.

Palavras-chave: Adriana Calcanhotto; Caetano Veloso; canção popular; Brasil.

 

Abstract

Adriana Calcanhotto’s work was released in the music industry in the late eights, when the range of Brazilian songs included the Bossa nova and Tropicália, among other strands, which even emerged in parallel to the artist’s career. Due to her interest in literature and visual arts, for example, her work gains unique characteristics. In which, it is observed a cut-out of the world by how she approximates of themes such as figures and places for the purpose of understand them. From her personal perspective (seen not just in the songs and songbooks, but also in her concerts, anthologies, prose writings, releases, interviews), Adriana conciliates in her labor discussions about those contents. Therefore, in her exertion she brings together her autobiography, the history of popular song and observations about nationality sense. Mainly, this study starts with the relations that Adriana establishes with the Tropicália movement by the figure of Caetano Veloso, in order to comprehend how this diction of the artist constituted itself. For this, the Antonio Cicero’s notions of the “nowness” and the popular music “evolution line” and the Luiz Tatit’s studies about the songwriting and songwriter are as essential as the Oswald de Andrade’s idea of anthropophagy.

Keywords: Adriana Calcanhotto; Caetano Veloso; Brazilian popular music; Brazil.

 

DISSERTAÇÕES DEFENDIDAS EM 2018

Total de dissertações defendidas: 24

Bruno Araujo Salgueiro

Título da dissertação: O entre-lugar das figurações religiosas na poética de Manuel Bandeira

Orientador(a): Eucanaã de Nazareno Ferraz

Ano da defesa: 2018

Páginas: 81

 

Resumo

Esta dissertação analisa a relação de Manuel Bandeira com a religião. Além disso, propõe investigar esse tema dentro de uma perspectiva que englobe outros traços dessa poética. Em um primeiro momento, busca-se ilustrar, pela análise de poemas, a presença da ambiguidade nessa poética. Verifica-se que temas como o amor e a morte são trabalhados por um viés cético/materialista, mas que também aparecem como assuntos relacionados à religião em outros poemas. Posteriormente, analisa-se aspectos da poesia de Bandeira, como o alumbramento, dentro da temática da mística. Em seguida, dedicamos um capítulo à leitura banderiana de Cântico dos cânticos. Ilustra-se, assim, de que maneira o poeta faz um trabalho de dessacralização do texto bíblico ao evidenciar a cena erótica como foco de seu poema “Cânticos dos Cânticos”. Nesse momento, o tema da presença do paganismo-cristão nesta poesia é analisado mais detidamente. Como o erotismo é um tema importante dentro dessa poética, busca-se verificar, também, como esse tópico influencia a presença das manifestações sagradas nessa poesia. O quinto capítulo propõe como foco de análise a congruência da busca libertina de cessação do desejo erótico e, ao mesmo tempo, a presença do remorso pelo sentimento de pecado inerente a esse desejo. Esse sentimento dual é sintetizado na figuração ambígua de santa Teresa de Ávila no livro Carnaval. O capítulo final analisa a presença da morte e suas reverberações temáticas nessa poesia pelo estudo dos poemas chamados “orações”.

Palavras-chave: Poesia brasileira – Religiosidade – Arte – Crítica – Manuel Bandeira

 

Abstract

This dissertation analyses the relation of Manuel Bandeira with the religion. Besides, it proposes to investigate this subject inside a perspective that includes other aspects of this poetics. At first, we seek to illustrate by the analysis of poems the presence of the ambiguity in this poetic. It is found that themes like love and death are worked by a skeptical / materialist slant, but they also appear as subjects related to religion in other poems. Subsequently, it is analyzed aspects of poetry of Bandeira, as alumbramento, within the mystical theme. Then, we devote a chapter to banderiana reading Cântico dos cânticos. It is illustrated like this how the poet makes a desecration work of the biblical text to highlight the erotic scene as the focus of his poem “Cântico dos cânticos”. At this moment, the theme of the presence of paganism-Christian in this poetry is analyzed more closely. As eroticism is an important theme in this poetic, we also seek to verify how this topic affects the presence of the sacred events in that poetry. The fifth chapter proposes as an analytical focus the congruence of libertine search of cessation of erotic desire and, at the same time, the presence of remorse by the feeling of inherent sin in that desire. This dual feeling is synthesized in the ambiguous figuration of St. Teresa of Ávila in the book Carnaval. The final chapter analyzes the presence of death and its thematic reverberations in this poetry by the study of the poems called “Prayers”.

Keywords: Brazilian poetry – Religiosity – Art – Criticism – Manuel Bandeira

 

Aline de Jesus Farias Oliveira

Título da dissertação: O apagamento do rótico na (re)organização silábica

Orientador(a): Dinah Maria Isensee Callou

Ano da defesa: 2018

Páginas: 129

 

Resumo

Essa dissertação busca estabelecer uma correlação entre o fenômeno do apagamento variável do rótico em posição de coda silábica final e a configuração fonológica da sílaba no português brasileiro. A amostra utilizada faz parte do corpus do Projeto ALIB e compõe-se de elocuções de fala espontânea de quatro falantes de Teresina/PI e quatro de Correntes/PI, com até o 5º ano do ensino fundamental. Além de confirmar hipóteses sobre a influência de fatores linguísticos e sociais na aplicação da regra variável de apagamento do rótico — dentro da perspectiva da sociolinguística variacionista — propõe-se uma análise acústica, por meio da qual serão analisadas as unidades de duração da sílaba (moras), visando a responder a como se daria a (re)organização temporal da sílaba quando ocorre a queda do segmento. Teorias postulam que uma sílaba pesada possui duas unidades temporais: uma mora que estaria associada ao onset + núcleo e outra que estaria relacionada à consoante em coda. Caberia indagar se, quando ocorre a queda do segmento em coda, (i) a unidade temporal seria mantida, através de um possível alongamento compensatório da vogal, ou (ii) esta unidade temporal desapareceria. Estudos acústicos sobre a aquisição do constituinte coda revelam que o alongamento é uma estratégia de reparo temporal, em que se alonga a vogal que antecede o segmento em coda, para manter a unidade temporal da sílaba. Os resultados indicam que, em final absoluto de frase, parece haver um alongamento da vogal na fala de adultos.

Palavras-chave: Rótico; Coda final; Sociolinguística; Análise acústica;

Resumen

Esta disertación busca establecer una correlación entre el fenómeno del supreción variable del rótico en posición de coda silábica final y la configuración fonológica de la sílaba en el portugués brasileño. La muestra utilizada forma parte del corpus del Proyecto ALIB y se compone de elocuciones espontáneas de cuatro hablantes de Teresina/PI y cuatro de Corrente/PI, con hasta el 5º año de la enseñanza fundamental. Además de confirmar hipótesis sobre la influencia de factores lingüísticos y sociales en la aplicación de la regla variable – dentro de la perspectiva de la sociolinguística variacionista – se propone un análisis acústico, por medio de la cual serán analizadas las unidades de duración de la sílaba (moras), visando responder a cómo se daría la (re) organización temporal de la sílaba cuando ocurre la eleminación del segmento. Teorias postulam que en una sílaba pesada hay dos unidades temporales: una mora que asociada al onset + núcleo y otra que estaria relacionada con la consonante en coda. Cabría indagar si, cuando ocurre la supreción del segmento en coda, (i) la unidad temporal se mantendría, a través de un posible alargamiento compensatorio de la vocal, o (ii) esta unidad temporal desaparecería. Los estudios acústicos sobre la adquisición del constituyente coda revelan que el “Estiramiento compensatorio” es una estrategia de reparación temporal, en la que el hablante alarga la vocal que antecede al segmento en coda, con el objetivo de mantener la unidad temporal de la sílaba. Los resultados indican que, em final absoluto de frases, parece haver um estiramiento de La vogal em la habla de los adultos.

Palabras clave: Rótico; Coda final; SociolingUística; Análisis acústico;

 

Anderson Pinheiro Rodrigues

Título da dissertação: Condicionalidade e exclusividade em predicações: descreve-se a rede construcional só com análise de usos

Orientador(a): Marcia dos Santos Machado Vieira 
Ano da defesa: 2018
Páginas:122

 

Resumo

Baseada em pressupostos teórico-metodológicos das abordagens funcionalista, construcionista e cognitivista (BYBEE, 2003, 2010; GOLDBERG, 1995, 2003, 2013; TRAUGOTT & TROUSDALE, 2013; dentre outros), esta pesquisa analisa padrões construcionais licenciados pelas (meso)construções exclusiva e exclusiva-condicional do Português Brasileiro instanciados pelo esquema sintático [advfoc.exc-prep.com-elemento nominal] (só com x). Ambas (meso)construções analisadas nesta pesquisa compatibilizam-se ao esquema sujeito-predicado, integrando-o sintaticamente. O resultado da compatibilização dessas (meso)construções ao esquema sujeito-predicado revela propriedades que permitem estabelecer um esquema geral de valor exclusivo e seus subtipos, a saber: as (meso)construções exclusivas e as exclusivo-condicionais, as quais, por sua vez, licenciam padrões construcionais mais substantivos (microconstruções).

Os padrões construcionais compatibilizados ao esquema sujeito-predicado os quais ambas licenciam atribuem ao esquema um sentido básico. No caso das exclusivo-condicionais, o sentido básico é “x só age/realiza-se se for com y” e, no das exclusivas, o sentido é “x age/realiza-se unicamente com y”.

Atesta-se, nesta pesquisa, que o valor condicional é encontrado também em sentenças simples e não só nas relações sintáticas entre orações. Para tanto, conta-se com uma amostra de 400 enunciados: 296 dados encontrados no corpus/acervo de entrevistas do Programa Roda Viva/TV Cultura transcritas e disponíveis no site da FAPESP; e 74 dados complementares coletados via ferramenta de busca do Google em textos (de sites e blog diversos). Focalizamse os problemas relativos à caracterização morfossintática e semânticodiscursiva das (meso)construções condicional-exclusivas e exclusivas. Os dados foram, então, analisados segundo os seguintes parâmetros e subparâmetros: (i) valor construcional (tipo de advérbio focalizador, focalização dos advérbios exclusivos no padrão construcional só com x, polaridade negativa/positiva do esquema sujeito-predicado; possibilidade de constructos com os sentidos exclusivo e condicional); (ii) relação semântica construcional (ausência ou presença de modificador na construção só com x, esquema sujeito-predicado, (in)animacidade do sujeito); (iii) referente textual (tipo de informação).

De acordo com a análise desses (sub)parâmetros nos dados, é possível identificar sentenças simples com valor básico (valor exclusivo), as sentenças com uma extensão desse valor (valor exclusivo-condicional), assim como sentenças simples com o valor condicional, com base no estudo de alguns aspectos sintáticos, semânticos e discursivos.

Palavras-chave: Funcionalismo, Gramática de Construções, construção de estrutura argumental, condicionalidade, exclusividade.

 

Abstract:

Based on theoretical and methodological presuppositions of functionalist, constructional and cognitive approaches (BYBEE, 2003, 2010; GOLDBERG, 1995, 2003, 2013; TRAUGOTT & TROUSDALE, 2013; among others), this research analyzes constructional patterns licensed by the exclusive and conditional-exclusive Brazilian Portuguese (meso)constructions instantiated by the syntactic scheme [advfoc.exc-prep.com-nominal element] (só com x). Both analysed (meso)constructions in this research are compatibilized to the subjectpredicate schema, syntatically integrating it. The result of the compatibilization of these (meso)constructions to the subject-predicate schema reveals properties that allow to establish a general scheme of exclusive value and its subtypes, namely: exclusive and conditional-exclusive (meso)constructions, which, in turn, license more substantive constructional patterns (microconstructions).11 The compatibilized constructional patterns to the subject-predicate schema that both of them licenses give that schema a basic sense. In the case of the conditional-exclusive (meso)constructions, the basic sense is “x only acts/occurs if (and only if) it is with y”. In the case of the exclusive ones, the basic sense is “x acts/occurs only with y”.

It is confirmed, in this research, that the conditional value is also found in simple sentences and not only in the relation between verbal phrases. In order to do so, the corpus analysis count on 400 sentences: 296 occurrences found at a corpus/collection of interviews produced at Roda Viva Program/TV Cultura, which are transcribed at FAPESP site; and 74 occurrences that complement the first ones and were collected, by the use of Google search device, in texts (diverse sites and blogs). We deal with problems related to the morphosyntatic and discursive-semantic characterization of conditional-exclusive and exclusive (meso)constructions. Then, data was analyzed according to the following parameters and subparameters: (i) constructional value (type of focus adverb, exclusive adverbs focusing constructional pattern only with x, negative/affirmative polarity of the subjective-predicate schema, construction ambiguity); (ii) constructional semantic relation (absence or presence of a modifier in construction only with x, subject-predicate scheme, (in)animate subject); (iii) textual reference (type of information).

According to the analysis of such (sub)parameters at data, it is possible to identify the simple sentences with the basic value (exclusive value), the sentences with an extension of such value (conditional-exclusive value), as well as the simple sentences with conditional value, based on the study of some syntactic, semantic and discursive aspects.

Keywords: grammar of constructions, argumentative constructions, conditionality, exclusivity.

 

Carolina Lopes Batista

Título da dissertação: Cenas de uma vida devota: o riso na narrativa de Eça de Queirós

Orientador(a): Monica do Nascimento Figueiredo
Ano da defesa: 2018
Páginas: 131

Resumo

Após as conturbadas Conferências do Casino de 1871, Antero de Quental teria “encomendado” a Eça de Queirós um texto que transformasse seu ensaio político em ficção, para que fosse publicado em uma coluna da Revista Ocidental. Esse texto, depois de alguns anos e vários ajustes, tomou corpo sob o título de O crime do Padre Amaro. Apesar da história narrar a vida de um padre que na Leiria oitocentista se envolve com uma devota e a engravida, essa obra vai muito além da chocante premissa. Os principais problemas que Eça de Queirós observava em seu Portugal contemporâneo – resumidamente: instituições corrompidas por pessoas corrompidas em uma pequena e simplória cidade composta majoritariamente de pequenos burgueses, que estão presos a esse sistema corrupto e repressor que a religião sustém – são pontuados no romance de Eça através de uma escrita de humor ácido e sarcástico. É possível perceber tal “riso enviesado” tanto nas muitas situações criadas pela narrativa quanto nas palavras escolhidas cuidadosamente para descrever as cenas e os personagens.

Palavras-chave: O crime do Padre Amaro; Eça de Queirós; riso; humor.

 

Abstract

After the troubled 1871 Casino Conferences, Antero de Quental would have “commissioned” Eça de Queirós a text that would transform his political essay into fiction, to be published in a column of the Western Magazine. This text, after some years and several adjustments, took shape under the title of The crime of the Father Amaro. Although the story recounts the life of a priest who in the nineteenth-century Leiria engages with a devotee and impregnates her, this work goes far beyond the shocking premise. The main problems that Eça de Queirós observed in his contemporary Portugal – in short: institutions corrupted by corrupt people in a small, simple city composed of petty bourgeois, who are trapped in this corrupt and repressive system that religion maintains – are punctuated in the novel of Eça through a writing of acid and sarcastic humor. It’s possible to realize such “skewed laughter” in both the many situations created by the narrative and the words carefully chosen to describe the scenes and the characters.

Keywords: The crime of the Father Amaro; Eça de Queirós; laugh; humor.

 

Caroline da Silva Paquieli

Título da dissertação: A aspectualização temporal em textos jornalísticos on-line: uma análise semiótica

Orientador(a): Regina Souza Gomes
Ano da defesa: 2018
Páginas: 198

 

Resumo

O presente estudo tem como objetivo tecer, a partir da teoria semiótica de linha francesa, uma análise da aspectualização do tempo em textos jornalísticos sobre a política nacional. Para tanto, examinaremos trinta e duas notícias, veiculadas nos periódicos on-line O Globo e O Dia, durante os meses de dezembro de 2015 e de abril de 2018. Com esse corpus investigamos os procedimentos aspectuais mais reincidentes nos dois períodos, averiguamos o modo como cada jornal apreende o processo temporal dos fatos políticos, observando seus efeitos de sentido, e identificamos as propriedades aspectuais que caracterizam desse tipo de notícia. De acordo com o escopo teórico da semiótica, a aspectualização pode ser entendida como um procedimento do nível discursivo que, a partir do ponto de vista de um observador, avalia como um processo, uma marcha, as categorias de pessoa, de tempo e de espaço (GREIMAS; COURTÉS, 1979, 29). Acolhemos também, na análise, algumas contribuições da semiótica tensiva (ZILBERBERG, 2006; 2011), principalmente ao levar em conta, na percepção do tempo, o acento e as graduações abarcadas pelo sensível. Buscando comprovar a hipótese de que a aspectualização temporal manifesta nas notícias uma orientação argumentativa, demonstramos que a gestão aspectual do tempo, ora alongando a duração das ações políticas, ora abreviando-as, inscrevendo iterações ou rupturas, a imperfectividade ou perfectividade, está relacionada a conteúdos ideológicos, como a manutenção ou a ruptura de um governo, e não é a mesma nos dois periódicos, o que acaba permitindo o reconhecimento de certas particularidades dos discursos de cada jornal.

Palavras-chave: Semiótica; Aspectualização; Tempo; Jornalismo Político on-line; Discurso.

 

Abstract

This paper aims to compose an analysis, from the perspective of the Theory of French Semiotics, of the aspectualization of time in journalistic texts about national politics. In order to do so, thirty-two news items, published in the online newspapers “O Globo” and “O Dia” during December 2015 and April 2018, have been analyzed. Having this corpus, we have investigated the most recurrent aspectual procedures within both periods; we have ascertained the way that each newspaper apprehends the temporal process of political facts, observing their meaning effects; and we have identified the aspectual specificities that characterize this kind of news item. According to the theoretical scope of Semiotics, aspectualization can be understood as a procedure of the discursive level in which, from the viewpoint of an observer, evaluates the categories of person, time, and space, as a process, as a march (GREIMAS; COURTÉS, 1979, p. 29). We have also used, in the analysis, some contributions of tensive semiotics (ZILBERBERG, 2006; 2011), especially when taking into account, in the perception of time, the accent and the rankings covered by the sensitive. Seeking to prove the hypothesis that the temporal aspectualization manifests an argumentative orientation in the news items, we have demonstrated that the aspectual management of time, sometimes lengthening the duration of political actions, sometimes shortening them, registering iterations or ruptures, imperfectiveness or perfectivity, is related to ideological contents, such as maintenance or rupture of a government, and is not the same on both newspapers, which allows the recognition of certain particularities of the discourses of each newspaper.

Keywords: Semiotics; Aspectualization; Time; Online Political Journalism; Discourse.

 

Daniela da Glória Silveira de Souza Vianna

Título da dissertação: As geografias anticoloniais de Noémia de Sousa

Orientador(a): Nazir Ahmed Can

Ano da defesa: 2018

Páginas: 125

 

Resumo:

Esta dissertação analisa Sangue Negro, da poeta moçambicana Noémia de Sousa, com o objetivo de compreender os espaços na sua obra, assim como o retrato dos perfis humanos que povoaram os bairros periféricos de Moçambique, especialmente os trabalhadores dos cais, as prostitutas, os magaiças, os zampunganas. Seguindo esta proposta de leitura, que aborda o espaço em um sentido mais aberto, sem desligá-lo do tempo, pretende-se ainda examinar o comprometimento de Noémia com a história e a política de Moçambique. A partir dos conceitos da Geografia, este trabalho procura refletir a ideia do vínculo do homem com o lugar onde vive ao mostrar a relação concreta da poeta estudada com a terra moçambicana e também da sua relação com os lugares da diáspora africana. Nesse sentido, o objetivo é analisar as relações que Noémia estabelece com o seu meio, a partir das suas experiências geográficas. Além disso, constatando que as literaturas africanas foram influenciadas por movimentos culturais e políticos de outras partes do mundo, tais como América e Europa, examinamos o modo como alguns desses movimentos são integrados na obra da poeta.

Palavras-chave: Noémia de Sousa. Literatura moçambicana. Geografia. Espaço poético. Resistência.

 

Abstract

This dissertation analyzes Sangue Negro, by the Mozambican poet Noémia de Sousa, in order to understand the spaces in his work, as well as the portrayal of the human profiles that populated the peripheral districts of Mozambique, especially wharf workers, prostitutes, magicians, the zampunganas. Following this reading proposal, which approaches space in a more open sense, without disconnecting it from time, it is also intended to examine Noémia’s commitment to the history and politics of Mozambique. Based on the concepts of geography, this work seeks to reflect the idea of the man’s bond with the place where he lives by showing the concrete relation of the poet studied with the Mozambican land and also of its relation with the places of the African diaspora. In this sense, the objective is to analyze the relations that Noémia establishes with its environment, based on its geographical experiences. Moreover, noting that African literatures have been influenced by cultural and political movements in other parts of the world, such as America and Europe, we have examined how some of these movements are integrated into the poet’s work.

Keywords: Noémia de Sousa. Mozambican literature. Geography. Poetic space. Resistance.

 

Fernanda de Aquino Araújo Monteiro

Título da dissertação: De Maria Monforte a Maria Eduarda: o feminino (re)visto na ficção de Eça de Queirós

Orientador(a): Monica Figueiredo
Ano da defesa: 2018
Páginas: 106

 

Resumo

O presente trabalho pretende averiguar de que modo Maria Monforte e Maria Eduarda, deOs Maias(1888), foram mal compreendidas, fundamentalmente, por duas vias: tanto pela crítica queirosiana quanto pelas próprias personagens masculinas que as cercam. Propomos analisar o percurso de duas personagens femininas, por acreditarmos ser possível mostrar o quanto Maria Monforte e Maria Eduarda foram idealizadas, porque estereotipadas, pelo olhar de Pedro da Maia e de Carlos da Maia, presos que estavam culturalmente a uma forma de perceber o feminino que ia da visão da “madona” à da“femme fatale”.

Abstract

The present work intends to find out how Maria Monforte and Maria Eduarda, from Os Maias (1888), were fundamentally misunderstood, in two ways: both by the Queirosian criticism and by the male characters that surround them. We propose to analyze the course of two female characters, because we believe it is possible to show how Maria Monforte and Maria Eduarda were idealized, because stereotyped by the eyes of Pedro da Maia and Carlos da Maia, they were stuck in a cultural way of perceiving the feminine that went from the vision of the “madonna” to that of the “femme fatale”.

Flávia Danielle Rodrigues Silva

Título da dissertação: A escrita do indizível em local desagregador: memórias de Maura Lopes Cançado

Orientador(a): Adauri Silva Bastos
Ano da defesa: 2018
Páginas: 115

 

Resumo

A temática da loucura sempre marcou presença na literatura, porém poucas obras a abordam em um hospital psiquiátrico, a partir do olhar do paciente. Hospício é Deus: diário I (1965), de Maura Lopes Cançado, faz aflorar a subjetividade de uma interna que usa a escrita como maneira de sobreviver aos horrores do local e da sociedade que a cerca. Além do diário, a autora mineira escreveu contos, reunidos na coletânea O sofredor do ver (1968), que chamam a atenção pela qualidade, assim como pelo fato de serem repletos de dados biográficos e retomarem questões abordadas em Hospício é Deus. Este trabalho consiste em uma análise comparativa empreendida por dentro da obra da autora – composta apenas pelos dois livros citados –, de modo a verificarmos as convergências e distinções entre o diário e o conto. Passamos pela história da loucura, a escrita e a ficcionalização de memórias. Abordamos a repercussão da obra nos jornais e à luz da teoria da literatura. Constatamos que as temáticas, as memórias e o estado em que ela se encontrava contribuíram para a criação de uma literatura lacunosa, rica em imagens e plena de significação.

Palavras-chave: Maura Lopes Cançado; literatura brasileira; hospício; teoria da literatura.

 

Abstract

The theme of madness has always been present in the literature, but few works approach it in a psychiatric hospital, from the patient’s point of view. Hospício é Deus: diário I, by Maura Lopes Cançado, brings out the subjectivity of a patient using writing as a way of surviving the horrors of the place and the society that surrounds her. In addition to the diary, the author wrote short stories, gathered in the book O sofredor do ver, which call attention to their quality, as well as to the fact that they are full of biographical data and they take up issues addressed in the previous book. This paper is a comparative analysis inside the author’s works in order to verify the convergences and distinctions between the diary and the short story. The perspective adopted here goes through the history of madness, the writing and fictionalization of memories, the repercussion of her work in the newspapers, in the light of the theory of literature. We realized that themes, memories, and state in which she found herself contributed to the creation of a literature rich in images, gaps and meanings.

Keywords:Maura Lopes Cançado; Brazilian literature; asylum; theory of literature.

 

Haroldo do Carmo Oliveira

Título da dissertação: A potência literária dos contrastes e confrontos nos sertões euclidianos

Orientador(a): Anélia Montechiari Pietrani
Ano da defesa: 2018
Páginas: 103

 

Resumo

Euclides da Cunha, em Os sertões, de 1902, compôs uma obra-prima que possibilita inúmeros estudos literários, e a potência dos contrastes e confrontos nesses sertões euclidianos é um deles. Quando descreve as terras sertanejas e suas antagônicas concepções geológicas, climáticas e de vegetação, Euclides está reinterpretando cenários, considerando o abstrato dessas formas. De modo semelhante, quando constata que o homem sertanejo, mestiço por natureza, inquieto e forte, cuja formação e caráter parecem talhados para experimentar adversidades, o escritor parece querer apontar o viés diverso e paradoxal da formação humana. E ainda, quando insiste em mostrar os descuidos das preparadas tropas do exército, assim como a ousadia e as estratégias de sucesso dos sertanejos inexperientes, ele cria uma proposição textual que destaca os desconcertos e denuncia a barbárie da luta em Canudos. Nesse “sertão evitado” pelas duras imagens, propenso a um “clima caluniado” e com um mestiço forte, “cerne da nacionalidade”, as figuras antagônicas e contrastantes se acentuam, fortalecendo a incompreensão pela racionalidade. Na verdade, as entrelinhas do primoroso texto de Euclides convidam para um mergulho impreciso, mas empolgante, pelo universo das ambivalências, das ironias e do arcabouço da incompletude, que nos permite adentrar bifurcações incessantes na tentativa de descortinar o imaginário humano que não se esgota pela simples expressividade das letras.

Palavras-chave: Euclides da Cunha; Contrastes; Ironia; Os sertões.

Abstract

Euclides da Cunha, in Os sertões, published in 1902, composed a masterpiece that enables numerous literary studies. The power of contrasts and confrontations in these Euclidean backlands is one of them. While he describes the backlands and their antagonistic geological, climatic and vegetation conceptions, Euclides is reinterpreting scenarios, considering the abstract of these forms. Likewise, when he finds the restless and strong sertanejo man, a mestizo by nature, whose formation and character seem to be cut to experience adversities, the writer seems to point out the whole diverse and paradoxical bias of human formation. And while he insists on showing the carelessness of the prepared army troops, as well as the boldness and strategies of success of the inexperienced sertanejos, he creates a textual proposition that highlights the bewilderments, and denounces the barbarism of the struggle in Canudos. In this “avoided sertão”, by hard images, prone to a “slandered climate” and a strong mestizo heritage, “center of nationality”, the antagonistic and contrasting figures are accentuated, enhancing the incomprehension by rationality. In fact, the lines in the text by Euclides invite an imprecise but exciting plunge into the universe of ambivalence, ironies and every framework of incompleteness that allows us to enter incessant bifurcations in the attempt to unveil the human imagination that does not end by the simple expressiveness of the letters.

Keywords: Euclides da Cunha; Contrasts; Irony; Os sertões.

Ingrid da Costa Oliveira

Título da dissertação: Os róticos em coda silábica externa: o interior da região Sul no projeto ALiB

Orientador(a): Carolina Ribeiro Serra
Ano da defesa: 2018
Páginas: 133

 

Resumo

Nesta dissertação, analisa-se a variabilidade de realização do rótico em posição de coda silábica externa (dizeR; valoR), confrontando o comportamento linguístico de indivíduos de seis municípios do interior da região Sul: Santa Maria (RS), Caçapava do Sul (RS), Lages (SC), Criciúma (SC), Guarapuava (PR) e Campo Mourão (PR). Utilizam-se amostras de fala espontânea do corpus do projeto ALiB, que é constituído de gravações atuais, realizadas durante os primeiros anos do século XXI. Este estudo variacionista tem como principais objetivos verificar o avanço do processo de cancelamento do rótico em coda final na região Sul e determinar as variantes do R utilizadas nessas localidades. Com base nos pressupostos da Sociolinguística Quantitativa Laboviana, além de verificar a atuação de fatores linguísticos e sociais, como classe morfológica, dimensão do vocábulo, sexo e faixa etária, pretende-se ainda investigar a relação entre presença/ausência de R, em posição de coda final, e o tipo de fronteira prosódica em questão. Os resultados obtidos apontam altos índices de apagamento em verbos, em todos os municípios – Santa Maria (95%), Caçapava do Sul (89%), Criciúma (97%), Lages (87%), Campo Mourão (90%) e Guarapuava (94%) – em contraste com uma baixa frequência em não-verbos – 16%, 8%, 22%, 6%, 3% e 11% respectivamente. A aproximante retroflexa e o tepe foram as variantes mais utilizadas em ambas as categorias e a variável área geográfica do informante foi o segundo fator mais relevante, atrás apenas do contexto vocálico antecedente: a presença de uma vogal de traço [+ arr] favorece a manutenção do segmento. Outras variáveis significativas foram a dimensão do vocábulo, o sexo, a faixa etária do informante e, em menor escala, o tipo de fronteira prosódica.

Palavras-chave: Rótico, coda final, ALiB, sociolinguística, região Sul.

 

Resumen

En esta tesis de maestría, se analiza la variabilidad de realización del rótico en posición de coda silábica externa (deciR; valoR), confrontando el comportamiento lingüístico de individuos de seis ciudades del interior de la región Sur: Santa Maria (RS), Caçapava do Sul (RS), Lages (SC), Criciúma (SC), Guarapuava (PR) y Campo Mourão (PR). Se utilizan muestras de habla espontánea del corpus del proyecto ALiB, el cual es constituido por grabaciones actuales, realizadas a lo largo de los primeros años del siglo XXI. Este estudio variacionista tiene como principales objetivos verificar el avance del proceso de supresión del rótico en coda final en la región Sur y determinar las variantes de la R utilizadas en esas localidades. Basándose en los presupuestos de la Sociolingüística Quantitativa Laboviana, además de verificar la actuación de los factores lingüísticos y sociales, como la clase morfológica, la dimensión del vocablo, el sexo y la edad, se pretende aún investigar la relación entre presencia/ausencia de la R, en posición de coda final, e el tipo de frontera prosódica en cuestión. Los resultados obtenidos apuntan altos índices de supresión en verbos, en todos los municipios – Santa Maria (95%), Caçapava do Sul (89%), Criciúma (97%), Lages (87%), Campo Mourão (90%) y Guarapuava (94%) – en oposición a la baja frecuencia en no-verbos – 16%, 8%, 22%, 6%, 3% y 11% respectivamente. La aproximante retroflexa y el tepe se presentaron como las variantes más utilizadas en ambas categorías, mientras la variable área geográfica del informante fue el segundo factor más relevante, detrás solamente del contexto vocálico antecedente: la presencia de una vocal de rasgo [+arr] favorece la manutención del segmento. Las variables dimensión del vocablo, sexo y edad del informante también se mostraron significativas, así como la frontera prosódica.

Keywords: Euclides da Cunha; Contrasts; Irony; Os sertões.

 

João Victor Sanches da Matta Machado

Título da dissertação: Disseminação da utopia: narrar a nação em A Geração da Utopia, de Pepetela

Orientador(a): Nazir Ahmed Can
Ano da defesa: 2018
Páginas: 94

 

Resumo

As tributary of the first generations of Angolan writers, Pepetela, in his novels, maintains the concern in thinking the historical condition of the colonized subject. In the novel The Generation of Utopia, published in 1992, we can already perceive a critical work present in the narrative, in which, without questioning colonial power, the nation does not assume itself as a uniform discursive instrument. This study aims to show that the constitution of the novel as a historical panel of contemporary tensions – beginning in 1961 and ending in 1991 – disarticulates the possibility of a homogeneous spatialisation of the nation. Thus, based on the considerations of Homi Bhabha regarding the forces of pedagogy and performance present in the national culture, this dissertation intends to point out the ways in which the narrative of Pepetela starts from the restlessness of its characters before the space that they cross to strain the experience collective of the national doing with the questions of its subjectivities.

Palavras-chave: Pepetela 1. A Geração da Utopia 2. Literature and Postcolonialism 3. Pedagogy and Performance 4.

 

Resumen

Tributario de las primeras generaciones de escritores angoleños, Pepetela, en sus romances, mantiene la preocupación de pensar la condición histórica del sujeto colonizado. En la novela A Geração da Utopia, publicada en 1992, observamos tipo de abordaje transversal en su producción literaria: sin dejar cuestionar el poder colonial, la nación no se asume como categoría o instrumento discursivo uniforme. Este estudio tiene como objetivo mostrar que la constitución de la novela, en su calidad de panel histórico de las tensiones de la contemporaneidad – iniciando en 1961 y terminando en 1991-, desarticula la posibilidad de una lectura homogénea de la nación. Siendo así, a partir de las consideraciones de Homi Bhabha acerca de las fuerzas de pedagogía y de la performance presentes en la cultura nacional, buscaremos mostrar como Pepetela parte de la inquietud de sus personajes frente al espacio que atraviesan para tensionar la experiencia colectiva del hacer nacional con los cuestionamientos de sus subjetividades.

Palabras clave:Pepetela 1. A Geração da Utopia 2. Literatura y Post-colonialismo 3. Pedagogía y Performance 4.

 

João Ximenes Neto

Título da dissertação: Carolina Maria De Jesus: uma estrangeira em nossa literatura

Orientador(a):Anélia Montechiari Pietrani
Ano da defesa:2018
Páginas: 81

Resumo

A romancista, poeta, cantora e compositora Carolina Maria de Jesus surge no cenário da literatura brasileira no início da década de 60 com a obra intitulada Quarto de despejo, magnus opus que lhe rendeu a representação de uma voz negra e atuante no universo literário nacional e internacional. Sobre os caminhos trilhados até que a “estranha” e desconhecida mulher negra e favelada se firmasse como uma das mais importantes escritoras negras do Brasil, tem sido revelador o trabalho de Fernanda Rodrigues de Miranda, Os caminhos literários de Carolina Maria de Jesus: experiência marginal e construção estética, que apresenta por propósito estudar a conversão de sua experiência em literatura. Nesta dissertação, tomaremos como objeto de estudo literário a obra Quarto de despejo, em que a autora se propõe a retratar a figura da mulher negra, favelada e isolada da sociedade como uma personagem que se encontra à margem, fora da órbita do progresso e do discurso essencialista da nação. A fim de conceituar e compreender a escritora Carolina enquanto “estranha” e “estrangeira” na literatura, tomaremos como base teórica o livro Falando com estranhos: o estrangeiro e a literatura brasileira, coletânea de ensaios críticos e textos ficcionais organizada por Godofredo de Oliveira Neto e Stefania Chiarelli, que revê a tradição literária nacional pelo ponto de vista do estrangeiro

Palavras-chave: Carolina Maria de Jesus, literatura brasileira, escritora negra, estrangeira.

 

Abstract

The novelist, poet, singer and composer Carolina Maria de Jesus arises in Brazilian Literature scenery in the beginning of the sixties with her literary work Quarto de despejo, magnus opus which resulted in a black and active voice representation in the national and international universe. About the trodden paths until the “stranger” and unknown black and slum woman become one of the most important black writers in Brazil, Fernanda Rodrigues de Miranda’s thesis, entitled Os caminhos literários de Carolina Maria de Jesus: experiência marginal e construção estética, has been revealing, which focuses the conversion of Carolina’s experience in literature. In this work, our object of study will be the literary work Quarto de despejo, which the author proposes to depict the black, slum and isolated woman from society that is found in the margins, outside from the orbit of progress and the essentialist speech of the nation. In order to conceptualize and understand Carolina Maria de Jesus’s way of writing as a “stranger” and “foreigner” in our literature, our theoretical basis will be the book entitled Falando com estranhos: o estrangeiro e a literatura brasileira, a compilation of critical essays and fictional texts, organized by Godofredo de Oliveira Neto and Stefania Chiarelli, that reviews the national literary tradition through the foreigner point of view

Keywords:Carolina Maria de Jesus, Brazilian literature, black writer, foreigner.

 

Julio Manoel da Silva Neto

Título da dissertação: Referenciação e argumentação em artigos de opinião

Orientador(a):Leonor Werneck dos Santos
Ano da defesa: 2018
Páginas: 146

Resumo

À luz da Linguística do Texto (KOCH, 2003; MARCUSCHI, 2008) e da Teoria da Argumentação (DUCROT, 1987; KOCH; ELIAS, 2016; CABRAL, 2017), este trabalho objetiva analisar como as estratégias de referenciação (KOCH; MARCUSCHI, 1998; MONDADA; DUBOIS, 2003; CIULLA E SILVA, 2008) são importantes elementos constitutivos na elaboração de textos argumentativos stricto sensu, ou seja, aqueles que almejam convencer o seu público-alvo de determinada tese. Para a análise, selecionamos oito artigos de opinião, publicados em sites brasileiros de três revistas – Veja, Época e Carta Capital – e de um jornal – O Estado de São Paulo –, ao longo do triênio 2015-2017, a respeito de um tema em comum, que denominamos “eixo Síria”. A escolha dessa temática decorre do nosso objetivo de observar como os enunciadores se posicionariam diante um tema em cujo contexto não estão inseridos e cujas informações são obtidas, geralmente, de maneira “filtrada”, por meio de agências internacionais. Avaliamos um par de artigos de cada meio de comunicação, selecionando as anáforas diretas (PERDICOUYANNI-PALÉOLOGOU, 2001; MILNER, 2003; SANTOS; CAVALCANTE, 2012), encapsuladoras (CONTE, 2003; CUSTÓDIO FILHO; SILVA, 2013; PECORARI, 2015) e as pistas textuais (CORTEZ, 2009; COLAMARCO, 2014) como elementos centrais para observação, além de alguns processos dêiticos relevantes para a construção argumentativa. Em nossa análise, notamos que as construções referenciais são meios pelos quais os enunciadores explicitam seus posicionamentos discursivos, mesmo diante da temática externa, atribuindo qualificações axiológicas a diferentes objetos, tanto para valorizá-los quanto para depreciá-los, instituindo, muitas vezes, um discurso de polarização (AMOSSY, 2017) em que se supervaloriza o Ocidente em detrimento do Oriente Médio, além de silenciar ações ocidentais na Síria, almejando, dessa forma, induzir o leitor a achar válidas as investidas externas das superpotências no país. No que tange aos processos dêiticos (BENVENISTE, 1976; MAALEJ, 2003; CASTILHO, 2010; SANTOS; MORAIS, 2017), analisamos o temporal e o pessoal e vimos que tais seleções também se constroem com vistas à argumentação. Dessa maneira, avaliando as diferentes escolhas lexicais que se realizam no projeto de dizer, constatamos que a referenciação serve como um importante meio para revelar marcas argumentativas.

Palavras-chave: Referenciação, argumentação, gênero textual, artigo de opinião.

 

Abstract

In the light of the Text Linguistics (KOCH, 2003; MARCUSCHI, 2008) and the Argumentation Theory (DUCROT, 1987; KOCH; ELIAS, 2016; CABRAL, 2017), this paper aims to analyze how the referring strategies (KOCH; MARCUSCHI, 1998; MONDADA; DUBOIS, 2003; CIULLA E SILVA, 2008) are important constitutive elements in the elaboration of argumentative texts stricto sensu, that is, the ones which aim to convince its target public of a certain thesis. For the analysis, we selected eight opinion pieces published in Brazilian websites of three magazines – Veja, Época and Carta Capital – and a newspaper – O Estado de São Paulo –, throughout the triennium 2015-2017, concerning a common issue which we proposed to name “axis Syria”. The choice of this theme is due to our intention to observe how the enunciators would position themselves about an issue of whose context they do not make part and whose information is normally obtained in a “filtered” manner, through international agencies. We assessed a pair of pieces of each means of communication, selecting the direct (PERDICOUYANNI-PALÉOLOGOU, 2001; MILNER, 2003; SANTOS; CAVALCANTE, 2012), and encapsulated (CONTE, 2003; CUSTÓDIO FILHO; SILVA, 2013; PECORARI, 2015) anaphoras and the textual clues (CORTEZ, 2009; COLAMARCO, 2014) as central elements to be observed, besides some deictic processes relevant to the argumentative construction. In our analysis, we noticed that the referring constructions are the means through which the enunciators make explicit their discursive positioning, even facing an external theme, ascribing axiological qualifications to different objects, both for appreciate and depreciate them, often establishing a polarized discourse (AMOSSY, 2017) where the West is overvalued to the detriment of the Middle East, besides silencing western actions in Syria, with the aim of inducing the reader to take as valid the external attacks by the superpowers in the country. Concerning the deictic processes (BENVENISTE, 1976; MAALEJ, 2003; CASTILHO, 2010; SANTOS; MORAIS, 2017), we analyzed the time and person ones, and noticed that such selections are also constructed with an argumentation purpose. Therefore, assessing the different lexical choices that are made in the project of saying, we proved that referencing is an important way to reveal argumentative features.

Keywords: Referencing, argumentation, textual genre, opinion piece.

 

Kezia Leão da Silva

Título da dissertação: Viagem por letras e imagens: uma leitura de Um Rio Chamado Tempo, uma Casa Chamada Terra, de Mia Couto

Orientador(a): Carmen Lucia Tindó Ribeiro Secco
Ano da defesa: 2018
Páginas: 122

Resumo

Mia Couto e o lugar de sua ficção no quadro da literatura moçambicana. O tema da viagem como forma de revisitação das memórias perdidas do narrador-personagem de Um rio chamado tempo, uma casa chamada terra, obra estudada por esta dissertação. O deslocamento físico e psicológico principia a transformação do sujeito; o exílio e o estranhamento vivido no próprio território criam um mecanismo de recriação do passado através das percepções do ser em insílio1. A (re)construção da memória do protagonista ocorre em letras e imagens polifônicas produzidas pelo texto literário. O romance de Mia Couto aborda a busca por uma memória ancestral por parte do narrador-personagem, que reflete sobre sua construção identitária, ao retomar o lugar de origem – Ilha de Luar-do-Chão – e ao (re)descobrir sua própria memória individual. Pretende-se tratar do local – Ilha de Luar-do-Chão – como espaço de reinvenção da memória identitária individual e coletiva do sujeito, vista como retorno à terra natal. As origens serão trabalhadas a partir da análise familiar e da representação do local para a construção do sujeito, além do papel da tradição rente a modernidade. A memória identitária será pensada por meio das imagens e letras que o texto literário constrói e também por intermédio das fotografias e cartas que revelam questões essenciais à descoberta do ser, cuja memória e identidade se encontram em curso e em diálogo com a história e as culturas de Moçambique.

Palavras-chave: viagem, memória, identidade, Mia Couto, Moçambique.

 

Resumen

Mia Couto y el lugar de su ficción en el cuadro de la literatura mozambiqueña. El tema del viaje como forma de revisión de las memorias perdidas del narrador-personaje de Um rio chamado tempo, uma casa chamada terra, obra estudiada por esta disertación. El desplazamiento físico y psicológico principia la transformación del sujeto; el exilio y el extrañamiento vivido en el propio territorio crean un mecanismo de recreación del pasado a través de las percepciones del ser en el insilio2. La (re) construcción de la memoria del protagonista ocurre en letras e imágenes polifónicas producidas por el texto literario. La novela de Mia Couto aborda la búsqueda de una memoria ancestral por parte del narradorpersonaje, que refleja sobre su construcción identitaria, al retomar el lugar de origen – Isla de Luar-do-Chão – y al (re) descubrir su propia memoria individual. Se pretende tratar del local – Isla de Luar-do-Chão – como espacio de reinvención de la memoria identitaria individual y colectiva del sujeto, vista como retorno a la tierra natal. Los orígenes serán trabajados a partir del análisis familiar y de la representación del local para la construcción del sujeto, además del papel de la tradición rente la modernidad. La memoria identitaria será pensada por medio de las imágenes y letras que el texto literario construye y también por intermedio de las fotografías y cartas que revelan cuestiones esenciales al descubrimiento del ser, cuya memoria e identidad se encuentran en curso y en diálogo con la historia y las culturas de Mozambique.

Palabras clave:viaje, memoria, identidad, Mia Couto, Mozambique.

 

Leandro Braga di Salvo

Título da dissertação: O herói e o bode expiatório na tragicomédia de Dias Gomes

Orientador(a): Anélia Montechiari Pietrani
Ano da defesa: 2018
Páginas: 125

Resumo

Diante da riqueza dos enredos das peças teatrais de Dias Gomes, que tão bem dialogam com a realidade brasileira, este trabalho tem como objetivo principal analisar como o herói e o bode expiatório podem ser percebidos em algumas das peças do escritor e como essa relação evidencia questões político-sociais em que herói e bode expiatório se confundem. As bases teóricas foram estabelecidas a partir da construção dos conceitos de herói (KOTHE, 1987; ROSENFELD, 1982), bode expiatório (FRYE, 2004; GIRARD, 2011; PEREIRA, 1986) e também da tragicomédia (BLOOM, 1998; SOUZA; 2006), que caracterizam as obras selecionadas. Para o estudo desses conceitos, serão tomados como corpus literário quatro peças escritas pelo autor: O pagador de promessas (1989), O santo inquérito (1989), As primícias (1977) e O berço do herói (1999). A análise interpretativa das peças propostas indica personagens complexos, vistos de uma perspectiva tragicômica, em que o herói (muitas vezes um marginalizado como muitos brasileiros) executa alguma tarefa para a melhoria de sua vida ou da vida de sua comunidade e acaba padecendo diante de um poder maior que oprime os cidadãos de diversas formas. O teatro de Dias Gomes pode até entreter, mas é, acima de tudo, um teatro de alerta, de conscientização; daí a relevância da dramaturgia de Dias Gomes para o teatro brasileiro e também para o enriquecimento da literatura brasileira.

Palavras-chave: Dias Gomes, teatro, literatura brasileira, herói, bode expiatório.

 

Abstract

From the richness of plot of Dias Gomes’ plays, which so intensely connect to Brazilian reality, this research aims to analyze how the hero and the scapegoat can be seen in some of the writer’s plays and how this relation emphasizes social and political questions in what the hero and the scapegoat are seen as one. For the establishment of the theoretical bases, the concepts that shape the selected texts such as “hero” (KOTHE, 1987; ROSENFELD, 1982), “scapegoat” (FRYE, 2004; GIRARD, 2011; PEREIRA, 1986) and tragicomedy (BLOOM, 1998; SOUZA; 2006) were used. The development of the analysis will focus on four of the author’s plays: O pagador de promessas (1989), O santo inquérito (1989), As primícias (1977) e O berço do herói (1999). The study of these proposed plays presents complex characters by a tragicomic point of view in which the hero (in many occasions refering to an excluded person like many Brazilians) performs an action to improve his own life or the community’s lives but this individual is destroyed by a huge power that oppresses citizens in different ways. Dias Gomes’ plays can be considered as entertainment but, above all, they call attention and make people aware about these subjects; that is why Dias Gomes’ plays are so relevant to Brazilian theatre and also contribute to the enrichment of Brazilian literature.

Keywords: Dias Gomes, theatre, Brazilian literature, hero, scapegoat.

 

Leandro Candido Rocha

Título da dissertação: Espero que esta te vá encontrar em perfeita saúde: a colocação pronominal em cartas pessoais dos séculos XX e XXI

Orientador(a): Silvia Regina de Oliveira Cavalcante
Ano da defesa: 2018
Páginas: 147

Resumo

A proposta deste trabalho é analisar o padrão de colocação pronominal em cartas pessoais escritas nos séculos XX e XXI, tendo como embasamento teórico a Teoria Gerativa (Lightfoot, 1999), principalmente no modelo de competição de gramáticas (Kroch, 1989, 1994) e o desenvolvimento metodológico da Teoria da Variação e Mudança (Weinreich, Labov e Herzog, 1968). Os trabalhos sobre colocação pronominal na história do português brasileiro revelam um padrão de variação muito diferente do padrão proclítico característico da gramática do PB, como reporta Pagotto (1998, 2013). Desse modo, ao comparar cartas pessoais escritas a partir do início do século XX até o início do século XXI, esperamos encontrar nas cartas mais recentes um padrão mais próximo da gramática internalizada, ou seja, a preferência pela próclise. O estudo tem como objetivos: a) determinar os fatores linguísticos e sociais que condicionam a próclise ou a ênclise em falantes não ilustres; b) analisar as diferenças na colocação pronominal entre os informantes de cada recorte sincrônico; c) confrontar os dados dos informantes do século XX e os do século XXI; d) comparar todos os resultados obtidos aos resultados de demais trabalhos já realizados sobre o tema. Os resultados confirmaram a coexistência de duas gramáticas atuando na escrita dos falantes brasileiros. A gramática do PE aparece nos percentuais mais altos para ênclise em contextos que antes eram de variação, como o contexto XV. E a gramática do PB não deixa dúvida de sua presença quando o pronome surge proclítico ao verbo em início absoluto de sentença, nas formas simples, ou quando surge proclítico ao verbo temático nas formas complexas. Portanto, as hipóteses aqui levantadas são as de que as cartas do século XXI apresentam um índice de próclise mais alto do que as do meado do século XX, que por sua vez, apresentam um nível mais alto de próclise do que as missivas do início do século XX. Além disso, com relação aos missivistas das cartas do século XX, os índices mais altos de próclise estão condicionados a fatores sociais, como o gênero e escolaridade.

Palavras-chave: Colocação pronominal; Competição de gramáticas; Cartas pessoais.

 

Abstract

This thesis aims at analyzing the pattern of clitic placement found in personal letters written between the 20th and 21st centuries, based on the theoretical framework of Generative Grammar (Lightfoot, 1999), specially the model of grammar competition (Kroch, 1989, 1994) allied to the variational methodology (Weinreich, Labov, Herzog, 1969). Clitic placement in the history of Brazilian Portuguese shows a variational pattern very different from the proclitic pattern characteristic of Brazilian Portuguese Grammar (Pagotto, 1998, 2013). Thus, when we compare personal letters written in the begging of the 20th and 21st centuries, we expect to find clues for the internalized grammar, i. e., the preference for proclisis. In order to show the clitic placement patterns in Brazilian Portuguese, this research aims at: (a) determining the social and linguistic constraints to proclisis; (b) analyzing the differences in clitic placement between the authors along the time; (c) comparing the behavior of the authors between 20th and 21st centuries; (d) comparing these results with previous work on the subject. By hypotheses, we expect to find higher rates of proclisis in the 21st letters, compared to the 20th century letters. Our results confirm the coexistence of two different grammars in the written texts of Brazilian authors. The European Portuguese grammar appears in the higher rates of enclisis in variation contexts, such as X-verb. The Brazilian grammar emerges in proclisis in V1 sentences. Regarding the 20th century letters, the higher rates of proclisis are conditioned to social factors, such as gender and education.

 

Maria Cristina Vieira Bastos

Título da dissertação: Anáforas encapsuladoras e argumentatividade em notícias

Orientador(a): Leonor Werneck dos Santos.
Ano da defesa: 2018
Páginas: 142

Resumo

Esta pesquisa tem como objetivo investigar como a referenciação, um dos pilares da nova concepção de texto assumida pela Linguística de Texto, contribui para construção de sentido no gênero textual notícia. Com base na concepção sociocognitiva e interacional da linguagem e de acordo com as pesquisas em referenciação de Koch e Marcuschi (1998), Apothéloz (2001), Mondada e Dubois (2003[1995]), Koch (2002, 2004, 2005, 2006), Cavalcante (2003, 2011, 2014) e Santos (2015), nosso objetivo específico é analisar como o encapsulamento anafórico com núcleo axiológico (CONTE, 2003) pode contribuir para a argumentatividade no texto com vistas a “orientar” o seu sentido, persuadindo o leitor a se engajar no projeto de dizer do enunciador. Para realização desta pesquisa, analisamos notícias publicadas pelas mídias digitais dos jornais O Globo digital e Mídia Ninja, que apresentam posicionamento ideológico e público-alvo distintos. Desse modo, analisamos notícias sobre o impeachment pelo qual passou a primeira mulher presidente da República Federativa do Brasil, Dilma Vana Rousseff, e seus principais desdobramentos, observando como se comportam as anáforas encapsuladoras na construção da argumentatividade no gênero textual notícia nas duas mídias. Os resultados da nossa pesquisa mostram uma maior utilização da estratégia de encapsulamento anafórico com núcleo e/ou modificador axiológico por parte da Mídia Ninja, estabelecendo maior argumentatividade e posicionamento explícito do enunciador acerca dos fatos narrados. Já em O Globo digital, percebemos uma menor utilização da estratégia de encapsulamento anafórico com valor axiológico, provavelmente porque esta mídia tem uma maior preocupação em construir simulacros de imparcialidade, neutralidade e objetividade, com o intuito de persuadir e convencer seu leitor de que seu compromisso é único e exclusivo com a transmissão dos fatos noticiados.

Palavras-chave: Referenciação, anáforas encapsuladoras, argumentatividade, gênero notícia.

 

Abstract

This research aims to investigate how the reference, one of the pillars of the new text conception assumed by Text Linguistics, contributes to the construction of meaning in the textual genre news. Based on the sociocognitive and interactional conception of language and according to the researches in Koch and Marcuschi (1998), Apothéloz (2001), Mondada and Dubois (2003), Koch (2002, 2004, 2005, 2006), Cavalcante (2003, 2011, 2014) and Santos (2015), our specific objective is to analyze how anaphoric encapsulation with axiological core (CONTE, 2003) can contribute to the argumentativity of the text in order to “orient” its meaning, persuading the reader to engage in the project of saying the enunciator. In order to carry out this research, we analyzed news published by the digital media of the newspapers O Globo digital and Mídia Ninja, which present different ideology and target audience, about the impeachment by which the first woman president of the Federative Republic of Brazil, Dilma Vana Rousseff, observing how the encapsulating anaphora behaves in the construction of argumentativeness in the news, in both media. The results of our research showed a greater use of the anaphoric encapsulation strategy, with axiological core, by the Mídia Ninja, establishing greater argumentativeness and explicit positioning of the enunciator about the facts narrated. Already in O Globo digital, we perceive less use of the strategy of anaphoric encapsulation with axiological value, e this media has a greater concern in constructing simulacra of impartiality, neutrality and objectivity, probably with the intention of persuading and convincing its reader that its commitment is solely and exclusively with the transmission of the facts reported.

Keywords: Reference, encapsulating anaphora, argumentativity, news genre.

 

Marlene dos Anjos

Título da dissertação: As beiras de Mia Couto

Orientador(a): Nazir Ahmed Can
Ano da defesa: 2018
Páginas: 81

Resumo

O objetivo deste estudo é identificar os pontos de contato entre os textos ficcionais e os textos de opinião do escritor moçambicano Mia Couto, em particular nas obras Cronicando (1991) e Pensatempos (2005). Partindo do levantamento de algumas características que unem o ficcionista e o ensaísta procuraremos entender “que Áfric escreve” Mia Couto. Realçam-se na análise as perspectivas de diversidade e de mobilidade com as quais, pela aproximação d noção de “fronteir ”, Mia Couto apresenta as relações que o continente e seu país estabelecem entre o local e o global. Finalmente, observamos as escritas que unem o escritor ao biólogo.

Palavras-chave: Mia Couto, Beira, fronteira, identidade, mobilidade

Abstract

The objective of this study is to identify the points of contact between the fictional texts and the texts of opinion of the Mozambican writer Mia Couto, in particular in the works Cronicando (1991) and Pensatempos (2005). Starting from some characteristics that unite the fictionist and the essayist we will try to understand “that Africa writes” Mia Couto. We emphasize in the analysis the perspectives of diversity and mobility with which, by the approach of the notion of “ order”, Mia Couto presents the relations that the continent and Mozambique establish between the local and the global. Finally, we observe the writings that bind the writer to the biologist.

Keywords:Mia Couto, Beira, border, identity, mobility.

 

Matthews Carvalho Rocha Cirne

Título da dissertação: As metamorfoses do anjo em Rilkeana, de Ana Hatherly
Orientador(a): Jorge Fernandes da Silveira
Ano da defesa: 2018
Páginas: 262

Resumo

Esta dissertação tem por objetivo evidenciar os mecanismos de escrita de Ana Hatherly, especificamente no que concerne à plagiotropia, no livro Rilkeana (1999). Através de uma abordagem dialógica, as variações e subvariações elegíacas confrontam a temporalidade da escrita no gesto de revisitação crítica do passado, questionando a finitude do homem. Como método de pesquisa, relaciona-se a poesia hatherliana com as obras de outros poetas que fazem parte da tradição, além da poesia de Rainer Maria Rilke, cuja recepção em Portugal é perceptível na figura do anjo desde o neorrealismo. Com base nas obras de Octavio Paz, Hannah Arendt e alguns filósofos franceses, como Jean-Luc Nancy, Maurice Blanchot e Gilles Deleuze, explica-se de que forma o angelismo se faz presente nessa poesia e como a figura alada se metamorfoseia, pondo o leitor em contato com diversos discursos, como o religioso e o amoroso, labirinticamente. As transgressões discursivas da precursora da poesia experimental portuguesa revelam a ludicidade e o rigor desta obra, demarcando a sua originalidade ao explorar plasticamente os limites da palavra como um exercício de liberdade.

Palavras-chave: Plagiotropia; Dialogismo; Tradição; Angelismo; Metamorfose.

 

Abstract

The objective of this study is to identify the points of contact between the fictional texts and the texts of opinion of the Mozambican writer Mia Couto, in particular in the works Cronicando (1991) and Pensatempos (2005). Starting from some characteristics that unite the fictionist and the essayist we will try to understand “that Africa writes” Mia Couto. We emphasize in the analysis the perspectives of diversity and mobility with which, by the approach of the notion of “ order”, Mia Couto presents the relations that the continent and Mozambique establish between the local and the global. Finally, we observe the writings that bind the writer to the biologist.

Keywords: Plagiotropia; Dialogism; Tradition; Angelism; Metamorphosis.

 

Raphaela Ribeiro Passos

Título da dissertação: O ditongo /ei/ na variedade urbana do português de São Tomé

Orientador(a): Silvia Figueiredo Brandão
Ano da defesa: 2018
Páginas: 90

 

Resumo

Este estudo, realizado segundo os princípios teórico-metodológicos da Sociolinguística Variacionista (LABOV, 1972, 1994, 2001) e vinculado à linha de pesquisa Língua e Sociedade: Variação e Mudança e ao projeto O vocalismo átono no Português do Brasil e no Português de São Tomé, tem por objetivo analisar o comportamento do ditongo /ei/ na variedade urbana do Português de São Tomé (PST). Busca-se verificar se, a exemplo do que ocorre com relação a variáveis morfossintáticas, há, também no nível fonético-fonológico, convergências entre essa variedade e o Português do Brasil, em que a monotongação é condicionada por fatores de natureza estrutural, entre os quais sobressai o contexto subsequente. Para a análise, realizada com apoio no Programa GOLDVARB-X, constituiu-se uma amostra de 736 dados selecionados de 17 entrevistas do tipo DID (Diálogo entre Informante e Documentador) pertencentes ao Corpus VAPOR (Variedades do Português) do Centro de Linguística da Universidade de Lisboa. Os informantes, falantes de Português como L1, estão distribuídos por sexo, três faixas etárias e três níveis de escolaridade e, ainda, segundo a variável frequência de uso do crioulo Forro, a segunda língua mais falada na área, que se caracteriza por acentuado multilinguismo. Focalizou-se, separadamente, o ditongo /ei/ em contexto medial de vocábulo (417 dados), como em azeite,deitar, feitor, e, em contexto final (319 dados), em formas verbais como comecei, fiquei, estudei, levando em conta as citadas variáveis extralinguísticas e, ainda, 5 variáveis estruturais, definidas com base em estudos realizados no âmbito do PB. Os resultados demonstram que a monotongação, que incide em 70,1% dos dados gerais (516/736), tem diferente motivação a depender da posição do ditongo no vocábulo. Em contexto medial, ela é condicionada pelas variáveis escolaridade (indivíduos de menor grau de instrução) e contexto subsequente, em que sobressaem os segmentos [ʃ ʒ ɾ]), a exemplo do que ocorre no PB. Em contexto final, mostrou-se saliente a variável frequência de uso do crioulo Forro, o que sugere que indivíduos que se utilizam dessa língua com significativa regularidade são os principais implementadores do processo que pode estar sendo motivado por especificidades do seu quadro fonológico.

Palavras-chave: ditongo /ei/; monotongação; Português de São Tomé; Socioliguísticavariacionista.

 

Abstract

This study, framed by the theoretical and methodological principles of Variationist Sociolinguistics (LABOV, 1972, 1994, 2001) and connected with the line of research Língua e Sociedade: Variação e Mudança (Language and Society: Variation and Change) and with the project O vocalismo átono no Português do Brasil e no Português de São Tomé (Unstressed vocalism in Brazilian Portuguese and São Tomé Portuguese), addressed the behaviour of the /ei/ diphthong in the urban variety of São Tomé Portuguese.The intention was to ascertain whether, as occurs with morphosyntactic variables, there are also phonetic and phonological convergences between this variety and Brazilian Portuguese (BP), where monophthongisationis conditioned by structural factors, particularly following context. The analysis, conducted using GOLDVARB-X, examined a sample of 736 tokens selected from 17 Informant-Documenter Dialogue (DID-type) interviews drawn from the VAPOR (Varieties of Portuguese) Corpus of Lisbon University‟s Linguistics Centre. The informants were L1 Portuguese speakers distributed by sex, three age groups and three levels of schooling, and also by the variable frequency of use of Forro creole, the second most spoken language in the area, which is strongly multilinguistic. Separately, the study addressed the /ei/ diphthong in a word-medial context (417 tokens), as in azeite (olive oil), deitar (lie down), feitor (foreman), and in a word-final context (319 tokens), in verb forms, such as comecei (I started), fiquei (I stayed) and estudei (I studied), bearing in mind extralinguistic variables, as well as five structural variables, specified on the basis of studies in relation to Brazilian Portuguese (BP). The results demonstrate that monophthongisation, which appears in 70.1% of the tokens overall (516/736), obeys different motivations, depending on the position of the diphthong in the word. In the medial context, it is conditioned by the variables schooling (individuals with less time at school) and following context, where the segments [ʃ ʒ ɾ]) figure prominently, as in BP. In the final context, frequency of use of Forro creole was the most influential variable, suggesting that individuals who use this language with significant regularity are the ones who most implement the process, which may be caused by specific features of their phonological system.

Keywords:/ei/ diphthong; monophthongisation; São Tomé Portuguese; Variationist Sociolinguistics.

 

Shélida da Silva dos Santos

Título da dissertação: A representação do sujeito em sentenças inacusativas no português europeu: uma análise diacrônica

Orientador(a): Maria Eugênia Lammoglia Duarte
Coorientador(a): Humberto Soares da Silva
Ano da defesa: 2018
Páginas: 113

Resumo

Este trabalho investiga a ordem V-DP/DP-V em sentenças inacusativas no português europeu (PE) com base em uma amostra de peças teatrais escritas nos séculos XIX e XX e compara os resultados com o estudo de Santos (2008) e Santos e Soares da Silva (2012), que contemplaram o mesmo fenômeno no português brasileiro (PB). Estudos anteriores sobre sentenças declarativas no PB (BERLINCK, 1988, 1989, 2000; BERLINCK e COELHO, no prelo, entre outros) apontam que essa língua estaria passando por uma mudança na ordem V-DP: antes era produtiva inclusive em contextos com verbos transitivos e intransitivos, passando a se restringir aos contextos com verbos inacusativos desde fins do século XX, especialmente para DPs com os traços [+novo] e [- definido]. Santos e Soares da Silva (2012) apontam uma mudança específica com o grupo de verbos morrer, nascer e envelhecer, que, no córpus analisado, selecionam sempre um argumento com o traço [+humano] e apresentam sujeito categoricamente anteposto (SANTOS e SOARES DA SILVA, 2012). Como no PE não se observa mudança em direção ao preenchimento do sujeito, esperamos que os resultados revelem um comportamento estável ao longo dos períodos analisados e o PE prefira sujeitos nulos para referentes evocados. Os resultados apontam para a estabilidade da produção de sujeitos nulos no PE, bem como a preferência pela ordem V-DP com sujeito novo e indefinido, como já era esperado por se tratar de um sistema de sujeito nulo. A ordem V-DP no PB é comparável à do PE, o que reforça a importância do verbo inacusativo na resistência da ordem V-DP no PB. Para embasar a análise, serão utilizados os pressupostos teóricos da Gramática Gerativa (CHOMSKY, 1981), com foco no Parâmetro do Sujeito Nulo e os passos empíricos da Teoria da Variação e Mudança (WEINREICH, LABOV e HERZOG, 2006 [1968]). As rodadas dos dados foram realizadas com o programa GoldVarb X (SANKOFF, TAGLIAMONTE e SMITH, 2005).

Palavras-chave: variação e mudança; princípios e parâmetros; sujeito nulo; ordem V-DP/DP-V; verbos inacusativos.

 

Abstract:

This paper analysis the V-DP/DP-V order in declarative sentences with unaccusative verbs in European Portuguese (EP) based in theater plays written accross the 19th and the 20th Centuries, comparing the results with those found by (SANTOS, 2008; SANTOS & SOARES DA SILVA, 2012) for a comparable sample of Brazilian Portuguese (BP). Previous works on declaratives sentences about BP (BERLINCK, 1988, 1989, 2000; BERLINCK & COELHO, no prelo, entre outros) pointed out a change in the licencing of VS order, which was allowed with transitive and intransitive verbs and has become restricted to unaccusative verbs in the second half of the 20th Century, especially in cases that exhibit a DP with the features “indefinitive” and “new”. Santos & Soares da Silva (2012) pointed out the especific change with verbs to die, to be born, to get old when selecting a [+human] DP, which present categorical DP-V order in the sample analyzed. Since EP is described as a consistent null subject language, we expect the analysis to reveal a stable behavior accross the time with preference for null subjects with “old” referents and V-DP with new referentes. The comparison reveals that the order V-DP is comparable in both varieties, which reinforces the importance of the unaccusative verb in the resistance to such order in BP. The theoretical background uses the assumptions of Generative Grammar, particularly the null Subject Parameter (CHOMSKY, 1981), in association with the empirical steps proposed by the Theory of Language Variation and Change (WEINREICH, LABOV e HERZOG, 2006 [1968]). The statistical analysis used the Program GoldVarb X (SANKOFF, TAGLIAMONTE & SMITH, 2005).

Keywords: variation and change; principles and parameters; null subjects; VDP/ DP-V order; unaccusative verbs.

 

Simone Márcia da Silva

Título da dissertação: Construções de deslocamento à esquerda no gênero textual debate: uma anáçise na interface sintaxe-discurso-prosódia

Orientador(a): Mônica Tavares Orsini
Coorientador(a): Carolina Ribeiro Serra
Ano da defesa: 2018
Páginas: 132

Resumo

Esta dissertação tem como objeto de análise as construções de deslocamento à esquerda produzidas por falantes brasileiros no gênero debate. O deslocamento à esquerda é uma estratégia de construção de tópico marcado em que o tópico é retomado no interior do comentário por meio de um correferente lexicalmente expresso, como verificamos em (1) “[O Corinthians]i, [ele]i sofre”. A amostra constitui-se de dez episódios do programa esportivo Seleção SporTV, totalizando, aproximadamente, 26 horas de gravação. Objetivamos, com este estudo, analisar, do ponto de vista morfossintático, semântico discursivo e prosódico, as referidas construções, uma vez que as estruturas de tópico comentário coexistem com as de sujeito-predicado, possibilitando considerar o PB oral uma língua mista, segundo a tipologia das línguas proposta por Li e Thompson (1976). No âmbito da sintaxe, a pesquisa adota os pressupostos da Teoria de Princípios e Parâmetros, descrita por Chomsky (1981), bem como a abordagem funcionalista para a descrição dos mecanismos de articulação de orações (cf. DECAT, 2011; RODRIGUES 2010 e 2014; RODRIGUES e GONÇALVES, 2015). Para a análise prosódica, elegemos os pressupostos da Fonologia Prosódica (NESPOR e VOGEL, 2007[1986]). A pesquisa utiliza a metodologia quantitativa, pois acreditamos que o comportamento estatístico dos dados revela informações importantes acerca da constituição da gramática de uma língua. No que diz respeito à análise sintática e semântico-discursiva, os resultados confirmam a tese de que, no PB oral, não ocorrem deslocamentos à esquerda clítico e predominam as construções de deslocamento à esquerda de sujeito, sendo o correferente, preferencialmente, um pronome nominativo de terceira pessoa. Além disso, são mais recorrentes construções sem material interveniente, não havendo restrições sintáticas para sua ocorrência. Quanto à natureza do SN tópico, predominam referentes [+ humanos, + específicos] e, quanto à função discursiva, constituem uma estratégia de manutenção ou de progressão de tópico. No que concerne à análise prosódica, há predominância do contorno melódico descendente, ao final do tópico, que se configura em um sintagma entoacional independente (10 IP) do restante da sentença-comentário (20 IP). Em última instância, este trabalho confirma a interpretação de que, na gramática das línguas naturais, sintaxe e prosódia são módulos que atuam de forma interdependente.

Palavras-chave: sintaxe, discurso, prosódia, deslocamento à esquerda, Português Brasileiro, fala semiespontânea.

 

Abstract:

This dissertation aims to analyse the estrategy of left-dislocated topic producted by Brazilian speakers in the debate genre. The left-dislocated topic is a marked topic construction in which the topic is taken up within the commentary through a lexically expressed co-referent, as we can see in (1) “[Corinthians]i, [it]i suffers”. The sample consists of ten episodes of the sports program Seleção SporTV, totaling, approximately, 26 hours of recording. In this study we aim to analyze, from the morphosyntactic, semantic-discursive, and prosodic viewpoints, the referred constructions, once the topiccommentary structures coexist with the subject-predicate ones, making it possible to consider the oral Brazilian Portuguese as a mixed language, according to the typology of languages proposed by Li and Thompson (1976). In the scope of syntax, this research uses the Principles and Parameters Theory, described by Chomsky (1981), as well as the functionalist approach for the description of the mechanisms of articulation of clauses (cf. DECAT, 2011; RODRIGUES 2010 and 2014; RODRIGUES and GONÇALVES, 2015). For the prosodic analysis we chose the premises of the Prosodic Phonology (NESPOR and VOGEL, 2007[1986]). In this research we use the quantitative methodology, once we believe that the statistic behavior of the data reveals important information about the constituting of the grammar of a language. Regarding the syntactic and semanticdiscursive analysis, the results confirm the thesis that, in oral Brazilian Portuguese, there are not clitic left-dislocation and predominate the constructions of left-dislocated subjects, being the co-referent, preferably, a third person nominative pronoun. Besides that, constructions without intervening material are more recurring, having no syntactic restrictions for their occurrence. As for the nature of the topic phrase, the referents are mainly [+ humans, + specific ones] and, as for the discursive function, they constitute a maintenance strategy or a topic progression strategy. Regarding prosodic analysis, there is the predominance of falling melodic contours, at the end of the topic, which configures in an independent intonation phrase (10 IP) from the rest of the commentary (20 IP). Finally, this work confirms the interpretation that, in the grammar of natural languages, syntax and prosody are modules that act in an interdependent way.

Keywords: syntax, discourse, prosody, Left-Dislocated topic, Brazilian Portuguese, semi-spontaneous speech.

 

Ulli Santos Bispo Fernandes

Título da dissertação: Realizações do dativo de 3ª pessoa em peças brasileiras e portuguesas: uma análise diacrônica

Orientador(a): Maria Eugênia Lammoglia Duarte
Ano da defesa: 2018
Páginas: 97

Resumo

Esta dissertação analisa as formas de representação do dativo anafórico de 3ª pessoa em peças de teatro portuguesas e brasileiras escritas ao longo dos séculos XIX e XX. As formas variantes consideradas são: o uso do clítico dativo, do SP anafórico e da categoria vazia (objeto nulo). Em ambas as amostras, as peças são distribuídas em sete períodos. A amostra europeia foi coletada para este trabalho, e a amostra brasileira ampliou um material anterior analisado por Fernandes e Paquieli (2017; no prelo), a fim de equilibrar o número de dados para o português europeu (PE) e para o português brasileiro (PB). Nossas hipóteses foram levantadas à luz dos resultados de pesquisas sincrônicas anteriores realizadas em diferentes regiões do Brasil, que revelam a extinção do clítico dativo para referência à terceira pessoa na fala, tendo sido substituído pelas outras duas formas de representação (cf. Duarte e Ramos 2015 para uma revisão desses estudos); o PE, assim como indicam os estudos de Freire (2000; 2005), por sua vez, apresenta um sistema de clíticos pronominais robusto. Nossos resultados nos permitem acompanhar a curva descendente do clítico dativo no PB e o aumento do SP anafórico e do objeto nulo. O PE, pelo contrário, apresenta um sistema estável ao longo do tempo, com o clítico representando a estratégia preferida, em variação com SPs. O dativo nulo é muito raro e restrito aos verbi dicendi, como já demonstrou Freire. Esta é uma mudança encaixada em um processo de mudança mais amplo, atestado no PB, que afeta o quadro de pronomes sujeito e os clíticos de terceira pessoa: o se indefinido, o acusativo os, as, o, a, e o lhe dativo. O quadro teórico se fundamenta na Teoria da Variação e Mudança Linguística, proposta por Weinreich, Labov & Herzog (2006 [1968]). O componente gramatical para descrição, formulação dos grupos de fatores, levantamento de hipóteses e interpretação dos resultados vem das descrições teóricas sobre o sistema de clíticos no PE (Brito, Duarte e Matos 2003; Martins, 2013), da redução do mesmo sistema no PB (cf. pesquisas sincrônicas reunidas em Duarte e Ramos, 2015), além de análises com base nas mesmas amostras diacrônicas para o clítico indefinido (Vargas, 2012; Cardoso, 2017) e para o clítico acusativo (Marques de Souza 2017). Os dados foram codificados e analisados de acordo com a metodologia sociolinguística, utilizando o programa estatístico GoldVarbX (SANKOFF, TAGLIAMONTE e SMITH, 2005)

Palavras-chave: variação e mudança; clítico dativo anafórico; objeto indireto; objeto nulo; sistema pronominal; português europeu; português brasileiro.

 

Abstract

This dissertation analyzes the strategies to represent the anaphoric dative in European and Brazilian theater plays written in the 19th and the 19th Centuries. The variants considered are the 3rd person dative clitic lhe, the anaphoric PP and a null category. In both samples the plays are distributed in seven periods. The European sample has been collected for this work and the Brazilian sample enlarged a previous material analyzed by Fernandes and Paquieli (2017; in press) in order to have two comparable samples in number of data for European (EP) and Brazilian Portuguese (BP). Our hypotheses have been formulated in the light of researches carried out in different regions of Brazil, which reveal the extinction of dative clitic for 3rd person reference in speech, having been replaced by anaphoric PPs and a null clitic (see Duarte & Ramos 2015 for a review of such studies); spoken and written EP, as shown by Freire (2000;2005), present, on the other hand, a robust system of the pronominal dative clitic. Our diachronic results allow us to follow the descending curve of the dative clitic lhe in BP and the rising of the anaphoric PP and the null clitic. EP, on the contrary, shows a stable system accross the time, with the clitic representing the preferred strategy in variation with SPs; the null dative is very rare and restricted to verbi dicendi, as already shown by Freire. This is a change embedded in a larger process of change attested in BP, affecting nominative pronouns and 3rd person clitics: the indefinite se, the accusative os as, e o, a, and the dative lhe. Our theoretical framework uses the Theory of Language Variation and Change, as proposed by Weinreich, Labov & Herzog (2006 [1968]. The grammatical component to account for the description, formulation of factor groups, raising hypotheses and interpreting the results comes from theoretical descriptions about the system of clitics in EP (Brito, Duarte & Matos 2003; Martins, 2013),the reduction of the same system in BP (see syncronic researches in Duarte & Ramos, 2015), besides analyses based on the same diachronic samples for the indefinite clitic (Vargas, 2012; Cardoso, 2017) and for the accusative clitic (Marques de Souza 2017).The data have been codified and analyzed according to the Sociolinguistic methodology, using the statistical program GoldVarbX (SANKOFF, TAGLIAMONTE & SMITH, 2005)

Keywords: variation and change; anaphoric dative clitic; indirect object; null object; pronominal system; European Portuguese; Brazilian Portuguese.

 

Vitor Gabriel Caldas

Título da dissertação: “Aí” sequenciador na fala espontânea: fraseamento prosódico e entoação no português brasileiro

Orientador(a): Carolina Ribeiro Serra
Ano da defesa: 2018
Páginas: 95

Resumo

Nesta dissertação, observamos o fraseamento prosódico do item sequenciador “aí”, no português brasileiro (dialeto carioca). O corpus consiste em dados de fala espontânea, gravado exclusivamente para esta pesquisa, e em entrevistas do corpus do Projeto InAPoP (Interactive Atlas of the Prosody of Portuguese). A pesquisa se fundamenta em duas teorias fonológicas: a Fonologia Prosódica e a Fonologia Entoacional Autossegmental e Métrica. As características investigadas dizem respeito ao contorno melódico utilizado para a demarcação dos sintagmas entoacionais (IPs) e a verificação da (possível) ocorrência e duração de pausa antes e/ou depois de “aí”. Os resultados mostraram que: (i) o item é mais frequentemente (84%) prosodizado de forma integrada ao IP seguinte, funcionando como a primeira palavra prosódica dessa unidade, constituindo sua região pré-nuclear; (ii) o contorno nuclear do IP anterior a “aí” predominantemente (57,7%) apresenta o movimento melódico típico das assertivas neutras no português /HL* L%/; (iii) em contextos em que o falante narra acontecimentos que ocorrem em cadeia, é possível observar a presença de fronteiras altas/ascendentes /(L)H%/ no IP anterior a “aí”; (iv) o acento tonal mais frequente (43,9%) sobre “aí” é /LH*/; e (v) nos casos em que “aí” forma um IP independente, o tom de fronteira alto/ascendente /(L)H%/ é mais frequente (89,3%), o qual caracteriza o contorno continuativo no PB. A análise estatística inferencial mostrou que: (i) há maior probabilidade de ocorrência de acento tonal sobre “aí” nos dados em que o item possui uma duração maior do que naqueles em que o item é mais curto; (ii) há uma tendência de a duração de “aí” ser mais longa quando o item constitui um IP independente; e (iii) a ocorrência e duração das pausas antes de “aí” tendem a ser maiores relativamente àquelas que ocorrem depois do item.

Palavras-chave: “aí”; fraseamento prosódico; fala espontânea; interface prosódia-sintaxe.

 

Abstract

In this Dissertation, we analyze the prosodic phrasing of the connector of sequence “aí”, in Brazilian Portuguese (carioca dialect). The corpus consists on data retrieved from spontaneous speech, recorded exclusively for this study, and from interviews from the corpus of the InAPoP Project (Interactive Atlas of the Prosody of Portuguese). The study is based on two phonological theories: the Prosodic Phonology and the Autosegmental Metrical Intonational Phonology. The cues investigated are related to the melodic contour used in the marking of intonational phrases (IPs) and the observation of the (possible) presence and duration of the pause before and/or after “aí”. The results showed that: (i) the item is more frequently (84%) phrased integrated to its following IP, working as the first prosodic word of this domain, in its pre-nuclear position; (ii) the nuclear contour of the IP before “aí” typically (57,7%) presents the melodic movement of neutral declarative sentences in Portuguese /HL* L%/; (iii) in contexts in which the speaker narrates events that occur successively, it is possible to verify the presence of high/ascending boundaries /(L)H%/ in the IP before “aí”; (iv) the pitch accent more frequently (43,9%) associated to “aí” is /LH*/; and (v) when the form “aí” constitutes an independent IP, the high/ascending boundary tone /(L)H%/ is more frequent (89,3%), which characterizes the continuous contour in BP. The statistical analysis showed that: (i) there is a higher probability of occurrence of a pitch accent associated to “aí” when the form is longer than when it is shorter; (ii) there is a tendency that the item is longer when it forms an IP of its own; and (iii) the occurrence and duration of the pauses before “aí” tend to be higher/longer compared to those that occur after the item.

Keywords: “aí”; prosodic phrasing; spontaneous speech; prosody-syntax interface.

 

DISSERTAÇÕES DEFENDIDAS EM 2017

Total de dissertações defendidas: 38

Andrea Luiza Blanco

Título:O Princípio irônico do “EU”: Filogenéticas Autofágicas da Poética Dramática de Augusto dos Anjos
Orientador: Ronaldes de Melo e Souza 
Páginas: 139

Resumo

O presente estudo investiga o princípio irônico no legado literário da obra Eu de Augusto dos Anjos. No ―esdrúxulo‖ poeta ―salvo pelo povo‖ ressaltamos três grandes aspectos da ironia concebida como princípio constitutivo: o fragmentário, o metapoético, o tragicômico. Na forma de uma unidade em permanente fragmentação e autoirrisão, a morbidez da matéria poética anjosiana doa-se extremamente viva e tumular. Compreendemos que o corpo poético do Eu, pungente mundividência de crise, consubstancia-se como meio dual da ironia poética. A autorreflexão anjosiana traça o trajeto metapoético do poeta-personagem em seu outrar-se. O Eu, poema do ―Vencido‖ e ―Vencedor‖, pertence a uma tradição irônica em que o poeta atua duplamente como observador e ator, criador e criatura, protagonista e antagonista do mesmo drama. Para tal destaque de Augusto dos Anjos nesta tradição artística dialogamos com a ideia da ironia desenvolvida no criticismo da Escola de Jena (pré-românticos) e nos estudos de poética de Ronaldes de Melo e Souza. Na experiência e consciência de uma devoração e devoção, os antagonismos complementares do lirismo épico e dramático de Augusto dos Anjos plasmam grandiosamente o conhecimento em sua natureza desconcertante, contraditória e paradoxal. No cosmos filogenético do Deus-Verme, da morte como princípio vital, da Podridão como Evangelho, de mãos e cabeças atormentadas, encontramo-nos com o poema anjosiano e trazemos para o espetáculo a ironia das vozes da Sombra, do Destino e da sereia. Entre diversos aspectos dos ―bolos frios‖ mastigados amargamente pelos sujeitos líricos, investigamos como Augusto dos Anjos costura seu poético saber metapoético, irônico e tragicômico.

Adriana Cristina Lopes Gonçalves

 

  Título: Não é o objeto, é a perspectiva: Justaposição como procedimento sintático. Uma análise sintática, pragmática e prosódica.

Orientadora: Violeta Virginia Rodrigues e Carolina Ribeiro Serra (coorientadora) 

Páginas: 141

Resumo:
Nesta dissertação, defende-se a hipótese de que a justaposição é um procedimento sintático tal como são a coordenação e a subordinação. Para alcançar tal objetivo, analisam-se cláusulas justapostas de um corpus constituído por slogans de propagandas cadastradas no site da Associação Brasileira das Agências de Publicidade (ABAP), observando-se não só o comportamento sintático, mas também o comportamento prosódico dessas estruturas. Levando-se em conta que as gramáticas tradicionais consideram a justaposição como um aspecto referente à forma como as orações aparecem no período composto e, sendo estas,
por isso, frequentemente associadas à coordenação assindética, buscou-se analisar sintaticamente, pragmaticamente e prosodicamente essas estruturas em mídias impressas, já que nesse uso estas configuram contextos reais de comunicação. Assim, propõe-se uma interface entre sintaxe e prosódia, considerando-se o cotexto e contexto de uso das cláusulas em foco.

O aporte teórico utilizado nesta investigação envolve perspectivas linguísticas diferentes: de um lado, utilizam-se autores funcionalistas como Mann & Thompson (1988), Decat (2001), Lima-Hernandes (2008), Dias (2009), Rodrigues & Dias (2010) e Rodrigues & Gonçalves (2015); de outro, autores oriundos da área da publicidade, como Sandmann (2010), e ainda lança-se mão da metodologia da fonética acústica experimental de autores como Barbosa & Madureira (2015). Desse modo, defende-se, neste estudo, que a justaposição é um procedimento sintático que se caracteriza pela independência sintática entre as orações, em que não há conector explícito ligando umas às outras, embora tais orações sejam interdependentes semanticamente umas das outras. Seguindo os postulados da fonética acústica experimental, os aspectos prosódicos de movimento melódico e presença e duração da pausa silenciosa entre as cláusulas foram investigados, a fim de diferenciar os casos de coordenação dos de justaposição.

Para a análise sintática, constituiu-se um corpus de 36 propagandas de mídia impressa e o corpus para análise prosódica constitui-se de 354 dados, provenientes de um teste linguístico criado a partir do slogan de 8 propagandas. Quinze falantes jovens (gênero feminino, cariocas, estudantes de pós-graduação da UFRJ) leram cláusulas justapostas sem pontuação, cláusulas justapostas com pontuação e cláusulas coordenadas, objetivando
identificar se o comportamento prosódico das justapostas é distinto do das coordenadas e se a presença de pontuação pode interferir na ocorrência de pausa entre elas. Verificou-se na análise prosódica que 1) o tipo de movimento melódico não distingue cláusulas justapostas de cláusulas coordenadas, estando o movimento ascendente e o descendente presentes nos dois tipos de estruturas, embora haja um percentual um pouco maior de movimento ascendente em final de cláusulas justapostas (52%) em relação às cláusulas coordenadas (44%); 2) as cláusulas justapostas com pontuação apresentam ocorrência de pausa semelhante às cláusulas justapostas sem pontuação (40% versus 37%); entretanto se distinguem significativamente das cláusulas coordenadas, que apresentam percentual de pausa bastante inferior (12%).

Quanto à análise sintático-semântica, constatou-se que 1) cláusulas justapostas se caracterizam pela autonomia sintática, ausência de conector introduzindo-as e pela interdependência semântica; 2) essa estrutura é muito utilizada no gênero textual propaganda, cotexto em que a ausência de conector e a interpendência semântica são bem característicos e, por meio dos recursos linguísticos e semióticos nela empregados promove-se a interlocução com o público alvo; 3) no que tange às relações proposicionais, as cláusulas justapostas mais recorrentes pertencem ao grupo de causalidade, seguidas
pelas integrantes do grupo intermediário e pelas do grupo de condicionalidade. Desse modo, pôde-se concluir que a justaposição pode ser considerada um
procedimento sintático já que essa se caracteriza pela autonomia sintática, pela ausência de conector introduzindo as cláusulas e pela interdependência semântica. Quanto aos parâmetros prosódicos, a justaposição fundamentalmente se distingue da coordenação.

Ana Cristina Rosito de Oliveira

Título:As Formações X-NEJO no Português do Brasil: uma Análise construcional

Orientador: Carlos Alexandre Victório Gonçalves 

Páginas: 67

Resumo

Este trabalho analisa as formações X-nejo do português brasileiro que se multiplicaram a partir do surgimento e propagação do gênero musical Sertanejo Universitário no Brasil, a exemplo de ‘pagonejo’, ‘funknejo’ (mistura de ritmos); ‘blognejo’, ‘twitternejo’ (espaço em redes sociais para troca de informações sobre música sertaneja e eventos a ela relacionados); ‘gatonejo’ (rapaz bonito que frequenta locais de música sertaneja), ‘feminejo’ ( empoderamento feminino na música sertaneja) entre outras formações. Esta pesquisa objetiva investigar o que impulsiona essas novas formações e verificar o lugar do formativo -nejo no continuum derivação-composição.Para isso, foram utilizadas a base teórica fornecida pela Morfologia Construcional de Booij (2005,2007,2010) que está inserida na Linguística Cognitiva (LAKOFF,1987; LANGACKER,1987), a definição de splinter de Bauer (2005) e aplicados os critérios empíricos apontados por Gonçalves &Andrade(2012,2016) para diferenciar afixos de radicais.

Antonio Anderson Marques de Sousa

Título:As realizações do acusativo anafórico no português europeu e brasileiro: um estudo diacrônico
Orientador: Maria Eugênia Lammoglia Duarte 
Páginas: 127

Resumo

Este trabalho apresenta um estudo comparativo entre as gramáticas do Português Brasileiro (PB) e do Português Europeu (PE), analisando a expressão do acusativo anafórico em peças de teatro escritas nos séculos XIX e XX. A opção pelo termo ‘acusativo’ no lugar de objeto direto (OD) se deve ao fato de que os ODs não são os únicos constituintes marcados com caso acusativo. Os sujeitos de miniorações e de orações subordinadas reduzidas de infinitivo de verbos sensitivos (ver, ouvir), causativos (fazer) e de permissão (deixar) também recebem caso acusativo e estão suscetíveis à variação no PB. As formas variantes consideradas são: o uso do clítico acusativo, de “ele” acusativo, de um SD anafórico e de uma categoria vazia (ON), atestadas em inúmeros trabalhos empíricos com base no PB e PE em suas modalidades oral e escrita. A nossa amostra de peças teatrais brasileiras e portuguesas dos séculos XIX e XX estão distribuídas em sete períodos cronológicos. Os dados foram coletados e codificados conforme a metodologia da Sociolinguística Variacionista e processados pelo programa estatístico Goldvarb X (SANKOFF, TAGLIAONTE & SMITH, 2005). Os pressupostos teóricos que embasam nosso estudo vêm da Teoria da Variação e Mudança Linguística, de Weinreich, Labov & Herzog (1968), associada ao componente gramatical que vem dos trabalhos realizados à luz da Teoria de Princípios e Parâmetros sobre o Parâmetro do Objeto Nulo (Raposo, 1986; Cyrino, 1994; 1997; Duarte e Costa , 2013, Cyrino e Matos, 2016), o que nos garante o levantamento de grupos de fatores que restringem a realização do fenômeno em análise e orienta a busca de respostas para os problemas levantados pela Teoria da Variação e Mudança relativas à (i) restrição, (ii) implementação, (iii) transição e (iv) encaixamento. Isso contribui para a identificação de uma eventual mudança paramétrica em curso. Os resultados apontam para dois sistemas opostos em relação à alta produtividade do clítico acusativo de terceira pessoa no PE, ao contrário do seu desaparecimento no PB. Quanto ao objeto nulo, os resultados apontam que sua ocorrência, tanto no PE quanto no PB, obedece às restrições observadas por teóricos, entre as quais a existência de um antecedente fora dos limites do período em que se encontra o acusativo em análise e a preferência pelo traço semântico [-hum]. Entretanto, no PB, o índice de objetos nulos é muito mais alto do que no PE e já se expande por antecedentes com o traço [+hum]. Quanto à ocorrência do objeto nulo dentro de “ilhas sintáticas” e com seu antecedente dentro do mesmo período, embora atestada em ambas as amostras, ela é muito mais rara em PE do que em PB. Diante dos resultados, podemos dizer que o PB exibe uma gramática [+Objeto Nulo], enquanto o PE, uma gramática [-Objeto Nulo].

Bismarck Zanco de Moura

Título: Construções verbo-nominais no Português: haver + nome predicante
Orientadora: Marcia dos Santos Machado Vieira 
Páginas: 247

Resumo

Em geral, as gramáticas tradicionais abordam o uso do verbo haver em apenas duas categorias: verbo lexical e verbo auxiliar. Não contemplam os casos em que esse elemento opera sobre um elemento nominal (MACHADO VIEIRA, 2004), como se dá em um de seus empregos instrumentais, na categoria dos verbos suportes. Esta dissertação se concentra no estudo de instâncias da construção com o verbo suporte haver, bem como no do fenômeno de alternância entre essas estruturas, que se configuram com o padrão morfossintático haver + SN e formas verbais simples correspondentes. Nesta pesquisa, pretende-se descrever as propriedades semântico-sintáticas, bem como textuais-discursivas envolvidas no emprego dessas estruturas em amostras de fala e escrita do Português brasileiro, e sistematizar, sob um viés construcionista (TRAUGOTT & TROUSDALE, 2013; GOLDBERG, 1995; MACHADO VIEIRA, 2001, 2016), as microconstruções e/ou (sub)esquemas construcionais de haver + SN. Já o estudo relativo ao fenômeno de alternância realiza-se sob um enfoque sociofuncionalista (TAVARES & GORSKI, 2015); e investiga aspectos envolvidos na alternância entre predicadores complexos formados com esse verbo suporte e formas verbais simples, com base em registros de atitudes de usuários do Português.

 

Camila de Toledo Piza Costa Machado

Título: Lee-Li Yang: o epistolar em transe poético
Orientadora: Carmen Lucia Tindó Ribeiro Secco
Páginas: 106

Resumo

A saudade e o amor podem, de maneiras diversas, criar e recriar cenários. O desejo fruto de relações interpessoais também é capaz de impulsionar inaugurações de novos universos. Na poesia, a avidez por desvendar outros horizontes faz com que movimentos de linguagem não se restrinjam a folhas de papel: a concepção de novas lógicas, na cosmovisão virgiliana, é capaz de fazer, se refazer e se desfazer. Novas perspectivas culminam na gênese dos heterônimos, desdobramentos do poeta, redescobertas da natureza humana. Lee-Li Yang é uma dessas vozes poéticas, moradia da saudade, do erotismo e do amor. Através de suas cartas – que são simultaneamente poemas, vice e versa –, o poema respira, transpira e transborda diálogos e monólogos; versos e cantos; danças e políticas. Endereçadas a seu amante Duarte Galvão, heterônimo guerrilheiro de Virgílio de Lemos, a poesia de Lee-Li Yang encontra no entrelugar entre carta e poema um espaço em que pode cantar a saudade, o desejo, o amor e ser, singularmente, metapoética. Assim, as relações entre a carta, como um gênero originalmente comunicativo, e a poesia, um modo de transgressão da linguagem, serão apresentados de maneira a contribuir para o estudo da poesia do escritor moçambicano. O livro Mar de mim: coração de gozo, publicado em 1952, será o alvo principal das reflexões deste estudo sobre a poesia, encontrando abismos na superfície do texto, em que o silêncio, o canto e a arte se fundem para ser, em suas existências, eternos no instante efêmero da vida.

 

Camina Nunes de Melo

Título: Sobre coleções e lugares: o caso das formações x-teca do português brasileiro
Orientadora: Carlos Alexandre Victório Gonçalves 
Páginas:86

Resumo

Este trabalho visa a defender que os processos de formação de palavras, composição e derivação devem ser analisados de forma gradual, a partir da análise do elemento -teca. Acredita-se que esse formativo, apesar de ser tradicionalmente classificado como um elemento da composição, mormente da composição neoclássica, ganhou algumas características de afixo como, por exemplo, o fato de estar sempre alocado na segunda posição, tendo um posicionamento fixo na estrutura da palavra. Além dessa característica, este trabalho procura definir quais são as demais características de afixo que o formativo adquiriu e quais são as características de radical que o item mantém. O fenômeno que acontece com essa unidade morfológica corrobora uma análise escalar entre os processos já citados.

 

Carlos Roberto dos Santos Menezes

Título: Entre a Leitura e a Escritura: A Forma Romanesca De Bolor, De Augusto Abelaira.
Orientadora: Ângela Beatriz de Carvalho Faria 
Páginas: 190

Resumo

Bolor, romance singular de Augusto Abelaira, ainda desperta inquietações que o tornam, ainda hoje, um texto fundamental e intrigante, pertencente à mais alta literatura produzida durante o período político-cultural denso dos anos 60 em Portugal. Contudo, para além da sua temática, já muito focalizada em diversos estudos anteriores que servem de base para a atual reflexão crítica, a sua fortuna crítica ainda solicita uma leitura atenta quanto a sua forma de composição. A partir da leitura rente do texto literário, buscamos tentar compreender o processo de elaboração do romance abelairiano através do princípio irônico de composição, percorrendo os conceitos de ironia retórica, humoresque, ironia romântica e metaficção. Nosso percurso nos levou a focalizar o estatuto parabático dos possíveis narradores do romance; a problemática do gênero diarístico utilizado pelo autor na construção do seu texto e as implicações da escrita de si; a questão da multiplicidade narrativa; a presença e participação do leitor no seu trabalho de decifração do sentido do texto. Como apoio teórico desta investigação, destacam-se as seguintes obras: A Cicatriz e o Verbo: análise da obra romanesca de Augusto Abelaira, Vilma Arêas (s/d); O Pacto autobiográfico: de Rousseau à Internet (2008), de Philippe Lejeune; Devires Autobiográficos – a atualidade da escrita de si (2009), de Elizabeth Muylaert Duque-Estrada e O que é o autor? (1992), de Michel Foucaul, dentre outras obras fundamentais.

Dailane Moreira Guedes

Título: As Formas Possessivas de Terceira Pessoa no Português Brasileiro: uma Análise Experimental de seu Versus Dele
Orientadora: Célia Regina dos Santos Lopes 
Páginas:117

Resumo

O presente trabalho tem por objetivo investigar o estatuto da variação entre as formas possessivas de terceira pessoa (seu e dele) no português brasileiro. Sob a hipótese de que os traços semânticos do referente possuidor são responsáveis pela variação entre a forma possessiva simples seu e a forma de-possessiva dele, recorro à abordagem experimental da Psicolinguística (cf. DERWING; ALMEIDA, 2005; TRAXLER, 2012; MAIA, 2015; KENEDY, 2015) para testar se os traços de animacidade (humano vs. inanimado) e natureza do possuidor (específico vs. genérico) são sensíveis à percepção dos falantes do português brasileiro no momento de escolha da forma possessiva. Para tanto, aplico dois experimentos de julgamento de aceitabilidade com escala Likert em modalidades distintas da língua (falada e escrita). As previsões eram de que seu recebesse melhores julgamentos quando apresentasse um referente possuidor genérico e/ou inanimado, enquanto notas maiores seriam atribuídas a dele quando o referente possuidor fosse específico e/ou humano. Os resultados obtidos no Experimento 1, realizado na modalidade escrita, mostraram que, no geral, a forma possessiva simples seu é bem aceita em todos os contextos testados, sobressaindo-se positivamente quando o referente possuidor é inanimado-genérico. Quanto à forma dele, que foi mal avaliada no Experimento 1, o melhor contexto de aceitabilidade foi na retomada de um possuidor humano-específico, conforme a previsão. No Experimento 2, conduzido na modalidade falada, os resultados apresentaram nítidas diferenças, uma vez que tanto seu quanto dele foram bem avaliados com possuidores de diferentes traços. Assim, foi concluído que, para além da atuação dos traços semânticos em foco, existem mudanças na aceitabilidade das formas possessivas seu e dele de acordo com o meio pelo qual os participantes são expostos aos fenômenos em teste.

Diana Silva Thomaz

Título: A colocação pronominal em cartas pessoais da família Pedreira Ferraz–Abreu Magalhães: um caso de competição de g
Orientadora: Silvia Regina de Oliveira Cavalcante 
Páginas: 153

Resumo

A proposta deste trabalho é apresentar um estudo da colocação pronominal em cartas escritas por brasileiros cultos nascidos no Rio de Janeiro do século 19, todos pertencentes à família Pedreira Ferraz – Abreu Magalhães, utilizando, para tanto, pressupostos teóricos do modelo de competição de gramáticas (Kroch, 1989; 2001) para embasar o estudo e interpretar os resultados. Diversos trabalhos diacrônicos sobre a colocação pronominal no português atestam num mesmo corpus padrões sintáticos que correspondem a diferentes gramáticas, o que me leva a estudar os pronomes clíticos na escrita de brasileiros que vivem em um período histórico de mudança de norma: havia a norma do Português Médio (PM) e a do Português Europeu (PE) que disputavam a escrita com a gramática do Português Brasileiro (PB). Desse modo, investigo em que medida a gramática do PB emerge na escrita de indivíduos cultos, buscando contextos linguísticos e extralinguísticos que possam favorecer ou frear o português vernáculo dos missivistas. Os dados foram selecionados, codificados e rodados no GoldVarb X (SANKOFF, TAGLIAMONTE & SMITH, 2005), para observar os padrões estatísticos de colocação pronominal. Considerei na análise as formas verbais simples e complexas, tendo proposto uma nova divisão para as formas verbais complexas. Os resultados, de modo geral, confirmam a existência/convivência de três gramáticas: PM, PE e PB. A gramática do PM surge claramente quando encontramos os casos de interpolação da negação em sentenças matrizes neutras e também nas sentenças complexas com subida de clítico sem presença de um operador de próclise. A gramática do PE aparece nos percentuais mais altos para ênclise em contextos que antes eram de variação, como o contexto XV. E a gramática do PB não deixa dúvida de sua presença quando o pronome surge proclítico ao verbo em início absoluto de sentença, nas formas simples, ou quando surge proclítico ao verbo temático nas formas complexas. Somado a isso, encontro também os vários casos de ênclise em contexto de próclise obrigatória, que evidencia um aprendizado ineficiente de uma norma que não descreve/prescreve a gramática do indivíduo.

Eliana A. P. Cunha

Título: Do trauma à trama: insurgência. Uma leitura de Jerusalém, de Gonçalo M. Tavares
Orientador: Gumercinda Nascimento Gonda 
Páginas: 138

Resumo

Leitura do romance Jerusalém, de Gonçalo M. Tavares. Entre traumas e tramas busca-se compreender a condição humana em sua força, sua fraqueza, seus equívocos. Diante da escritura fragmentada, elíptica, concentrada e densa, percorrem-se alguns temas importantes da Filosofia-política sugerida pelo romance. No mundo contemporâneo da “pós-política”, onde cada indivíduo se sujeita como homo-sacer potencial, tudo é possível. Essa redução ao extremo – reductio ad absurdum – revela uma torção inesperada onde cada um pode vir a ser uma potência para o bem ou para o mal. Na era denominada por Gramsci como “era dos monstros”, diante do horror que atende por fascismo, o devir é uma incógnita e as palavras buscam refletir ou refratar o inominável entre a dor e a resistência. Entre desastres e desertos, há um combate permanente ssim como entre a treva e o excesso de luz. Combates que contagiam os indivíduos transformados em dispositivos a nos lembrarem de que a acídia ou a excitação são conceitos circunscritos à categoria de tempo e lugar. Pensar e agir no mundo, pelo mundo, como ato político, quer-se uma reconciliação com o humano em cada um de nós. Reinventar Jerusalém é mais que um convite, é uma aposta. Aceitamos a aposta e somos arrastados para pensar junto, mantemo-nos em deslocamentos: erramos, mas não sozinhos.

Flávio Silva Corrêa de Mello

Título: Trânsitos: identidades, vozes e testemunhos em A floresta em Bremerhaven e Este verão o emigrante là bas de Olga Gonçalves
Orientadora: Ângela Beatriz de Carvalho Faria 
Páginas: 91

Resumo

Os romances A Floresta em Bremerhaven (1975) e Este verão o emigrante là-bas (1978), de Olga Gonçalves, formam o corpus literário da pesquisa selecionado e constituído de três (teceres-trânsitos): 1- o reflexo do período salazarista e o momento da Revolução dos Cravos; 2 – o transitar pelos caminhos do retorno da emigração à terra pátria; 3- o trânsito do sujeito de partir e do se constituir enquanto identidade fora de Portugal. Na presente Dissertação, buscamos investigar, a princípio, como os resquícios do fascismo e a novidade da Revolução conviviam em um mesmo momento histórico. Com base no deslocamento, na emigração e no testemunho como elementos dialógicos, centrais para o presente estudo, procuramos demonstrar as estratégias da escritora portuguesa contemporânea para afirmar uma voz coletiva de portugueses marginalizados que interagem socialmente em um país em plena transformação. As reflexões críticas resultaram das obras de Mikhail Bakthin, Stuart Hall, Sílvio Renato Jorge, Eduardo Lourenço, Carlos Reis, entre outros críticos e teóricos que se debruçaram sobre a obra de Olga Gonçalves.

Fernando Pereira Impagliazzo

Título: Manuel Bandeira: tísico porque poeta
Orientador: Eucanaã de Nazareno Ferraz 
Páginas: 119

Resumo

Esta pesquisa consistiu em analisar a presença reincidente da natureza nas crônicas de Rubem Braga. Para isso elegemos a categoria analítica de espaço dentro da qual exploramos essa reincidência, tanto no campo quanto na cidade, que age em grande parte dos textos, como mola propulsora à poética na prosa bragueana, característica máxima do autor. Como meio para tratar de toda a obra por uma parte dela, já considerada amadurecida por ser intermediária, escolhemos o livro Ai de ti, Copacabana (1955-1960) na qual pretendemos analisar possíveis variações de sentido dessa paisagem aos olhos do narrador, que às vezes aparece associada a uma nostalgia romântica, outras, à admiração da flora brasileira expressa, principalmente através do Rio de Janeiro, potência cultural da época, e de Cachoeiro de Itapemirim, terra natal do cronista. Através dessa análise, destacamos o valor da obra do cronista, que embora tenha se dedicado exclusivamente à crônica, inseriu-a na categoria de literatura.

Gustavo Benevenuti Machado

Título: Multifuncionalidade e desgarramento de onde: uma abordagem funcionalista
Orientadora: Violeta Virginia Rodrigues 
Páginas: 120

Resumo

O item onde apresenta duas acepções nos dicionários de língua portuguesa – ora é descrito como advérbio locativo ora como pronome indicativo de lugar equivalente a em que. Na articulação entre orações, nas gramáticas normativas, pode introduzir orações subordinadas adjetivas, desde que se refira a um antecedente nominal locativo. Entretanto, há casos em que este item aparece sem antecedente expresso, o que gera divergências de análise a depender da gramática consultada. Em contextos reais de interação comunicativa, onde parece assumir funções diferentes daquelas que propõe a tradição gramatical. Neste estudo, partimos da hipótese de que onde é tão multifuncional quanto o conector que em língua portuguesa, levando em conta situações reais de interação. Assim, onde funciona como introdutor de orações adjetivas, substantivas e adverbiais, além de veicular conteúdos semânticos de tempo, causa e nocional. Além disso, um dos aspectos mais inovadores em termos de seu(s) uso(s) a ser considerado é o desgarramento. Com base na teoria funcionalista, que considera a função comunicativo-interacional da linguagem, ou seja, a relação gramatical das línguas e seus contextos de interação, valorizando o uso efetivo do falante, analisamos, de forma qualitativa, os usos de onde como articulador de orações substantivas, adjetivas e adverbiais, não desconsiderando o fato de que todas elas podem se desgarrar. Os dados analisados provêm do corpus roteiro de cinema, corpus misto, por apresentar tanto características da fala, quanto da escrita. Por isso, foram monitorados os fragmentos inerentemente de fala e de escrita, além da sequência textual (narrativa, descritiva, expositiva, argumentativa e injuntiva) em que as cláusulas introduzidas por onde se inserem, a fim de verificar se esses contextos poderiam ou não interferir nos usos de onde investigados. Foram analisados, para esta investigação, 20 roteiros e encontrados 388 dados de onde como articulador de cláusulas completivas, cláusulas relativas e cláusulas hipotáticas, sendo apenas 11 deles dados desgarrados.

Jorge Luiz Ferreira Lisboa Júnior

Título: A Semântica do Genitivo em Português: Corporificação, Polissemia Metonímica & Gramaticalização
Orientador: Maria Lucia Leitão de Almeida 
Páginas: 188

Resumo

A presente dissertação de mestrado dedica-se ao estudo da Semântica do Caso Genitivo em Português pela ótica teórica da Semântica Cognitiva (JOHNSON, 1980, LAKOFF & JOHNSON, 1980, 1999; LAKOFF, 1987; LANGACKER, 1987, 1991, 2008, 2009, 2013). Para tanto, propomos um conjunto de três estudos que se debruçam sobre aspectos sincrônicos e diacrônicos do que aqui consideramos ser o nível básico da Categoria: as construções possessivas e as construções partitivas. O primeiro estudo dedica-se a análise da estrutura semântica corporificada de possessivos nominais e suas extensões semânticas adnominais (ex.: genitivo de parentesco) em uma categoria radial. O segundo estudo, de forma similar, visa a descrever a corporificação do significado em relações partitivas canônicas, propondo um elo polissêmico com as chamadas construções pseudopartitivas, em uma categoria radial. O terceiro e último estudo dedica-se a gramaticalização do “de-genitivo” ao Português e apresenta três objetivos básicos: (i) focalizar as motivações cognitivas das mudanças semânticas Origem > Posse e Origem > Partitivo, (ii) reavaliar as metáforas conceptuais já documentadas na literatura “POSSUIDORES SÃO ORIGENS” e “TODO É ORIGEM” (NIKIFORIDOU, 1991; LURAGHI, 2012, 2014a, 2014b) e (iii) ressaltar o fator de convergência tipológica entre “de-ablativo” e “de-genitivo” conhecido como Sincretismo de Casos (LURAGHI, 1987), processo histórico responsável por promover a polissemização ou a prototipização da preposição “de” em Português. A generalização, aqui, proposta, é de que o Genitivo seja estruturado como uma polissemia metonímica, tomando por base o Modelo Cognitivo Idealizado da Contiguidade (LAKOFF, 1987; PEIRLSMAN & GEERAERTS, 2006), segundo o qual Metonímias Esquemáticas constituem fontes primárias para efeitos prototípicos metafóricos. Uma das contribuições dessa pesquisa é oferecer uma descrição de Rede Semântica para o Genitivo como alternativa à concepção de “Rede Metafórica” (NIKIFORIDOU, 1991) e de “Rede Esquemática” (LANGACKER, 1991; TAYLOR, 1996, 2002; BERG-OLSEN, 2004), com base na premissa de que essa Categoria de Caso seja de modo mais saliente, um Sistema Metonímico e Corporificado.

Karen Cristina da Silva Pissurno

Título: A concordância verbal de terceira pessoa do plural na variedade moçambicana do Português: uma abordagem sociolinguística
Orientadora: Silvia Rodrigues Vieira 
Páginas: 222

Resumo

Estudo sociolinguístico sobre a concordância verbal de 3ª pessoa do plural no Português oral de Maputo, Moçambique/África. A partir dos pressupostos da Teoria da Variação e Mudança, o objetivo principal da pesquisa foi constatar o estatuto da regra de marcação de plural na variedade moçambicana, se categórica, semicategórica ou variável (LABOV, 2003). Para tanto, observaram-se as restrições linguísticas e extralinguísticas que condicionam a concordância. À luz de estudos sobre o contato linguístico no Brasil (LUCCHESI; BAXTER; SILVA, 2009) e o bilinguismo (ROMAINE, 2013), observou-se como a situação de multilinguismo poderia afetar o Português falado pelos moçambicanos. Os resultados obtidos por meio do tratamento estatístico realizado pelo programa computacional GOLDVARB X revelam o comportamento de uma regra semicategórica, em termos quantitativos (96.8% de aplicação das marcas de número), índice que deve ser compreendido após detalhada análise qualitativa dos contextos variáveis. Os principais fatores que desfavorecem a concordância foram: (i) maior uso de línguas locais, (ii) menor escolaridade, (iii) sujeitos pospostos, (iv) verbos com menor saliência fônica, (v) sujeitos sem marca explícita de plural e (vi) verbos inacusativos/inergativos. De maneira geral, o comportamento dos dados em termos qualitativos revela a existência de contextos diversos efetivamente variáveis, à semelhança do que ocorre na variedade brasileira de forma produtiva, contrariamente aos padrões europeus de concordância (semi)categórica (VIEIRA; BRANDÃO, 2014). No entanto, a particularidade da situação multilíngue de Moçambique estabeleceria uma posição única para a variedade moçambicana, localizando-o em uma disposição entre as variedades europeias e brasileiras dentro de um continuum de padrões de concordância da Língua Portuguesa.

Karine Ferreira Maciel

Título: “Quanto mais prosaico mais poético”: Adília Lopes e a poesia contemporânea brasileira
Orientadora: Sofia Maria de Sousa Silva Faria 
Páginas: 103

Resumo

A partir do início dos anos 2000, a poetisa portuguesa Adília Lopes ocupa um lugar de destaque na cena poética contemporânea no Brasil, seja a partir da Antologia publicada em 2002 pela editora paulista Cosac & Naify e pela carioca 7Letras, seja pela atenção que recebe na edição da revista Inimigo Rumor n°10, de 2001, que lhe dedica nada menos que a publicação integral do livro O poeta de Pondichéry (1986), uma entrevista e dois ensaios críticos. Além disso, a autora e os seus textos aparecem em poemas de muitos poetas brasileiros contemporâneos: Marília Garcia, Alice Sant’Anna, Ana Martins Marques, Lucas Viriato, entre outros. Com base nisso, esta pesquisa busca apresentar a recepção de Adília Lopes no Brasil pela crítica editorial e por poetas contemporâneos brasileiros, levando em conta algumas das possíveis razões que possibilitaram a grande aceitação da autora portuguesa. Para tanto, apoiamo-nos nas teorias de estética da recepção de Hans Robert Jauss e nas considerações de Haroldo de Campos e Marcos Siscar sobre a poesia contemporânea brasileira.

Laize Santos de Oliveira

Título:As cartografias dos sonhos nas esquinas da memória: uma análise de Sonhos azuis pelas esquinas, de Ondjaki
Orientadora: Carmen Lucia Tindó Ribeiro Secco
Páginas:90

Resumo

Esta dissertação tem como objetivo central a análise de Sonhos azuis pelas esquinas, de Ondjaki, efetuando uma leitura dos espaços ficcionais neste livro e de seus diversos simbolismos. Serão estudadas estas representações espaciais e a influência que os imaginários coletivos urbanos geram na ficção do autor.
Os espaços ficcionais e as personagens que os habitam serão o epicentro desta investigação. As cidades e suas cartografias serão analisadas enquanto fonte memorialística, lugar de preservação da tradição e inspiração literária. A cartografia destes lugares se nutrirá de atmosferas oníricas, reais e imaginárias, levando à descoberta das múltiplas cidades que se abrigam dentro dos vários contos/sonhos do referido livro de Ondjaki. Serão estudadas as relações entre geografia e literatura, assim como o jogo intertextual tecido em diversos contos do referido livro de Ondjaki.

Lyza Brasil Herranz

Título: Avalovara, de Osman Lins, sob o signo de Eros: o cosmos em êxtase
Orientador: Maria Lucia Guimarães de Faria
Páginas: 111

Resumo

A originalidade da concepção amorosa de Osman Lins em Avalovara (1973) é o tema desta investigação, que procura desvelar o percurso amoroso e o encontro carnal e anímico de duas personagens como a consumação de um projeto de Conhecimento, de Amor e de Literatura a que o livro se propõe. Através de suas conjunções e simetrias, o Amor conduz à realização global do Homem, que acaba por transcender as dualidades e aceder à Unidade consigo, com o outro e com a Vida. Nessa narrativa essencialmente mitopoética, o poema em prosa, forma da escrita, desdobra-se de maneira revolucionária na forma do romance: um quadrado e uma espiral sobrepõem-se para dar origem a um cosmos extático regido pelo signo sagrado de Eros, potência que religa os polos opostos do mundo, como formulado por Ludwig Klages em seu livro De l’Éros cosmogonique.

Manuella Carnaval

Título: Foco informacional e foco contrastivo no português do Brasil: uma abordagem prosódica
Orientador: João Antônio de Moraes 
Páginas: 153

Resumo

Essa dissertação apresenta uma abordagem prosódica do fenômeno de focalização informacional e contrastiva no Português do Brasil, estudando o processo em função de sua categoria prosódica: palavra fonológica ou sintagma fonológico. O trabalho considera em sua análise ambas as perspectivas, sua produção e sua percepção, ao descrever a marcação prosódica do foco com base nos resultados de testes de percepção sobre a identificação do tipo de foco e sua localização. Os 17 enunciados do corpus foram gravados por 4 informantes, ao produzir a asserção O marido da Renata derrubou suco de laranja, pronunciada de maneiras distintas segundo o tipo de foco e as estruturas focalizadas, totalizando 68 realizações diferentes. Essas estruturas eram: i) a sentença completa, (ii) de laranja, (iii) suco, (iv) suco de laranja, (v) derrubou, (vi) derrubou suco de laranja (vii) da Renata, (viii) O marido e (ix) O marido da Renata. Tais enunciados foram apresentados aleatoriamente em testes de escolha forçada realizados por 20 voluntários, que deveriam indicar o tipo de foco e a parte focalizada da sentença. Os resultados mostraram que a focalização de constituintes de maior extensão (sintagma fonológico) obteve menor percentual de reconhecimento (26% – foco informacional/ 37% – foco contrastivo) do que a de constituintes de menor extensão (palavra fonológica) (58% – foco informacional / 89% – foco contrastivo). Após a descrição fonética dos contornos de focalização encontrados, os padrões fonológicos básicos propostos foram: H + L*, para o foco informacional, e ¡H + L*, para o foco contrastivo.

Marco Antonio Fuly

Título: O Espaço da Infância na Narrativa de José Luandino Vieira: Lembranças, Questionamentos e Ruptura
Orientador: Maria Teresa Salgado Guimarães da Silva 
Páginas: 133

Resumo

Esta dissertação pretende mostrar a transformação do pensamento do escritor angolano José Luandino Vieira a respeito dos momentos políticos que antecederam a independência de Angola. Utilizando como corpus literário as obras A Cidade e a Infância (1960), Lourentinho, Dóna Antónia de Sousa Neto & Eu (1981) e Nosso Musseque (2013), todas escritas entre 1954 e 1972, embora suas publicações ocorreram mais tarde, este trabalho ajuda a entender o modo como a pauta literária retratou as lembranças, os questionamentos e os desencantos do autor no que se refere ao período mencionado. Neste sentido, apropriando-se ficcionalmente do espaço da infância, assentado em um antigamente no qual as aventuras dos meninos do musseque são evocadas constantemente por um narrador no presente, Luandino Vieira valoriza e dá voz ao ente angolano comum, ao mesmo tempo em que denuncia as agruras do mundo colonial e se mostra descontente com as utopias revolucionárias.

Maria Silva Prado Lessa

Título: O poema como palco: algumas cenas da escrita de Mário Cesariny
Orientador: Sofia Maria de Sousa Silva 
Páginas: 102

Resumo

Esta pesquisa tem como objeto de estudo cinco poemas do surrealista Mário Cesariny: “tal como catedrais”, “you are welcome to elsinore”, “autografia I”, “a antonin artaud” e “pena capital”. Construídos como artes poéticas, os textos encenam um poeta condenado a lutar contra o “peso” que as palavras adquiriram ao longo do tempo, em busca de um novo leitor e de um tempo futuro no qual as palavras se terão tornado puras – em que serão pura potência de significado. No entanto, os poemas estão eles próprios sempre em diálogo com outros poetas, outros tempos, outras vozes que são evocadas no processo de criação, sugerindo que o diálogo com o outro é condição para a escrita. Cesariny toma para si as palavras que já foram de outros, entrando em um jogo que atravessa os tempos e as vozes dos homens, engrossando o coro e adensando ainda mais a trama textual da linguagem poética. Ao espetacularizar o processo de criação poética, Cesariny guia-nos por cenas nas quais somos apresentados aos aspectos fundamentais da poética que buscou definir em meados dos anos 1950.

Mariana Delesderrier da Silva

Título: As Construções de Tópico Marcado na Escrita de Alunos da Educação Básica
Orientadora: Mônica Tavares Orsini 
Páginas: 159

Resumo

O presente trabalho tem como objetivo investigar a frequência das construções de tópico marcado na escrita de estudantes do 6º e 9º anos do Ensino Fundamental e do 3º ano do Ensino Médio – escolhidos por refletirem etapas importantes do processo de escolarização – bem como descrever as características formais e semântico-discursivas das estruturas encontradas. Para tal, utilizamos como pressupostos teóricos a Teoria de Princípios e Parâmetros (CHOMSKY, 1981), em especial o que concerne à descrição do Português Brasileiro quanto à marcação do Parâmetro do Sujeito Nulo e do Parâmetro do Objeto Nulo, e sua interface com o Modelo de Competição de Gramáticas (KROCH, 1989 e 2001), já que o aluno, em seu processo de letramento, parece instanciar, em sua produção escrita, ora a gramática da fala (sua L1, adquirida durante o período de aquisição da linguagem), ora a gramática da escrita (a norma ensinada no ambiente escolar). O distanciamento entre a fala espontânea e a escrita culta brasileiras é reflexo da forma como se constituiu a norma padrão, no decorrer do século XIX, período em que os brasileiros cultos elegeram como seus os usos dos portugueses cultos. A pesquisa segue a metodologia quantitativa, tendo sido recolhidas 781 produções textuais, distribuídas por ano de escolarização e por gênero textual – fábula, carta pessoal, texto opinativo e carta argumentativa – escolhidos à luz do contínuo de monitoração estilística (BORTONI-RICARDO, 2005). De uma forma geral, os resultados apontam que as topicalizações e os tópicos pendentes introduzidos por locução prepositiva quanto a e afins, construções recorrentes na gramática do letrado (cf. ORSINI, 2017), são as estratégias mais frequentes, independente do período de escolarização e do gênero textual; os deslocamentos à esquerda, por sua vez, que são estruturas próprias da gramática da fala do brasileiro, não ocorrem no 3º ano do Ensino Médio, um indicador da ação coercitiva da escola, que condena construções socialmente estigmatizadas. Desta forma, os dados revelam que os alunos do 6º e 9º anos do Ensino Fundamental apresentam um comportamento semelhante que diverge do observado para os alunos do 3º ano do Ensino Médio: enquanto aqueles instanciam, na gramática da escrita, construções típicas da gramática da fala, descritas por Pontes (1987) e Berlinck, Duarte e Oliveira (2009), estes fazem uso de construções de tópico marcado descritas por Orsini (2017), pertencentes à gramática do letrado brasileiro, o que evidencia que, ao final da Educação Básica, o educando elaborou uma gramática da escrita distinta daquela utilizada pelo aluno ao final do Ensino Fundamental.

Mariana de Mendonça Braga

Título: Viagens iniciáticas: aventuras do conhecimento e do autoconhecimento na narrativa de Helder Macedo
Orientadora: Teresa Cristina Cerdeira da Silva 
Páginas: 114

Resumo

Este trabalho procurará demonstrar o modo como o autor português Helder Macedo estabelece na sua produção ficcional um diálogo amoroso com a obra de Luís Vaz de Camões, possibilitado pelo atravessamento das fronteiras do discurso, no que tange às relações intertextuais estabelecidas com o poeta maneirista, e às relações intratextuais, que também resultam altamente producentes e esclarecedoras no interior da obra do poeta, ficcionista e ensaísta Helder Macedo. O recorte desta pesquisa propõe uma leitura mais detalhada de dois de seus romances – Pedro e Paula e Tão longo amor, Tão curta a vida – em diálogo com a sua própria produção ensaística, com atenção sobretudo ao longo estudo Camões e a viagem iniciática, publicado em 1980, que se dedica à análise da obra lírica e épica do poeta. O critério de seleção desse texto crítico do autor como núcleo duro deste trabalho se justifica pela apurada leitura da obra camoniana nele desenvolvida, na qual se entende fundamentalmente o conceito de viagem como exploração do desconhecido e como percepção da alteridade com o objetivo de alcançar o conhecimento e o autoconhecimento verdadeiros, seja enquanto nação ou indivíduo, adquiridos também através de uma gnose erótica que, aos poucos, vai sendo construída no íntimo encontro com o outro. Assim, é com base no percurso iniciático, entendido como travessia ou limiar, que pretendo ultrapassar o limite de uma leitura meramente cenográfica e temática dos locais trazidos pelo autor para investigar na viagem seu valor estrutural, analisando os deslocamentos espaciais de Pedro e Paula e de Tão longo amor, Tão curta a vida – seja no que se refere a espaços geográficos, seja no que se refere a espaços da linguagem. Ainda nesse sentido, pretendo demonstrar como algumas questões levantadas pelo crítico Helder Macedo sobre a obra de Camões reaparecem sob novos moldes em seus romances.

Marianna Maroja Confalonieri Cardoso

Título: Estratégias de indeterminação em peças portuguesas e brasileiras: uma análise contrastiva
Orientadora: Maria Eugênia Lammoglia Duarte 
Páginas: 127

Resumo

O presente trabalho apresenta uma análise das estratégias de indeterminação do agente em sentenças finitas e não finitas com base em peças portuguesas de caráter popular escritas ao longo dos séculos XIX e XX, distribuídas em sete sincronias, que vão de 1921 a 1996, e compara os resultados obtidos com os encontrados por Vargas (2010; 2012) para peças escritas no Rio de Janeiro, compreendendo o mesmo período de tempo. A análise de Vargas mostra um claro processo de mudança em direção ao uso de novas estratégias de indeterminação do sujeito – como o uso dos pronomes você e a gente, além de uma drástica redução no uso do clítico indefinido se – que está, sem dúvida, relacionado a uma redução no quadro de clíticos de terceira pessoa e ao crescente preenchimento do sujeito pronominal no português brasileiro (PB). Como o português europeu (PE), apresenta um sistema de sujeitos nulos e de clíticos pronominais mais estável, nossa expectativa para esta pesquisa era que o PE conservaria as formas tradicionais de indeterminação: o emprego do verbo na 3ª pessoa do plural com o pronome não expresso, uma forma de indeterminação que exclui o falante, e o uso do clítico se, com referência arbitrária ou genérica, que pode ou não incluir o falante. Os resultados confirmam nossas hipóteses, apontando ainda um uso pouco expressivo da 1ª pessoa do plural, considerada em nossa análise, e da forma a gente. Os dados foram coletados e codificados conforme a metodologia da Sociolinguística Variacionista e processados pelo programa estatístico Goldvarb X. Nosso referencial teórico utiliza o modelo de estudo da mudança proposto por Weinreich, Labov & Herzog (2006 [1968]) e toma como componente gramatical para o levantamento de hipóteses e a interpretação dos resultados o quadro de Princípios e Parâmetros (Chomsky, 1981). Além dos estudos já realizados sobre o tema. Levamos em consideração ainda a proposta de Marins, Soares da Silva e Duarte (2015; a sair), que sugerem que as estratégias de indeterminação atestadas no PB não estão todas em competição, mas se distribuem em três diferentes pontos de uma escala de acordo com o conjunto de traços que compartilham: pessoa e número.

 

Maykol Vespucci de Oliveira

Título: Jornada à terra crua: o lugar da poesia na obra de Cora Coralina
Orientadora: Anélia Montechiari Pietrani 
Páginas: 114

Resumo

Criadora de uma poética que se constrói, inicialmente, a partir do tempo passado, Cora Coralina recria a existência humana em versos. A partir de sua ideia de poetização do mundo, esta pesquisa busca entender o lugar da poesia na reimaginação de um universo. A poeta, que constantemente se volta para o próprio passado em seus três livros de poemas publicados, não pode ser vista unicamente como uma transcritora dos acontecimentos ocorridos. Ela é, antes de tudo, a criadora de um universo que se apoia numa ideia de mundo em que tudo o que existe está ligado por um eterno ciclo de finalizações e recomeços. Assim, inspirada pelas imagens naturais, Cora percebe a resistência humana como uma qualidade que impulsiona a vida. A poesia, aqui, surge como unificadora desse universo, em que a matéria interior da escritora e o mundo exterior se alteram mutualmente em um processo contínuo. Este estudo, além de buscar a imagem que a poeta constrói de si mesma, também objetiva entender como as imagens mais frequentes em sua poesia contribuem para a criação de seu universo. A pedra, a flor, a terra, o milho e outras imagens poéticas são entendidas como representativas de uma existência compartilhada entre a natureza e o humano. Nesse caminho poético, Cora Coralina reivindica para a poesia o lugar de entrecruzamento de tempos em que ela pode reencontrar a si mesma em ligação com o outro humano e o universo. O pensamento se liga aos espaços exteriores, explorando no mundo a presença do tempo e da vida.

Mayra Santana

Título: O R em coda silábica final nas três capitais do Sul do Brasil: Variação e Prosódia no corpus do ALiB
Orientadora: Carolina Ribeiro Serra 
Páginas: 119

Resumo

Nesta dissertação, estuda-se o processo de variação do rótico, em coda silábica externa, nas três capitais ao Sul do Brasil. Os dados são bastante atuais e foram extraídos dos questionários do Projeto ALiB gravados em áudio nos primeiros anos do século XXI. Trata-se de um estudo variacionista que tem por finalidade determinar a influência de fatores sociais e linguísticos envolvidos na variabilidade/cancelamento do /R/ e, assim, determinar em que estágio se encontra o processo atualmente. Selecionaram-se oito informantes de cada localidade igualmente distribuídos por gênero, faixa etária e nível de instrução. Os objetivos são: 1) Analisar a diversidade de pronúncia do /R/ e, principalmente, o avanço do apagamento em posição de coda silábica final; 2) Focalizar os dados de fala espontânea extraídos do corpus do Projeto ALiB; 3) Averiguar o papel da fronteira prosódica no fenômeno de lenição do rótico. Para alcançar os objetivos estabelecidos, utiliza-se o aparato teórico-metodológico da Sociolinguística Quantitativa Laboviana aliado à Teoria da Hierarquia Prosódica. Os resultados gerais obtidos mostram que a área geográfica apresentou-se como fator preponderante. O contexto de vogal antecedente também se revelou marcante. O maior percentual de apagamento ocorre em Florianópolis para ambas as categorias vocabulares. Há prevalência do tepe nos verbos das três cidades e a mesma variante prepondera em Curitiba e Porto Alegre em não-verbos, enquanto em Florianópolis sobressai a fricativa velar nesta categoria. O cancelamento do rótico é semicategórico na categoria dos verbos com os percentuais de 87%, Curitiba; 94%, Florianópolis e 86% Porto Alegre. Na categoria dos não-verbos ainda é um processo de mudança em fase bastante inicial em Curitiba (5%) e em Porto Alegre (7%), entretanto já apresenta avanço maior em Florianópolis (41%). Palavras-chave: Rótico; Coda final; ALiB; Sociolinguística; Prosódia.

Monique Débora Alves de Oliveira Lima

Título: Quadro de Pronomes Pessoais na Escola: Diagnose e Proposta Pedagógica
Orientador: Silvia Rodrigues Vieira 
Páginas: 181

Resumo

O presente trabalho objetiva (i) descrever e analisar as variantes pronominais utilizadas na escrita escolar para a expressão (a) do nominativo de 1ª pessoa plural e 2ª pessoa singular, (b) do acusativo e do dativo de 1ª, 2ª e 3ª pessoa e também (c) da função reflexiva, praticadas por alunos de turmas de sexto e nono anos do ensino fundamental de um colégio municipal da cidade do Rio de Janeiro (RJ); e (ii) elaborar uma proposta pedagógica visando a promover maior consciência linguística dos alunos acerca do fenômeno, a fim de ampliar seu repertório, para que sejam capazes de realizar usos populares ou cultos, mais ou menos monitorados, em acordo com a situação de interação em que estejam inseridos. A proposta pedagógica é idealizada a partir dos três eixos para o ensino de gramática (VIEIRA, 2014/2017), a saber, (i) o ensino de gramática como atividade reflexiva, (ii) o ensino de gramática vinculado à produção de sentidos e (iii) o ensino de gramática relacionado ao plano de variação e normas. Com o intuito de diagnosticar esses usos pronominais, foi realizada uma pesquisa de base sociolinguística, através dos dados obtidos por meio de redações de alunos do sexto e do nono anos, a fim de descrever quais contextos linguísticos e extralinguísticos poderiam condicionar o uso de uma ou outra variante. A proposta pedagógica objetiva, com base nas reflexões travadas ao longo do trabalho, oferecer alternativas para o ensino do quadro pronominal que não estejam ligadas à mera apresentação de um quadro estanque, já realizada pelos manuais didáticos. A partir dessa abordagem, pretende-se fazer com que os alunos sejam capazes de utilizar formas mais ou menos monitoradas, nas modalidades falada ou escrita, expandindo, assim, sua experiência enquanto leitores e produtores de texto de diversos gêneros.

Paulo Gonçalves Cerqueira

Título: Construções plusquam: processos estruturais interjetivos volitivos
Orientador: Maria Lucia Leitão de Almeida
Páginas: 84

Resumo

Este trabalho vai ao encontro dos preceitos da Linguística Cognitiva, que serve de base para a conceptualização das estruturas plusquam. Adotam-se, como principais orientações para análise dos dados, as teorias construcionais de Langacker (2008) e de Goldberg (1995), aliadas às noções de chunking, discutidas por Bybee (2010). Ademais, menciona-se o tratamento dado pela tradição gramatical às interjeições e aos usos da forma simples do maisque-perfeito. Pretende-se, então, investigar o comportamento das construções: [tomara que Ve/a], [tomara (,)(.)(!)], [tomara V-ar/-er/-ir], [tomara que sim/não], [quem dera V-sse], [quem pron. dera Vsse], [quem dera V-ar/-er/-ir], [quisera pron. V-sse], [quisera pron. V-ar/-er/-ir], [quisera pron. que V-sse], [pudera eu V-ar/-er/-ir] e [pudera suj. V-ar/-er/-ir]. Os dados foram coletados do Corpus do Português, disponível na internet, esse grande banco de dados possui ferramentas que possibilitam estudos diacrônicos e sincrônicos, esta dissertação prestou-se ao estudo sincrônico das estruturas em questão. O processamento dos dados foi via Unitex/GramLab 3.1, os testes estatísticos empregados foram o de Shapiro-Wilk, para a verificação da normalidade das amostras quantitativas, e o teste de Mann-Whitney, para a comprovação de hipótese; o software estatístico utilizado foi o SPSS. Há análises quantitativas dos dados, testes estatísticos de normalidade e de hipótese, que indicaram não haver diferenças significativas entre a interjeição plusquamtomara com as orações volitivas com o mais-que-perfeito. Nas análises, constam as representações dos polos fonológicos e semânticos das construções investigadas. Conclui-se que a multifuncionalidade das palavras garante a aplicação das mesmas em mais de um tipo de construção.

Pedro Vieira de Castro

Título: Physis e Lógos: Riobaldo e a travessia das águas mitopoéticasno Grande Sertão
Orientador: Ronaldes de Melo e Souza 
Páginas: 105

Resumo

Physis e Lógos: Riobaldo e a travessia das águas mitopoéticas no Grande Sertão tem como objetivo investigar o comportamento das águas emGrande sertão: veredas através do estudo da narrativa em forma de diálogo, travado pelo narrador e protagonista Riobaldo. No título da dissertação confluem os principais conceitos trabalhados, ressaltando a importância da travessia e do rio – esse contido no nome do personagem – sob a visão da physis e do lógos, palavras que se aproximam e desvelam a via de acesso para se interpretar o sertão mitopoético e seus afluentes. Dividida em três capítulos, cada um com três seções, a dissertação discorre primeiramente sobre a natureza do próprio sertão para focalizar as imagens dos principais rios da obra: o São Francisco, o de-Janeiro, o Urucuia e o misterioso “rio do pacto”, que surge no momento em que Riobaldo invocao diabo. Ao dissertar sobre as transformações da água, o último capítulo se dedica a interpretar o conceito de travessia no romance de Guimarães Rosa. Ao final, na última seção,uma recapitulação de todos os fundamentos propostosnos demais capítulos permitesubstanciar a reflexão sobre o principal rio da obra: o Rio baldo e a potência transformadora do seu narrar.

Roberto de Farias David Junior

Título: Ethé discursivos em editoriais no jornal O Globo: uma abordagem semiolinguística
Orientador: Lúcia Helena Martins Gouvêa 
Páginas:227

Resumo

A proposta desta pesquisa é estudar a construção de ethé discursivos do jornal O Globo por meio de seus editoriais, tendo como foco a análise das escolhas lexicais presentes na sua construção. A pesquisa tem como fundamentação a Teoria Semiolinguística do Discurso, de Patrick Charaudeau, e o corpus é composto de 94 textos, publicados em janeiro e fevereiro de 2015. Além da Teoria Semiolinguística do Discurso, há outras contribuições para o estudo da argumentação – principalmente de Ducrot e Perelman e Olbrechts-Tyteca – e para o estudo do ethos – especialmente de Dominique Maingueneau e Patrick Charaudeau. O principal objetivo é identificar os ethé discursivos do jornal O Globo nesses textos e as estratégias linguístico-discursivas utilizadas para a construção de uma imagem de si do jornal. Quanto à metodologia, trata-se de uma análise qualitativa e quantitativa, na medida em que há a identificação dos ethé e das estratégias – especialmente da escolha lexical, tendo em vista a produtividade dessa estratégia – e a classificação e contagem dos dados, com vistas à comparação percentual dos resultados obtidos.

Rachel de Carvalho Pinto Escobar Silvestre

Título: A polifuncionalidade do conector PARA
Orientadora: Violeta Virginia Rodrigues 
Páginas: 119

Resumo

Este estudo tem como objetivo investigar os usos do conector PARA, caracterizado prototipicamente como introdutor de orações subordinadas adverbiais finais pelas Gramáticas Tradicionais. Em situações reais de interação, o conector PARA pode encetar além das orações finais, cláusulas hipotáticas circunstanciais desgarradas, completivas e relativas. Além do conteúdo de finalidade, o conector em estudo pode veicular o conteúdo semântico consecutivo, apresentando, desta forma, a possibilidade de se fazer deste mais de uma análise sintática e semântica. A teoria que serve de base para esta investigação é a Funcionalista, que analisa a relação gramatical das Línguas em contextos reais de interação, levando em conta o uso que o falante emprega ao produzir as estruturas na Língua. Pretendemos, com esta Teoria, verificar no corpus Roteiro de Cinema, cláusulas hipotáticas circunstanciais, hipotáticas circunstanciais desgarradas, completivas e relativas introduzidas por PARA, que veiculam mais de uma relação semântica. Cinquenta e cinco (55) longas-metragens e oitenta e um (81) curtas-metragens foram analisados, totalizando 2.883 dados de cláusulas introduzidas por PARA, analisados e contados manualmente um por um. Deste total, 1.008 (34,96%) são completivas, 1.856 (64,37%) são hipotáticas circunstanciais – sendo 51 (2,74%) destas desgarradas – e 19 (0.67%) relativas. No que se refere ao conteúdo semântico veiculado pelas cláusulas com PARA, verificamos que 2.862 (99,27%) dados veiculam conteúdo final, 11 (0,39%) veiculam conteúdo semântico de consequência e 10 (0,34%) estabelecem simultaneamente mais de uma relação semântica. Os dados dos corpora analisados apontaram que PARA pode funcionar como conjunção integrante e como pronome relativo, podendo, do ponto de vista das relações estabelecidas entre as orações no contexto, encetar conteúdo semântico consecutivo. Estas funções são possíveis em termos de usos na Língua Portuguesa, atestam a polifuncionalidade de PARA e o seu emprego além dos considerados prototípicos.

Ramon Nunes de Mello

Título: Lembre-se da mulher triste – O caso Adalgisa Nery
Orientadora: Eucanaã de Nazareno Ferraz 
Páginas: 161

Resumo

A dissertação tem como objeto de interpretação a obra de Adalgisa Nery, especialmente sua produção poética. Propõe-se, com tal recorte, investigar através de leituras e pesquisas os vestígios que possam contribuir para a construção de um pensamento sobre a poética de Adalgisa Nery, seja em seus livros ou nos textos de seus contemporâneos, como Manuel Bandeira, Mário de Andrade, Carlos Drummond de Andrade, Murilo Mendes, Ismael Nery e Jorge de Lima. E, ainda, compreender a influência do Essencialismo e da religião na obra da autora, procurando demonstrar as características presentes em seus textos, que ficaram à margem do Modernismo Brasileiro.

Raquel Souza da Silva

Título: As marcas de subjetividade no gênero notícia online
Orientadora: Maria Aparecida Lino Pauliukonis 
Páginas: 89

Resumo

A pesquisa visa analisar as escolhas lexicais feitas pelo sujeito enunciador em notícias online para avaliar de que maneira o seu ponto de vista influencia o leitor no relato da informação. A partir do estudo dos sujeitos discursivos da Teoria Semiolinguística de Charaudeau (2012), vamos observar quais os traços linguísticos que marcam a subjetividade em textos do gênero notícia. Serão analisados textos veiculados pela internet de dois sites de notícias que apresentam linhas ideológicas diferentes. Será verificado como o enunciador tenta convencer seus interlocutores em relação a sua forma de perceber a notícia, apesar de, em geral, o texto midiático apresentar um caráter imparcial em relação aos acontecimentos narrados. O trabalho visa responder as indagações a seguir: 1) Quais os termos ou expressões podem indicar o sujeito no seu texto? 2) De que forma a subjetividade pode influenciar a forma de relatar um acontecimento? Em síntese, queremos observar como um relato pode ser influenciado pelo sujeito enunciador e quais são as marcas que reforçam essa subjetividade.

Silvia Carolina Gomes de Souza

Título: Alteamento das vogais médias pretônicas no município do Rio de Janeiro: décadas 70, 90 e 2010 / estudo de crenças e atitudes
Orientadores: Eliete Figueira Batista da Silveira 
Páginas: 246

Resumo

Esta dissertação analisa o processo de alteamento das vogais médias pretônicas, anterior /e/ e posterior /o/, em nomes, nas décadas de 70, 90 e 2010. O fenômeno denominado alteamento ou alçamento das vogais médias pretônicas é um exemplo de variação que consiste na escolha das variantes altas dos fonemas /e/ e /o/, respectivamente [i] e [u]. A pesquisa utiliza a metodologia da Sociolinguística e de Crenças e Atitudes. A partir da Sociolinguística, o alteamento das vogais médias pretônicas é analisado ao longo de 40 anos, em um estudo de tempo real de curta duração, observando-se as variáveis linguísticas e extralinguísticas favorecedoras do alteamento. Com estudo de Crenças de Atitudes, observam-se a produção, a percepção e a avaliação dos informantes em relação às vogais médias pretônicas. Assim como Labov (2006, 2008), entende-se que, algumas vezes, é difícil verificar como um fenômeno linguístico é avaliado. Assim, apesar de a Sociolinguística já adotar a avaliação em suas pesquisas, utilizam-se os fundamentos e a metodologia dos estudos de Crenças e Atitudes para a análise do status social do fenômeno em variação. Para a análise Sociolinguística, utilizou-se corpus oral de falantes de nível superior completo das décadas de 1970 e 1990, constitutivos do Projeto Norma Oral Urbana Culta – RJ (NURC), e da década de 2010, do Projeto Estudo Comparado dos Padrões de Concordância em Variedades Africana, Brasileira e Europeia, submetidos ao programa R-brul. Para a avaliação, foi criado um teste composto por quatro técnicas: leitura de um texto, questionário fechado, questionário fechado avaliativo e questionário aberto/entrevista, submetido a 10 homens e a 10 mulheres. A pesquisa apresenta aspectos inovadores que são a retomada do estudo de tempo real de curta duração e os testes avaliativos do estudo de Crenças e Atitudes, cujos resultados evidenciam que: (i) a estrutura silábica a que pertence a vogal pretônica é um fator fortemente condicionante para o alteamento; (ii) no transcorrer de 40 anos o alteamento apresentou comportamentos diferentes: a depender do contexto silábico, o fenômeno encontra-se em propagação, em outros em variação estável ou recuo; (iii) homens e mulheres apresentaram avaliações negativas acerca do falante usuário da variante alta, principalmente em relação à sua competência linguística e seu perfil socioeconômico.

 

Tatiana Corrêa da Silva

Título: Telas e letras, Chaplin e poesia: The tramp em território literári brasileiro
Orientadora: Eucanaã de Nazareno Ferraz 
Páginas:119

Resumo

Não há, até hoje, artista que se equipare à iconicidade de Charles Chaplin (1889-1977) no cinema e na cultura mundial. Em 56 anos de uma intensa carreira, transpõe, para suas produções, experiências de arte e de vida – dissociáveis – que são lapidadas a partir de sua perspectiva peculiar, subjetiva, única. A busca pela naturalidade no simples, a valorização do marginal, o trabalho com avessos: ao explorar em seus filmes o que é considerado pelos telespectadores e críticos como o que está fora do padrão, indo contra o senso comum, o cineasta levou inovação à sétima arte.
Pretendemos, durante esta pesquisa, olhar para a linguagem cinematográfica desenvolvida por Chaplin, em especial a (des)construção de Carlito, e pensar sobre as marcas que inspiraram e foram incorporadas aos nossos poetas modernistas de forma explícita, implícita, ocular e reflexiva. Carlos Drummond de Andrade, Manuel Bandeira,Vinícius de Moraes Mário de Andrade e Oswald de Andrade: envolvidos de maneiras singulares com o cinema, o clown e suas gags, terão seus papeis de destaque na constituição do que chamaremos de poética chapliniana.

Thales de Barros Teixeira

Título: Do enlace entre mito e natureza: Guimarães Rosa e a poesia da imagem
Orientador: Ronaldes de Melo e Souza 
Páginas:125

Resumo

Esta dissertação procura demonstrar de que maneira o escritor João Guimarães Rosa estabelece uma relação de isomorfia entre o mundo natural que perpassa sua obra e a linguagem que o traz à tona. Assumindo um caráter inerentemente metamórfico para a linguagem poética e concebendo a natureza enquanto Gaia, a antiga divindade pré-homérica que existe em consonância com o conceito grego pré-platônico de physis – processo que dá às coisas do cosmos traço permanentemente dinâmico, movente –, o autor mineiro trabalha para desenvolver essas duas premissas em um único e profícuo gesto literário. Como a natureza sob a lógica da physis transforma-se initerruptamente e como a poesia é, dentre inúmeras coisas, uma busca pelo ineditismo na forma da linguagem, Guimarães Rosa pôde forjar a metamorfose telúrica no corpo da sua palavra. Os dois atos confluem e revelam-se o anverso e o reverso de uma mesma realidade. Constrói-se, de tal maneira, um universo muito peculiar onde o binômio linguagemmundo é de fato indissociável. E é a ele que nós nos dedicaremos aqui, tentando demonstrar pormenorizadamente de que modo, na obra rosiana, a linguagem é mundo e o mundo é linguagem.

Thaís Fernandes Velloso

Título: Machado de Assis: escrita literária na crônica oitocentista
Orientador: Adauri Silva Bastos 
Páginas:107

Resumo

A proposta desta dissertação de mestrado é analisar a crônica de Machado de Assis com ênfase em seu potencial literário. Para isso, utilizamos especificamente crônicas da seção “A Semana” datadas de um momento em que o escritor já tinha experiência com publicações em periódicos, uma vez que “A Semana” só se inicia em 1892, quando o autor somava mais de três décadas de escrita regular de crônicas. Recorremos também à série “Bons Dias!” e a outras crônicas que julgamos relevantes para o desenvolvimento do estudo. Diante dessa perspectiva, abordamos inicialmente o surgimento do folhetim no Brasil e traçamos um paralelo entre Machado de Assis e José de Alencar, sabendo que uma breve comparação entre os dois poderia contribuir para a elucidação de algumas características que o gênero apresentou nos trópicos. Em seguida, tratamos exclusivamente de Machado de Assis, apresentando um panorama geral de suas crônicas, com o objetivo de esmiuçar seu estilo e ver em que medida o cronista dialoga com a construção do narrador machadiano. Verificamos, desse modo, que os cruzamentos entre a crônica, o conto e o romance do escritor realçam pontos em comum e diferenças entre os três gêneros, portanto ampliam e aprofundam a visão dos escritos ficcionais do autor.